Abrir menu principal

Wikipédia β

Copa Estado do Piauí
Copa Piauí
Piauí
Dados gerais
Organização FFP
Edições 8 em 12 anos (incluindo 2017)
Local de disputa  Piauí, Brasil
Número de equipes 5
Sistema Grupos fechados,
fase eliminatória e
Finais - ida e volta
Soccerball current event.svg Edição atual
editar

Copa Estado do Piauí é um campeonato eventualmente realizado pela Federação de Futebol do Piauí (FFP) desde 2006.

No primeiro ano de disputa, o propósito dessa competição era decidir os dois representantes do estado no Campeonato Brasileiro de Futebol - Série C. Em 2007, 2008, 2012 e 2013 o vencedor da Copa ficava com a segunda vaga do estado na Copa do Brasil do ano seguinte. Em 2009 o vencedor classificou-se para o Campeonato Brasileiro - Série D.

Índice

EdiçõesEditar

Edição 2010Editar

Os seis times participantes seriam os seis mais bem classificados na tabela geral do Campeonato Piauiense de Futebol de 2010, conforme o regulamento do Campeonato:[1] Comercial, Barras, Flamengo, Parnahyba, Picos e Ríver.

Em uma reunião realizada na noite de 28 de julho de 2010, a diretoria do River decidiu que não iria disputar a Copa Piauí 2010,[2] mas posteriormente essa informação foi negada pela própria diretoria do Ríver.[3]

Em 2010, não houve a Copa Piauí, e em função da não realização da edição, o representante do estado na Série D do Campeonato Brasileiro de 2011 será o campeão do 1º turno do Campeonato Piauiense de Futebol de 2011[4].

Edição 2011Editar

Em 2011, em função de problemas envolvendo as eleições para a presidência da Federação Piauiense, não houve a realização da Copa Piauí[5].

Posteriormente foi decidido que o representante piauiense na Série D 2012 seria o campeão do Torneio da Movimentação, torneio este realizado pela Federação de Futebol do Piauí e que antecede o Campeonato Piauiense de 2012.

Edição 2012Editar

Aconteceu imediatamente após o Campeonato Piauiense para que os clubes não perdessem o ritmo de competição.

E teve Rivengo na final, em partida dupla. Essas equipes finalmente se encontraram em uma final de competição após 6 anos. Nessa edição, o Ríver foi melhor na classificação geral, mas na final o Flamengo acabou com o favoritismo do rival e venceu a competição pela terceira vez.

EdiçõesEditar

Ano Final Semifinalistas Participantes
Campeão Placar Vice-campeão
2006
Detalhes
 
Ríver
0 – 0
2 – 1
 
Flamengo-PI
 
Piauí
 
Parnahyba
12
2007
Detalhes
 
Barras
2 – 1
1 – 0
 
Piauí
Apenas 2 participantes 2
2008
Detalhes
 
Flamengo-PI
1 – 0
2 – 2
 
Picos
Apenas 2 participantes 2
2009
Detalhes
 
Flamengo-PI
2 – 1  
Picos
 
Ríver
 
Piauí
6
2010-2011 Não disputado
2012
Detalhes
 
Flamengo-PI
2 – 3
3 – 0
 
Ríver
 
4 de Julho
 
Piauí
6
2013*
Detalhes
 
Flamengo-PI
Por Pontos  
Piauí
 
4 de Julho
 
Picos
4
2014 Não disputado
2015
Detalhes
 
Parnahyba
Por Pontos  
Flamengo-PI
 
Piauí
 
Caiçara
4
2016 Não disputado
2017
Detalhes
 
4 de Julho
4 - 0
0 - 4
 
Ríver
 
Piauí
 
Flamengo-PI
5
2018 Não disputado

Títulos por clubeEditar

Clube Títulos Vices Semi-Final
  Flamengo-PI 4 (2008, 2009, 2012 e 2013) 2 (2006 e 2015) 1 (2017)
  Ríver 1 (2006) 2 (2012 e 2017) 1 (2009)
  4 de Julho 1 (2017) 0 2 (2012 e 2013)
  Parnahyba 1 (2015) 0 1 (2006)
  Barras 1 (2007) 0 0
  Piauí 0 2 (2007 e 2013) 5 (2006, 2009, 2012 e 2015 e (2017)
  Picos 0 2 (2008 e 2009) 1 (2013)
Caiçara 0 0 1 (2015)

ArtilheirosEditar

Ano Artilheiro Clube Gols
2006 Boiadeiro Flamengo-PI(Teresina) 8
2007 Joniel Barras (Barras) 2
2008 Guarilha
Marcelo
Rigoberto
Roberto
Roni
Picos (Picos)
Flamengo-PI (Teresina)
Picos (Picos)
Flamengo-PI (Teresina)
Flamengo-PI (Teresina)
1
2009 Roni Flamengo-PI (Teresina) 13
2012 Anderson Kamar Ríver (Teresina) 9
2013 Silas Piauí (Teresina) 5
2015 Silas Parnahyba (Parnaíba) 3

CuriosidadesEditar

Em 2007 apenas três times tiveram interesse na disputa (e o Picos foi barrado por ter disputado a segunda divisão estadual em 2007), o que torna preocupante a situação do futebol no estado.[6]

Se for mais a fundo, a alteração sutil no regulamento de 2014 feriu, indubitavelmente, o paralelismo dos números (é só ver que no vestibular se busca preencher sempre as vagas dos desistentes, mas, pelo arremedo que fizeram, não). O número mínimo a ser considerado, portanto, é o do ano-base 2013, e, como matematicamente 6 é maior que 4 (número mínimo proposto pelo Regulamento Geral das Competições da CBF) e "participarão" está no plano da convicção, seis clubes de melhor índice técnico vindos do campeonato piauiense (sem contar o campeão) hão de compor a lista dos participantes, independente da condição crítica alegada para o segundo semestre.

Tal situação do parágrafo anterior pôs em cheque inclusive a maneira como foi desenrolada a Copa Estado do Piauí de 2013, que, dentre outros vícios, não poderia ser realizada da forma como foi, daí ser colocado um humilde, porém bastante significativo, asterisco após o nome do campeão.

Ver tambémEditar

Referências

  1. Dídimo de Castro (19 de abril de 2010). «A Copa Estado do Piauí 2010 terá seis clubes». Cidade Verde. Consultado em 20 de abril de 2010. 
  2. Severino Filho (29 de julho de 2010). «River mantém time desativado até dezembro». Acesse Piauí. Consultado em 29 de julho de 2010. 
  3. Severino Filho (31 de julho de 2010). «Conselheiro tricolor descarta a desativação». Acesse Piauí. Consultado em 31 de julho de 2010. 
  4. Idelfran Monteiro (28 de janeiro de 2011). «Clubes e Federação definem normas para o Estadual- 2011». diariodeteresina.com.br. Consultado em 15 de fevereiro de 2011. 
  5. Orlando Portela (7 de julho de 2012). «Copa Piauí começa em Agosto, anuncia Federação de Futebol». www.piauihoje.com. Consultado em 12 de julho de 2012. 
  6. Ximenes, Rafael. «A copa de dois times». Lancenet 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre futebol brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.