Abrir menu principal
XXX Copa América
Copa América 1975
Dados
Participantes 10
Organização CONMEBOL
Anfitrião América do Sul (sem sede fixa)
Período 17 de julho28 de outubro
Gol(o)s 79
Partidas 27
Média 2,93 gol(o)s por partida
Campeão Peru (2º título)
Vice-campeão Colômbia
Melhor marcador 4 gols:
Melhor ataque (fase inicial) Argentina – 17 gols
Melhor defesa (fase inicial) 1 gol:
Maior goleada
(diferença)
Argentina 11 – 0 Venezuela
Cor de LeónRosário
10 de agosto
◄◄ Uruguai 1967 Soccerball.svg 1979 ►►

A Copa América de 1975 foi a 30a edição realizada do torneio e a primeira edição realizada sem uma sede fixa. Com isso, as partidas (de primeira fase, semifinais e final) foram disputadas em uma série de ida e volta. O campeonato foi disputado de 17 de julho a 28 de outubro de 1975, e teve o Peru como campeão. Pela primeira vez, as dez equipes da CONMEBOL participaram do torneio. Nesta edição aconteceu a segunda maior goleada da história do torneio, com a Argentina goleando a Venezuela por 11 a 0.

A partir dessa edição, o torneio passou a ser chamado oficialmente de "Copa América".

Índice

Primeira faseEditar

Na primeira fase, nove das dez equipes da CONMEBOL foram divididas em três grupos de três equipes. A melhor de cada grupo classificava-se à semifinal, juntamente com o Uruguai, último campeão, até então.

Grupo AEditar

Equipe P J V E D GP GC SG
  Brasil 8 4 4 0 0 13 1 12
  Argentina 4 4 2 0 2 17 4 13
  Venezuela 0 4 0 0 4 1 26 -25

Partidas:

Grupo BEditar

Equipe P J V E D GP GC SG
  Peru 7 4 3 1 0 8 3 5
  Chile 3 4 1 1 2 7 6 1
  Bolívia 2 4 1 0 3 3 9 -6

Partidas:

Grupo CEditar

Equipe P J V E D GP GC SG
  Colômbia 8 4 4 0 0 7 1 6
  Paraguai 3 4 1 1 2 5 5 0
  Equador 1 4 0 1 3 4 10 -6

Partidas:

Semi-finaisEditar

Nota: O Brasil disputava a competição com um time cuja base eram os clubes mineiros. Após a surpreendente derrota para o Peru por 3x1, a seleção foi reforçada por alguns jogadores para a segunda partida em Lima, vencedo por 2 a 0, mas sendo desclassificada no cara-ou-coroa. Depois desse fracasso, a CBF resolveu disputar as futuras Copas sempre com o time principal, melhorando o desempenho do país na competição.

FinalEditar

Campeão da Copa América:

  PERU (2a vez)

Ligações externasEditar