Abrir menu principal

Copa Europeia/Sul-Americana de 1985

A Copa Europeia/Sul-Americana de 1985, também conhecida como Copa Toyota e Copa Intercontinental, foi disputada na cidade de Tóquio no Japão em 8 de dezembro de 1985. O confronto envolveu o Argentinos Juniors da Argentina, campeão da Taça Libertadores da América e a Juventus da Itália, campeão da Liga dos Campeões da UEFA.[1]

Copa Europeia/Sul-Americana de 1985
Evento
2 a 2 no tempo normal e 0 a 0 na prorrogação,
a Juventus venceu por 4 a 2 nos pênaltis
Data 8 de dezembro de 1985
Local Estádio Nacional, Tóquio
Melhor em campo Platini (Juventus)
Árbitro Alemanha Volker Roth
Público 62000

Em 27 de outubro de 2017, após uma reunião realizada na Índia, o Conselho da FIFA reconheceu os vencedores da Copa Intercontinental como campeões mundiais.[2][3]

Índice

HistóriaEditar

Depois de doze anos, a Juventus voltava à Copa Intercontinental, dessa fez em um novo formato, em jogo único, no Japão. A equipe havia vencido o Liverpool na final da Taça dos Clubes Campeões Europeus de 1984–85 por 1 a 0. Já o Argentino Juniors, disputava a competição pela primeira fez, depois da conquista da sua primeira Copa Libertadores da América, em 1985 contra o América de Cali nos pênaltis.

A decisãoEditar

A equipe argentina abriu o placar com Ereros, aos 55´. Platini, de pênalti, empatou aos 63´. José Antonio Castro deixou os argentinos na frente novamente aos 75´, mas Michael Laudrup empatou de novo, aos 82´. Depois de uma prorrogação sem gols, as equipes foram para as penalidades e a Juventus venceu por 4 a 2. Platini foi eleito o homem do jogo.

Clubes ParticipantesEditar

Localidade das equipes que disputaram a Copa Toyota 1985.
Confederação Equipe Classificação Participação
CONMEBOL   Argentinos Juniors Campeão da Copa Libertadores da América de 1985
UEFA   Juventus Campeão da Taça dos Clubes Campeões Europeus de 1984–85

ChaveamentoEditar

  A Classificação[NOTA] Copa Intercontinental
                     
   Juventus 1  
   Liverpool 0  
     Juventus (pen) 2 (4)
     Argentinos Juniors 2 (2)
   Argentinos Juniors (pen) 1 0 (5)
   América de Cali 0 1 (4)
Notas

FinalEditar

8 de dezembro de 1985 Juventus   2 – 2   Argentinos Juniors Estádio Nacional , Tóquio, Japão

Platini   63pen'
Laudrup   82'
Ereros   55'
Castro   75'
Público: 62.000
Árbitro:   Volker Roth
    Penalidades  
Brio  
Cabrini  
Serena  
Laudrup  
Platini  
4–2   Olguín
  Batista
  López
  Pavoni
 
     
 
 
Juventus
     
 
 
Argentinos Juniors
GK 1   Stefano Tacconi
DF 2   Luciano Favero
DF 3   Antonio Cabrini
MF 4   Massimo Bonini
DF 5   Sergio Brio
DF 6   Gaetano Scirea   64'
MF 7   Massimo Mauro     78'
MF 8   Mario Videla  
FW 9   Aldo Serena
MF 10   Michel Platini    
FW 11   Michael Laudrup
Substitutos:
DF 13   Stefano Pioli   64'
FW 16   Massimo Briaschi   78'
Técnico:
  Giovanni Trapattoni
GK 1   Enrique Vidallé
DF 2   José Luis Pavoni
DF 3   Adrián Domenech
DF 4   Carmelo Villalba
MF 5   Sergio Batista
MF 6   Jorge Olguín
FW 7   José Antonio Castro
MF 8   Mario Videla  
FW 9   Claudio Borghi  
MF 10   Emilio Commisso   82'
FW 11   Carlos Ereros   117'
Substitutos:
MF 14   Juan José López   117'
MF 16    Renato Corsi     82'
Técnico:
  José Yudica


Homem do Jogo:
Michel Platini (Juventus)

CampeãoEditar

Copa Européia/Sul-Americana de 1985
 
Juventus
1º Título

Referências

  1. Aldo Proieto (10 de dezembro de 1985). «Juventus-Argentinos: Un partido inolvidable». El Gráfico (em Spanish). 3453 
  2. «Fifa reconhece títulos mundiais de Santos, Flamengo, Grêmio e São Paulo». ESPN. Consultado em 27 de outubro de 2017 
  3. «Fifa reconhece Santos, Fla e Grêmio como campeões mundiais». Veja. Consultado em 28 de outubro de 2017