Abrir menu principal

Copa Europeia/Sul-Americana de 1986

A Copa Europeia/Sul-Americana de 1986, também conhecida como e Copa Intercontinental, foi disputada na cidade de Tóquio no Japão em 14 de dezembro de 1986. O confronto envolveu o River Plate da Argentina, campeão da Taça Libertadores da América e o Steaua Bucareste da Romênia, campeão da Liga dos Campeões da UEFA.[1]

Copa Europeia/Sul-Americana 1986
Evento
Data 14 de dezembro de 1986
Local National Stadium, Tóquio
Melhor em campo Alzamendi (River Plate)
Árbitro Uruguai José Martínez
Público 62,000

Em 27 de outubro de 2017, após uma reunião realizada na Índia, o Conselho da FIFA reconheceu os vencedores da Copa Intercontinental como campeões mundiais.[2][3]

Índice

HistóriaEditar

No dia 14 de dezembro de 1986, em Tóquio (JAP), o River Plate disputou a partida mais importante de sua história: a final da Copa Europeia/Sul-Americana. O adversário dos argentinos foi o surpreendente Steaua Bucareste da Romênia, campeão da Taça dos Clubes Campeões Europeus daquele ano após derrotar, nos pênaltis, o Barcelona. Os romenos tinham um time muito forte defensivamente e contavam com perigosos jogadores como Belodedici, Balint, Lacatus e Piturca. Já o River tinha sua força máxima e apostava no comando técnico de Alonso, na força de marcação de Gallego, na velocidade pelas pontas de Enrique e Alfaro e na dupla de ataque formada por Funes e Alzamendi. E foi este último o autor do gol mais lembrado e falado por qualquer torcedor do River até hoje. Aos 28´ do primeiro tempo, Alonso cobrou uma falta rápida um pouco a frente do meio de campo em direção a Alzamendi, na direita. O atacante avançou e chutou rasteiro. A bola bateu na trave, no goleiro e subiu. No alto, Alzamendi testou firme para colocar a pelota dentro do gol: 1 a 0.

A partir daí, os romenos tentaram chegar ao gol de empate trabalhando a bola de pé em pé, mas pecaram nas finalizações e nas atuações perfeitas do goleiro Pumpido e da zaga formada por Ruggeri e Gutiérrez. O River pôde liquidar o jogo no segundo tempo, mas Alfaro e Alzamendi desperdiçaram as chances claras que tiveram. Depois de 90 minutos, o árbitro uruguaio apitou o fim do jogo e o início da festa argentina no Japão: River Plate campeão intercontinental!

Clubes ParticipantesEditar

Localidade das equipes que disputaram a Copa Toyota 1986.
Confederação Equipe Classificação Participação
CONMEBOL   River Plate Campeão da Copa Libertadores da América de 1986
UEFA   Steaua Bucareste Campeão da Taça dos Clubes Campeões Europeus de 1985–86

ChaveamentoEditar

  A Classificação[NOTA] Copa Intercontinental
                     
   Steaua Bucareste (pen) 0 (2)  
   Barcelona 0 (0)  
     Steaua Bucareste 0
     River Plate 1
   River Plate 2 1
   América de Cali 1 0
Notas

FinalEditar

14 de dezembro de 1986 River Plate   1 – 0   Steaua Bucuresti Estádio Nacional , Tóquio, Japão

Alzamendi   28' Público: 62.000
Árbitro:   José Martínez Bazán
     
 
 
River Plate
     
 
 
Steaua Bucarest
GK 1   Pumpido
DF 4   Gordillo
DF 2   Gutiérrez
DF 6   Ruggeri
DF 3   Montenegro
MF 8   Enrique
MF 5   Gallego  
MF 11   Alfaro   68'
MF 10   Alonso
FW 7   Alzamendi
FW 9   Funes
Substituição:
MF 14   Sperandío   68'
Técnico:
  Héctor Veira
GK 1   Stângaciu
DF 2   Iovan  
DF 6   Belodedici
DF 4   Bumbescu
DF 11   Weissenbacher
MF 3   Bărbulescu   60'
MF 5   Stoica
MF 8   Bălan
MF 10   Balint
FW 7   Lăcătuş
FW 9   Piţurcă
Substituição:
MF 14   Mihail Majearu   60'
Técnico:
  Anghel Iordănescu

Homem do Jogo:
Alzamendi (River Plate)

CampeãoEditar

Copa Europeia/Sul-Americana de 1986
 
River Plate
1º Título

Referências

  1. «Intercontinental Club Cup 1986». RSSSF (em inglês). Consultado em 24 de Dezembro de 2014 
  2. «Fifa reconhece títulos mundiais de Santos, Flamengo, Grêmio e São Paulo». ESPN. Consultado em 27 de outubro de 2017 
  3. «Fifa reconhece Santos, Fla e Grêmio como campeões mundiais». Veja. Consultado em 28 de outubro de 2017