Abrir menu principal

Wikipédia β

Copa Libertadores da América de 1970

A Taça Libertadores da América de 1970 foi vencida pelo Estudiantes, da Argentina, que sagrou-se tricampeão derrotando outro tricampeão de então, o Peñarol, do Uruguai. O Brasil não inscreveu times nessa edição da competição, como já fizera em 1966 e 1969, alegando insatisfação com o calendário do torneio, que no entender da CBD, prejudicava a preparação da Seleção Brasileira para a Copa do Mundo de 1970 e a excessiva violência dos adversários, que colocava em risco a integridade física de seus atletas. Como curiosidade, esta edição detém até hoje a maior goleada de todas as Libertadores, no jogo em que o Peñarol, do Uruguai venceu o Valencia, da Venezuela, por 11-2.

Taça Libertadores da América de 1970
XI Copa Libertadores
Dados
Participantes 19
Organização CONMEBOL
Local de disputa Flags of the Union of South American Nations.gif América do Sul
Período 11 de fevereiro27 de maio
Gol(o)s 253
Partidas 86
Média 2,94 gol(o)s por partida
Campeão Argentina Estudiantes (3º título)
Vice-campeão Uruguai Peñarol
Melhor marcador EquadorECU Bertocchi (LDU Quito) – 9 gols
Melhor ataque (fase inicial) 29 gols:
Melhor defesa (fase inicial) Uruguai Nacional – 3 gols
Maior goleada
(diferença)
Peñarol Uruguai 11 – 2 Venezuela Valencia
Estádio CentenárioMontevidéu
15 de março, primeira fase
◄◄ Libertadores 1969 Soccerball.svg Libertadores 1971 ►►

Índice

Equipes classificadasEditar

País Equipe Cidade Classificação Títulos Participação
  Argentina
(2 vagas + atual campeão)
Estudiantes La Plata Campeão da Copa Libertadores 2 (1968, 1969)
Boca Juniors Buenos Aires Campeão do Campeonato Argentino de 1969 0 (não possui)
River Plate Buenos Aires Vice-campeão do Campeonato Argentino de 1969 0 (não possui)
  Bolívia
(2 vagas)
Universitario La Paz Campeão do Campeonato Boliviano de 1969 0 (não possui)
Bolívar La Paz Vice-campeão do Campeonato Boliviano de 1969 0 (não possui)
  Chile
(2 vagas)
Universidad de Chile Santiago Campeão do Campeonato Chileno de 1969 0 (não possui)
Rangers Talca Vice-campeão do Campeonato Chileno de 1969 0 (não possui)
  Colômbia
(2 vagas)
Deportivo Cali Cali Campeão do Campeonato Colombiano de 1969 0 (não possui)
América de Cali Cali Vice-campeão do Campeonato Colombiano de 1969 0 (não possui)
  Equador
(2 vagas)
LDU Quito Quito Campeão do Campeonato Equatoriano de 1969 0 (não possui)
América Quito Vice-campeão do Campeonato Equatoriano de 1969 0 (não possui)
  Paraguai
(2 vagas)
Guaraní Assunção Campeão do Campeonato Paraguaio de 1969 0 (não possui)
Olimpia Assunção Vice-campeão do Campeonato Paraguaio de 1969 0 (não possui)
  Peru
(2 vagas)
Universitario Lima Campeão do Campeonato Peruano de 1969 0 (não possui)
Defensor Arica Lima Vice-campeão do Campeonato Peruano de 1969 0 (não possui)
  Uruguai
(2 vagas)
Nacional Montevidéu Campeão do Campeonato Uruguaio de 1969 0 (não possui)
Peñarol Montevidéu Vice-campeão do Campeonato Uruguaio de 1969 3 (1960, 1961, 1966) 10ª
  Venezuela
(2 vagas)
Deportivo Galicia Caracas Campeão do Campeonato Venezuelano de 1969 0 (não possui)
Valencia Valencia Vice-campeão do Campeonato Venezuelano de 1969 0 (não possui)

Primeira faseEditar

Grupo 1Editar

Equipe Pts J V E D GP GC SG
  Boca Juniors 11 6 5 1 0 14 4 +10
  River Plate 7 6 3 1 2 15 6 +9
  Bolívar 4 6 1 2 3 7 9 -2
  Universitario 2 6 0 2 4 2 19 -17
  BOC BOL RIV ULP
Boca Juniors 2-0 2-1 4-0
Bolívar 2-3 1–1 2-0
River Plate 1-3 1-0 9-0
Universitario 0-0 2-2 0-2
15 de fevereiro Universitario   2 – 2   Bolívar Hernando Siles, La Paz

Parada  
Ferreira  
Cayo  
Schettina  
Público: 4 000
Árbitro:  BOL A. Daza


17 de fevereiro River Plate   1 - 3   Boca Juniors El Monumental, Buenos Aires

Enzo Gennoni   Jorge Coch    
Aldo Villagra  
Público: 55 000
Árbitro:  ARG Luis Pestarino


22 de fevereiro Bolívar   2 - 3   Boca Juniors Hernando Siles, La Paz

Gómez  
Rada  
Ángel Clemente Rojas    
Hugo Curioni  
Público: 35 000
Árbitro:  PAR Isidro Ramírez


26 de fevereiro Universitario   0 - 0   Boca Juniors Hernando Siles, La Paz

Público: 35 000
Árbitro:  CHI Carlos Robles


1 de março Universitario   0 - 2   River Plate Hernando Siles, La Paz

Trebucq  
Enzo Gennoni  
Público: 30 000
Árbitro:  URU Armando Pena Rocha


5 de março Bolívar   1 - 1   River Plate Hernando Siles, La Paz

Tercilla   Montivero   Público: 30 000
Árbitro:  URU Armando Pena Rocha


7 de março Boca Juniors   4 - 0   Universitario La Bombonera, Buenos Aires

Savoy    
Ángel Clemente Rojas  
Omar Larrosa  
Público: 38 000
Árbitro:  COL Guillermo Velásquez


11 de março River Plate   9 - 0   Universitario El Monumental, Buenos Aires

Oscar Más        
Daniel Onega      
Merlo  
Montivero  
Público: 40 000
Árbitro:  PER César Orozco


12 de março Boca Juniors   2 - 0   Bolívar La Bombonera, Buenos Aires

Savoy  
Ángel Clemente Rojas  
Público: 25 000
Árbitro:  CHI Jorge Cruzat


15 de março River Plate   1 - 0   Bolívar El Monumental, Buenos Aires

Daniel Onega   Público: 25 000
Árbitro:  URU Ramón Barreto


19 de março Boca Juniors   2 - 1   River Plate La Bombonera, Buenos Aires

Omar Larrosa  
Savoy  
Daniel Onega   Público: 55 000
Árbitro:  ARG Roberto Barreiro


19 de março Bolívar   2 - 0   Universitario Hernando Siles, La Paz

Ramíro Blacutt  
Costa  
Público: 28 000
Árbitro:  BOL Arturo Ortubé

Grupo 2Editar

Equipe Pts J V E D GP GC SG
  Nacional 10 6 4 2 0 13 3 +10
  Peñarol 9 6 3 3 0 17 4 +13
  Valencia 5 6 2 1 3 9 18 -9
  Deportivo Galicia 0 6 0 0 6 2 16 -14
  DGA NAC PEN VAL
Deportivo Galicia 0-4 0-1 0-2
Nacional 2-0 1–1 1-0
Peñarol 4-1 0-0 11-2
Valencia 2-1 2-5 0-0
15 de fevereiro Deportivo Galicia   0 - 2   Valencia Olímpico, Caracas

Salles  
Lovizutto  
Público: 12 000
Árbitro:  VEN Sérgio Chechelev


15 de fevereiro Nacional   1 - 1   Peñarol Estádio Centenário, Montevidéu

Júlio César Morales   Ermindo Onega   Público: 60 000
Árbitro:  URU Angel Eduardo Pazos


21 de fevereiro Deportivo Galicia   0 - 4   Nacional Olímpico, Caracas

Montero Castillo  
Ancheta  
Morales  
Modesto Díaz  
Público: 9 000
Árbitro:  COL Omar Delgado


22 de fevereiro Valencia   0 - 0   Peñarol Misael Delgado

Público: 12 000
Árbitro:  PAR José Dimas Larrosa


25 de fevereiro Valencia   2 - 5   Nacional Misael Delgado

Salles  
Díaz  
Morales  
Luis Artime    
Celio    
Público: 10 000
Árbitro:  PER César Orozco


27 de fevereiro Deportivo Galicia   0 - 1   Peñarol Olímpico, Caracas

Ermindo Onega   Público: 10 000
Árbitro:  COL Guillermo Velásquez


3 de março Valencia   3 - 1   Deportivo Galicia Misael Delgado

Zezinho  
Leio  
Glasmann  
Langón   Público: 16 000
Árbitro:  VEN Sérgio Chechelev


6 de março Peñarol   0 - 0   Nacional Estádio Centenário, Montevidéu

Público: 45 000
Árbitro:  URU Alejandro Otero


10 de março Peñarol   4 - 1   Deportivo Galicia Estádio Centenário, Montevidéu

Rocha  
Spencer    
Ermindo Onega  
Maldonado   Público: 15 000
Árbitro:  PER Erwin Hieger


12 de março Nacional   1 - 0   Valencia Estádio Centenário, Montevidéu

Ancheta   Público: 18 000
Árbitro:  PER Erwin Hieger
15 de março Peñarol   11 - 2   Valencia Estádio Centenário, Montevidéu

Rocha      
Spencer    
Losada    
E. Onega    
Acuña  
Caceres  
Lovizuto  
Salles  
16 de março Nacional   2 - 0   Deportivo Galicia Estádio Centenário, Montevidéu

Mamelli     Público: 5 000
Árbitro:  CHI Rafael Hormazábal

Grupo 3Editar

Time Pts J V E D GP GC SG
  Guaraní 15 10 5 5 0 12 4 +8
  Universidad de Chile 13 10 5 3 2 19 11 +8
  Deportivo Cali 12 10 5 2 3 18 16 +2
  Olimpia 12 10 4 4 2 19 11 +8
  América de Cali 5 10 1 3 6 12 22 -10
  Rangers 3 10 1 1 8 11 27 -16
  ACA DCA GUA OLI RAN UCH
América de Cali 2-4 2-2 1-1 1-0 2-2
Deportivo Cali 4-2 0-0 0-1 3-2 2-0
Guaraní 4-1 1-1 1-0 2-0 1-0
Olimpia 1-0 5-1 0-0 5-1 1-1
Rangers 2-0 0-2 0-1 4-4 1-7
Universidad de Chile 2-1 3-1 0-0 2-1 2-1

Grupo 4Editar

Equipe Pts J V E D GP GC SG
  Universitario 9 6 4 1 1 11 4 +7
  LDU Quito 7 6 3 1 2 10 6 +4
  Defensor Arica 5 6 1 3 2 5 6 -1
  América de Quito 3 6 1 1 4 4 14 -10
  AEQ DAR LDU UNI
América de Quito 1-1 1-3 0-3
Defensor Arica 0-1 0-0 1-1
LDU Quito 4-1 1-2 2-0
Universitario 2-0 2-1 2-0

Segunda faseEditar

Grupo 1Editar

Equipe Pts J V E D GP GC SG
  River Plate 7 4 3 1 0 9 5 +4
  Boca Juniors 5 4 2 1 1 5 3 +2
  Universitario 0 4 0 0 4 5 11 -6
  BOC RIV UNI
Boca Juniors 1-1 1-0
River Plate 1-0 5-3
Universitario 1-3 1-2

Grupo 2Editar

Equipe Pts J V E D GP GC SG
  Peñarol 6 4 3 0 1 6 4 +2
  Guaraní 3 4 1 1 2 3 3 0
  LDU Quito 3 4 1 1 2 4 6 -2
  GUA LDU PEN
Guaraní 1-1 2-0
LDU Quito 1-0 1-3
Peñarol 1-0 2-1
 
O clube argentino Estudiantes de La Plata venceu a Copa Libertadores da América de 1970

Grupo 3Editar

Time Pts J V E D GP GC SG
  Universidad de Chile 4 3 2 0 1 5 3 +2
  Nacional 2 3 1 0 2 3 5 -2
Data Partida Cidade
15/04 Universidad de Chile   3-0   Nacional Santiago
25/04 Nacional   2-0   Universidad de Chile Montevidéu
Jogo Desempate
28/04 Universidad de Chile   2-1   Nacional Porto Alegre

Semi-finalEditar

Chave AEditar

Time Pts J V E D GP GC SG
  Peñarol 3 3 1 1 1 4 3 +1
  Universidad de Chile 3 3 1 1 1 3 4 -1
Jogo de ida
8 de maio Universidad de Chile   1 - 0   Peñarol Nacional, Santiago

Pedro Araya   Público: 72 990
Árbitro:  EQU Eduardo Rendón
Jogo de volta
12 de maio Peñarol   2 - 0   Universidad de Chile Estádio Centenario, Montevidéu

Ermindo Onega  
Alberto Spencer  
Público: 45 000
Árbitro:  COL Omar Delgado
Jogo de desempate
14 de maio Peñarol   2 - 2   Universidad de Chile Juan Domingo Perón, Avellaneda

Solari  
Juan Ramón Verón  
Echecopar  
Oscar Mas   Público: 5 000
Árbitro:  PER César Orozco

Chave BEditar

Time Pts J V E D GP GC SG
  Estudiantes 4 2 2 0 0 4 1 +3
  River Plate 0 2 0 0 2 1 4 -3
Jogo de ida
7 de maio River Plate   0 - 1   Estudiantes El Monumental, Buenos Aires

Juan Ramón Verón   Público: 50 000
Árbitro:  ARG Miguel A. Comesana
Jogo de volta
15 de maio Estudiantes   3 - 1   River Plate Jorge Luis Hirschi, La Plata

Solari  
Juan Ramón Verón  
Echecopar  
Oscar Mas   Público: 40 000
Árbitro:  ARG Roberto Barreiro

FinalEditar

Time Pts J V E D GP GC SG
  Estudiantes 3 2 1 1 0 1 0 +1
  Peñarol 1 2 0 1 1 0 1 -1
Jogo de ida
21 de maio   Estudiantes 1 – 0 Peñarol   Jorge Luis Hirschi, La Plata

Néstor Togneri   Relatório Público: 40 000
Árbitro:  CHI Carlos Robles


Jogo de volta
27 de maio Peñarol   0 − 0   Estudiantes Estádio Centenario, Montevidéu

Relatório Público: 60 000
Árbitro:  PAR José Dimas Larrosa


Libertadores 1970
 
ESTUDIANTES
Campeão
(3º título)

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.