Abrir menu principal

Copa do Brasil de Futebol Feminino de 2009

Copa do Brasil Feminino de 2009
III Copa do Brasil de Futebol Feminino
Dados
Participantes 32
Organização CBF
Local de disputa  Brasil
Período 24 de setembro1º de dezembro
Gol(o)s 223
Partidas 47
Média 4,74 gol(o)s por partida
Campeã São Paulo Santos (2º título)
Vice-campeã São Paulo Botucatu
Melhor marcadora Marta (Santos) – 18 gols
Maior goleada
(diferença)
Mixto Mato Grosso 0 – 12 São Paulo Santos
Cuiabá

22 de outubro, Oitavas-de-final
◄◄ Brasil 2008 Soccerball.svg 2010 Brasil ►►

A III Copa do Brasil de Futebol Feminino ocorreu entre 24 de setembro e 1 de dezembro de 2009 e foi organizada pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Foram 32 equipes de todas as regiões do Brasil.[1][2] A equipe do Santos, que tinha em seu elenco Marta e Cristiane, foi bicampeã invicta.[3]

Índice

Sistema de disputaEditar

O sistema de disputa foi semelhante ao da Copa do Brasil de futebol masculino, com jogos eliminatórios (mata-mata) até a decisão do título. A equipe que somou o maior número de pontos ganhos ao final das duas partidas disputas, dentro do próprio grupo, em cada fase, foi classificada para compor os grupos das fases seguintes. As equipes iniciaram cada fase com zero pontos, ou seja, os resultados da fase anterior foram descartados na fase seguinte.

Na primeira fase as equipes foram dispostas em grupos regionalmente (grupos 1 a 8 - região Norte e Nordeste; grupos 9 a 16 - Centro-Oeste, Sul e Sudeste) para facilitar o deslocamento das equipes e, apenas nesta fase, caso a equipe visitante tivesse vencido a primeira partida por três gols ou mais de diferença, estaria automaticamente classificada.

Nas 3 primeiras fases, as equipes se enfrentaram em jogos de ida e volta (exceto se o jogo de volta tivesse sido eliminado por vitória do visitante por um placar superior a 3 gols na primeira fase), sendo o mandante do jogo de volta a equipe pertencente à federação melhor posicionada no ranking da CBF. Na quarta fase, a de semifinais, as 4 equipes restantes foram sorteadas em dois grupos e decidiram a vaga para a final em jogo único em campo neutro. Os perdedores da quarta fase decidiram o terceiro lugar em jogo único na preliminar da final que foi entre os vencedores das semifinais, também em jogo único em campo neutro.[4]

Critérios de desempateEditar

Os critérios de desempate, caso houvesse igualdade em pontos ganhos ao final das duas partidas de cada grupo, em cada fase, foram os seguintes, aplicáveis à fase, nessa ordem:

  • maior saldo de gols (diferença entre os gols marcados e sofridos)
  • maior número de gols marcados nas partidas em que o mando de campo foi do clube adversário
  • cobrança de pênaltis, de acordo com os critérios adotados pela International Board (essa disputa, quando aplicável, deverá ser iniciada 10 minutos após o término da partida)

Equipes participantesEditar

Como ainda não havia competição estadual na maioria dos estados, não foram exigidas indicações oriundas de campeonatos. A distribuição das equipes, por federação, seguiu o critério do Ranking Nacional das Federações (RNF), tendo em vista a inexistência do Ranking de Clubes do Futebol Feminino, onde foram três vagas para o estado posicionado como número 1 do RNF (Federação Paulista de Futebol); duas vagas para os estados posicionados como números 2 a 4 do RNF (Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro, Federação Mineira de Futebol e Federação Gaúcha de Futebol) e uma vaga para os estados posicionados como números 5 a 27 do RNF (demais federações). O mando de campo da partida de volta, em cada grupo, em todas as fases, pertenceu à federação melhor posicionada no RNF.[4]

Em 18 de setembro de 2009, a CBF anunciou a troca da equipe do MS/Saad pelo Comercial-MS.[5] As equipes em negrito também participaram do campeonato anterior. Essas são as equipes participantes e seus resultados:

Federação RNF Equipe Resultados J V E D GP GS SD
1ª fase Oitavas Quartas SF F
  Acre 23 Assermurb 1–0 4–2 1–3 1–4 Não avançou 4 2 0 2 7 9 -2
  Alagoas 13 CESMAC 3–1 4–1 1–4 0–10 Não avançou 4 2 0 2 8 16 -8
  Amapá 26 Oratório 2–2 1–7 Não avançou 2 0 1 1 3 9 -6
  Amazonas 19 Nilton Lins 0–3 2–0 Não avançou 2 1 0 1 2 3 -1
  Bahia 7 São Francisco 6–0 4–1 10–0 2–1 5–0 0–6 5–1 Não 7 6 0 1 32 9 +23
  Ceará 10 Caucaia 4–0 2–0 2–2 1–2 0–5 Não avançou 5 2 1 2 9 9 0
  Distrito Federal 14 CRESSPOM 1–4 Não avançou 1 0 0 1 1 4 -3
  Espírito Santo 15 Desportiva Capixaba 1–5 Não avançou 1 0 0 1 1 5 -4
  Goiás 8 Aliança 0–1 2–1 Não avançou 2 1 0 1 2 2 0
  Maranhão 16 Boa Vontade 2–2 1–5 Não avançou 2 0 1 1 3 7 -4
  Mato Grosso 22 Mixto 1–0 1–2 0–12 0–11 Não avançou 4 1 0 3 2 25 -23
  Mato Grosso do Sul 18 Comercial-MS 0–2 0–8 Não avançou 2 0 0 2 0 10 -10
  Minas Gerais 4 Atlético Mineiro 2–0 2–1 2–4 1–2 Não avançou 4 2 0 2 7 7 0
  Minas Gerais 4 Iguaçu 2–4 2–2 Não avançou 2 0 1 1 4 6 -2
  Pará 11 Pinheirense 2–2 7–1 2–2 3–1 6–4 6–2 0–8 1–5 Não 8 4 2 2 27 25 +2
  Paraíba 17 Botafogo-PB 0–4 Não avançou 1 0 0 1 0 4 -4
  Paraná 5 Novo Mundo 8–0 6–1 4–2 2–1 0–4 0–7 Não avançou 6 4 0 2 20 15 +5
  Pernambuco 6 Sport 4–0 0–2 2–2 Não avançou 3 1 1 1 6 4 +2
  Piauí 21 Tiradentes 2–2 5–1 2–2 1–3 Não avançou 4 1 2 1 10 8 +2
  Rio de Janeiro 2 CEPE-Caxias 5–1 2–1 0–0 2–2 1–5 Não avançou 5 2 2 1 10 9 +1
  Rio de Janeiro 2 Volta Redonda 0–2 1–2 Não avançou 2 0 0 2 1 4 -3
  Rio Grande do Norte 12 Potiguar de Parnamirim 1–3 1–4 Não avançou 2 0 0 2 2 7 -5
  Rio Grande do Sul 3 Pelotas 0–8 1–6 Não avançou 2 0 0 2 1 14 -13
  Rio Grande do Sul 3 Porto Alegre 2–2 0–2 Não avançou 2 0 1 1 2 4 -2
  Rondônia 24 Juventus 0–1 2–4 Não avançou 2 0 0 2 2 5 -3
  Roraima 27 São Raimundo-RR 3–0 0–2 3–1 4–1 4–6 2–6 Não avançou 6 3 0 3 16 16 0
  Santa Catarina 9 Kindermann 2–2 2–0 1–2 0–0 Não avançou 4 1 2 1 5 4 +1
  São Paulo 1 Botucatu 2–0 8–0 2–3 7–2 2–2 5–1 6–0 0–3 8 5 1 2 32 11 +21
  São Paulo 1 Saad 4–2 2–2 3–2 2–7 Não avançou 4 2 1 1 11 13 -2
  São Paulo 1 Santos 4–1 12–0 11–0 4–0 7–0 8–0 3–0 7 7 0 0 49 1 +48
  Sergipe 20 Gloriense 0–6 Não avançou 1 0 0 1 0 6 -6
  Tocantins 25 São José-RS 0–4 Não avançou 1 0 0 1 0 4 -4

ÁrbitrosEditar

DestaquesEditar

ConfrontosEditar

Em 4 de setembro, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou a tabela preliminar da competição[6] e em 18 de setembro a tabela completa.[7]

Em itálico, os times que possuem o mando de campo no primeiro jogo do confronto. As fases semifinal e final serão disputadas em apenas uma partida, ambas em campo neutro.

Primeira fase Oitavas de final Quartas de final Semifinal Final
 
   São Raimundo-RR 3 0
   Nilton Lins 0 2
   São Raimundo-RR 3 4
   Assermurb 1 1
   Juventus 0 2
   Assermurb 1 4
   São Raimundo-RR 4 2
   Pinheirense 6 6
   Oratório 2 1
   Pinheirense 2 7
   Pinheirense 2 3
   Tiradentes 2 1
   Tiradentes 2 5
   Boa Vontade 2 1
   Santos 8
   Pinheirense 0
   Gloriense 0
   São Francisco 6
   São Francisco 4 10
   CESMAC 1 0
   CESMAC 3 4
   Potiguar de Parnamirim 1 1
   São Francisco 2 5
   Caucaia 1 0
   Botafogo-PB 0
   Sport 4
   Sport 0 2
   Caucaia 2 2
   São José-RS 0
   Caucaia 4
   Santos 3
   Botucatu 0
   Mixto 1 1
   Aliança 0 2
   Mixto 0 0
   Santos 12 11
   CRESSPOM 1
   Santos 4
   Santos 4 7
 '  Novo Mundo 0 0
   Atlético Mineiro 2 2
   Volta Redonda 0 1
   Atlético Mineiro 2 1
   Novo Mundo 4 2
   Novo Mundo 8 6
   Pelotas 0 1
   Botucatu 6
   São Francisco 0
   Iguaçu 2 2
   Saad 4 2
   Saad 3 2
   Botucatu 2 7
   Comercial-MS 0 0
   Botucatu 2 8
   Botucatu 2 5
   CEPE-Caxias 2 1
   Desportiva Capixaba 1
   CEPE-Caxias 5
   CEPE-Caxias 2 0
   Kindermann 1 0
   Kindermann 2 2
   Porto Alegre 2 0

SemifinalEditar

26 de novembro Santos   8 – 0   Pinheirense Estádio Alfredo de Castilho, Bauru
21:00
Maurine   8',   90'
Cristiane   59',   64',   67',   83'
Marta   75'
Érika   79'
Súmula Árbitro:  RJ Simone Xavier de Paula e Silva

27 de novembro Botucatu   6 – 0   São Francisco Estádio Alfredo de Castilho, Bauru
21:00

Disputa do 3º lugarEditar

1 de dezembro Pinheirense   1 – 5   São Francisco Estádio do Pacaembu, São Paulo
18:30

FinalEditar

1 de dezembro Santos   3 – 0   Botucatu Estádio do Pacaembu, São Paulo
21:00

ArtilhariaEditar

PremiaçãoEditar

Copa do Brasil de Futebol Feminino de 2009
 
SANTOS
Bicampeão
(2º título)

Referências

  1. CBF (17 de julho de 2009). «Copa do Brasil de Futebol Feminino será de 15 de setembro a 15 de dezembro». Consultado em 2 de setembro de 2009 [ligação inativa]
  2. CBF (3 de setembro de 2009). «Copa do Brasil de Futebol Feminino será de 24 de setembro a 5 de dezembro». Consultado em 4 de setembro de 2009 [ligação inativa]
  3. CBF (1 de dezembro de 2009). «Santos é bicampeão invicto da Copa do Brasil de Futebol Feminino». Consultado em 2 de dezembro de 2009 [ligação inativa]
  4. a b Sítio oficial da CBF (3 de setembro de 2009). «Copa do Brasil de Futebol Feminino de 2009 - Regulamento da Competição» (PDF). Consultado em 4 de setembro de 2009 [ligação inativa]
  5. CBF News (18 de setembro de 2009). «Comercial/MS substitui MS Saad/MS na Copa do Brasil de Futebol Feminino». Consultado em 25 de setembro de 2009 [ligação inativa]
  6. Sítio oficial da CBF (3 de setembro de 2009). «Tabela da Copa do Brasil de Futebol Feminino de 2009» (PDF). Consultado em 4 de setembro de 2009. Arquivado do original (PDF) em 20 de setembro de 2009 
  7. Sítio oficial da CBF (18 de setembro de 2009). «Copa do Brasil de Futebol Feminino começa no dia 24 de setembro com 32 clubes. Veja a tabela». Consultado em 18 de setembro de 2009. Arquivado do original em 24 de setembro de 2009 

Ligações externasEditar