Abrir menu principal
Bate-papo no banco do Rio Ganges, Rishikesh.

Papo furado, ou conversa fiada, é um tipo informal de discurso que não versa sobre nenhum assunto funcional, nem nenhuma operação que precisa ser abordada.[1]

O fenômeno de jogar conversa fora foi inicialmente estudado em 1923 por Bronisław Malinowski, que cunhou o termo "comunicação fática" para descrevê-lo.[2] Conduzir uma conversa fiada é um tipo de habilidade social; portanto, papo furado é um tipo de comunicação social.

Conversa fiada masculina tende a ser mais competitiva que a feminina: pode apresentar duelos verbais, insultos jocosos e insultos diretos.[3] Entretanto, isso de certa forma também são criadores e sinais de solidariedade, pois mostram que estão confortáveis o bastante com a companhia dos outros para dizer tais coisas sem que elas sejam tidas como insultos.

Referências

  1. How to Master the Art of Small Talk - For Dummies
  2. Malinowski, B. (1923) "The problem of meaning in primitive languages", in: Ogden, C. & Richards, I., The Meaning of Meaning, Routledge, London
  3. Tannen, D. (1992) "How men and women use language differently in their lives and in the classroom", The Education Digest 57,6.

Ligações externasEditar