Abrir menu principal

Copa Libertadores da América de 1961

Taça Libertadores da América de 1961
II Copa dos Campeões da América
Peñarol - campeon de america 1961.jpg
O clube uruguaio Peñarol, campeão da Copa Libertadores da América de 1961 com destaque para o atacante equatoriano Alberto Spencer (o segundo agachado, da esquerda para a direita).
Dados
Participantes 9
Organização CONMEBOL
Local de disputa Flags of the Union of South American Nations.gif América do Sul
Período 2 de abril11 de junho
Gol(o)s 52
Partidas 16
Média 3,25 gol(o)s por partida
Campeão Uruguai Peñarol (2º título)
Vice-campeão Brasil Palmeiras
Melhor marcador ArgentinaARG Panzutto (Santa Fe) – 4 gols
Melhor ataque (fase inicial) Paraguai Olimpia – 6 gols
Melhor defesa (fase inicial) Brasil Palmeiras – Nenhum gol
Maior goleada
(diferença)
Peñarol Uruguai 5 – 0 Peru Universitario
Estádio CentenárioMontevidéu
19 de abril, Primeira fase
Público 583 780
Média 36 486,3 pessoas por partida
◄◄ Libertadores 1960 Soccerball.svg Libertadores 1962 ►►

A Taça Libertadores da América de 1961, originalmente denominada Copa dos Campeões da América pela CONMEBOL, foi a segunda edição do torneio. Contou com a participação de 9 países (apenas a Venezuela não participou).

O título ficou novamente com o Peñarol, do Uruguai, que derrotou o time brasileiro do Palmeiras, na primeira participação de uma equipe brasileira na final da competição.

Índice

Equipes classificadasEditar

País Equipe Cidade Classificação Títulos Participação
  Argentina
(1 vaga)
Independiente Avellaneda Campeão do Campeonato Argentino de 1960 0 (não possui)
  Bolívia
(1 vaga)
Jorge Wilstermann Cochabamba Campeão do Campeonato Boliviano de 1960 0 (não possui)
  Brasil
(1 vaga)
Palmeiras São Paulo Campeão do Campeonato Brasileiro de 1960 0 (não possui)
  Chile
(1 vaga)
Colo-Colo Santiago Campeão do Campeonato Chileno de 1960 0 (não possui)
  Colômbia
(1 vaga)
Santa Fe Bogotá Campeão do Campeonato Colombiano de 1960 0 (não possui)
  Equador
(1 vaga)
Barcelona de Guayaquil Guayaquil Campeão do Campeonato Equatoriano de 1960 0 (não possui)
  Paraguai
(1 vaga)
Olimpia Assunção Campeão do Campeonato Paraguaio de 1960 0 (não possui)
  Peru
(1 vaga)
Universitario Lima Campeão do Campeonato Peruano de 1960 0 (não possui)
  Uruguai
(1 vaga)
Peñarol Montevidéu Campeão do Campeonato Uruguaio de 1960 1 (1960)

TabelaEditar

Fase preliminarEditar

Equipe Pts J V E D GP GC SG
  Santa Fe 3 2 1 1 0 5 2 +3
  Barcelona de Guayaquil 1 2 0 1 1 2 5 -3
Jogo de ida
2 de abril de 1961 Independiente Santa Fe   3 – 0   Barcelona El Campín, Bogotá (Colômbia)

Osvaldo Panzutto    
Alberto Perazzo  
Público: 25.000
Árbitro:  EQU Rafael Guerrero Parker
Jogo de volta
9 de abril de 1961 Barcelona   2 – 2   Independiente Santa Fe Modelo, Guayaquil (Equador)

Romero    Perazzo  
Panzutto  
Público: 15.000
Árbitro:  COL Ovidio Orrego

Quartas-de-finalEditar

Grupo 1Editar

Equipe Pts J V E D GP GC SG
  Olimpia 2 2 1 0 1 6 4 +2
  Colo-Colo 2 2 1 0 1 4 6 -2
Jogo de ida
9 de abril de 1961 Colo-Colo   2 – 5   Olimpia Nacional, Santiago (Chile)

Hormazábal  
Toro  
Cabral   
Ferreira   
González  
Público: 17.780
Árbitro:  URU Esteban Marino
Jogo de volta
16 de abril de 1961 Olimpia   1 – 2   Colo-Colo Manuel Ferreira, Assunção (Paraguai)

González   Hormazábal  
Álvarez  
Público: 35.000
Árbitro:  URU Pablo Victor Vaga

Grupo 2Editar

Equipe Pts J V E D GP GC SG
  Peñarol 2 2 1 0 1 5 2 +3
  Universitario 2 2 1 0 1 2 5 -3
Jogo de ida
19 de abril de 1961 Peñarol   5 – 0   Universitario Centenario, Montevidéu (Uruguai)

Joya   
Spencer   
Sasía  
Público: 57.630
Árbitro:  CHI Carlos Robles
Jogo de volta
30 de abril de 1961 Universitario   2 – 0   Peñarol Nacional, Lima (Peru)

Uribe  
Iwasaki  
Público: 12.000
Árbitro:  CHI Carlos Robles

Grupo 3Editar

Equipe Pts J V E D GP GC SG
  Palmeiras 4 2 2 0 0 3 0 +3
  Independiente 0 2 0 0 2 0 3 -3
Jogo de ida
4 de maio de 1961 Independiente   0 – 2   Palmeiras Racing Club, Avellaneda (Argentina)

Gildo  
Zequinha  
Público: 25.000
Árbitro:  PAR Jose Dimas Larrosa
Jogo de volta
11 de maio de 1961 Palmeiras   1 – 0   Independiente Pacaembu, São Paulo (SP)

Scotto   Público: 40.000
Árbitro:  PAR Jose Dimas Larrosa

Grupo 4Editar

Equipe Pts J V E D GP GC SG
  Santa Fe 2 2 1 0 1 3 3 0
  Jorge Wilstermann 2 2 1 0 1 3 3 0
Jogo de ida
30 de abril de 1961 Jorge Wilstermann   3 – 2   Independiente Santa Fe Félix Capriles, Cochabamba (Bolívia)

López   
Sánchez  
Panzutto  
Castro  
Público: 35.000
Árbitro:  CHI Carlos Robles
Jogo de volta
7 de maio de 1961 Independiente Santa Fe   1 – 0   Jorge Wilstermann El Campín, Bogotá (Colômbia)

Claure   (GC) Público: 25.000
Árbitro:  ARG Luis Ventre

SemifinaisEditar

Grupo AEditar

Equipe Pts J V E D GP GC SG
  Palmeiras 3 2 1 1 0 6 3 +3
  Santa Fe 1 2 0 1 1 3 6 -3
Jogo de ida
21 de maio de 1961 Independiente Santa Fe   2 – 2   Palmeiras El Campín, Bogotá (Colômbia)

Perazzo  
Castro  
Gildo  
Chinesinho  
Público: 35.000
Árbitro:  BRA João Etzel Filho
Jogo de volta
28 de maio de 1961 Palmeiras   4 – 1   Independiente Santa Fe Pacaembu, São Paulo (SP)

Romeiro   
Humberto  
Gildo  
Mottura   Público: 60.000
Árbitro:  COL Ovidio Orrego

Grupo BEditar

Equipe Pts J V E D GP GC SG
  Peñarol 4 2 2 0 0 5 2 +3
  Olimpia 0 2 0 0 2 2 5 -3
Jogo de ida
21 de maio de 1961 Peñarol   3 – 1   Olimpia Centenario, Montevidéu (Uruguai)

Joya  
Cubilla  
Cano  
González   Público: 42.000
Árbitro:  ARG Carlos Nai Foino
Jogo de volta
27 de maio de 1961 Olimpia   1 – 2   Peñarol Manuel Ferreira, Assunção (Paraguai)

Claudio Lezcano   Sasía  
Cubilla  
Público: 15.000
Árbitro:  ARG José Luis Praddaude

FinaisEditar

Equipe Pts J V E D GP GC SG
  Peñarol 3 2 1 1 0 2 1 +1
  Palmeiras 1 2 0 1 1 1 2 -1
Jogo de ida
4 de junho de 1961 Peñarol   1 – 0   Palmeiras Centenario, Montevidéu (Uruguai)

Spencer   89' Público: 64.376
Árbitro:  ARG Jose Luis Praddaude
Auxiliares:  ARG Juan Brozzi e  ARG Carlos Nai Foino
 
     
 
 
Peñarol
     
 
 
Palmeiras
 
PEÑAROL:
G   Maidana
LD   Martínez
Z   Cano
Z   Matosas
LE   González
M   Aguerre
M   Cubilla
A   Ledesma
A   Spencer
A   Sasía
A   Joya
Treinador:
  Roberto Scarone
PALMEIRAS:
G   Valdir
LD   Djalma Santos
Z   Valdemar Carabina
Z   Aldemar
LE   Geraldo Scotto
V   Zequinha
V   Geraldo
M   Julinho Botelho
M   Romeiro
A   Chinesinho
A   Humberto
Treinador:
  Armando Renganeschi
Jogo de volta
11 de junho de 1961 Palmeiras   1 – 1   Peñarol Pacaembu, São Paulo (SP)

Nardo   69' Sasía   5' Público: 50.000
Árbitro:  ARG Jose Luis Praddaude
Auxiliares:   Juan Brozzi e   Carlos Nai Foino
 
     
 
 
Palmeiras
     
 
 
Peñarol
 
PALMEIRAS:
G   Valdir
LD   Djalma Santos
Z   Valdemar Carabina
Z   Aldemar
LE   Geraldo Scotto
V   Zequinha
V   Geraldo
M   Julinho Botelho
M   Romeiro   a'
A   Chinesinho
A   Gildo
Substituição:
A   Nardo   a'
Treinador:
  Armando Renganeschi
PEÑAROL:
G   Maidana
LD   Martínez
Z   Cano
Z   Matosas
LE   González
M   Aguerre
M   Cubilla
A   Ledesma
A   Spencer
A   Sasía
A   Joya
Treinador:
  Roberto Scarone


Libertadores 1961
 
PEÑAROL
Campeão
(2º título)

ArtilheirosEditar

Pos Jogador Clube Gols
1   Osvaldo Panzutto   Santa Fe 4
2   Alberto Perazzo   Santa Fe 3
  Benicio Ferreira   Olimpia 3
  Juan Joya   Peñarol 3
  Jose Francisco Sasía   Peñarol 3
  Alberto Spencer   Peñarol 3

PúblicoEditar

Os 16 jogos da Copa Libertadores da América de 1961 convocaram 583 mil espectadores nos estádios, o equivalente a uma média de 36.000 por jogo.

Equipe País Total Partidas Média
Peñarol   Uruguai 164.006 3 54.668
Santa Fe   Colômbia 135.000 3 45.000
Palmeiras   Brasil 130.000 3 43.333
Jorge Wilstermann   Bolívia 35.000 1 35.000
Independiente   Argentina 25.000 1 25.000
Olimpia   Paraguay 50.000 2 25.000
Colo-Colo   Chile 17.780 1 17.780
Barcelona   Ecuador 15.000 1 15.000
Universitario   Peru 12.000 1 12.000

Veja tambémEditar

Ligações externasEditar