Abrir menu principal

Copa do Brasil de Futebol Feminino de 2016

Copa do Brasil Feminino de 2016
X Copa do Brasil de Futebol Feminino
Logomarca oficial da competição
Dados
Participantes 32
Organização CBF
Local de disputa  Brasil
Período 24 de agosto26 de outubro
Gol(o)s 232
Partidas 58
Média 4 gol(o)s por partida
Campeã São Paulo Audax
Vice-campeã São Paulo São José
Melhor marcadora Chu Santos (Audax) - 12 gols
Maior goleada
(diferença)
Boca Júnior Sergipe 0 – 15 Bahia São Francisco
Estádio Augusto FrancoEstância
24 de agosto
◄◄ Brasil 2015 Soccerball.svg

A Copa do Brasil de Futebol Feminino de 2016 foi a décima e última edição da competição de futebol feminino organizada pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Ao contrário da edição anterior, aconteceu no segundo semestre, entre 24 de agosto e 26 de outubro.

Índice

Sistema de disputaEditar

O sistema de disputa será semelhante ao da Copa do Brasil de futebol masculino, com jogos eliminatórios (mata-mata) até a decisão do título. A equipe que somar o maior número de pontos ganhos ao final das duas partidas disputas, dentro do próprio grupo, em cada fase, se classificará para compor os grupos das fases seguintes. As equipes iniciam cada fase com zero pontos, ou seja, os resultados da fase anterior são descartados na fase seguinte.[1]

Nas duas primeiras fases, as equipes se enfrentam em jogos de ida e volta (exceto se o jogo de volta for eliminado por vitória do visitante por um placar superior a três gols de diferença), sendo o mandante do jogo de volta a equipe com a melhor classificação no ranking CBF de futebol feminino. Caso as duas equipes não estejam no ranking, o mandante será a equipe pertencente à federação melhor posicionada no ranking da CBF de federações de futebol feminino. Para as demais fases, haverá sorteio para definir os mandos de campo.

Critérios de desempateEditar

Em caso de empate de pontos (uma vitória para cada time ou dois empates), os critérios de desempate são:

  1. Saldo de gols
  2. Número de gols marcados como visitante

Persistindo o empate, a decisão acontece através da cobrança de pênaltis ao final do jogo de volta.

Na final do torneio, entretanto, o número de gols marcados como visitante deixa de ser critério de desempate.

ParticipantesEditar

Campeonatos estaduais e seletivas estaduaisEditar

UF Clube Forma de Classificação
  Acre Atlético Acreano Campeão do Estadual 2015
  Alagoas União Desportiva Campeão do Estadual 2015
  Amapá Oratório Campeão do Estadual 2015
  Amazonas Iranduba Campeão do Estadual 2015
  Bahia São Francisco Campeão do Estadual 2015
  Ceará Caucaia Campeão do Estadual 2015
  Distrito Federal CRESSPOM Campeão do Estadual 2015
  Espírito Santo Vila Nova Campeão do Estadual 2015
  Goiás Aliança Campeão do Estadual 2015
  Maranhão JV Lideral Campeão do Estadual 2015
  Mato Grosso Mixto Campeão do Estadual 2015
  Mato Grosso do Sul Comercial Campeão do Estadual 2015
  Minas Gerais Ipatinga Campeão do Estadual 2015
  Pará Pinheirense Campeão do Estadual 2015
  Paraíba Botafogo-PB Campeão do Estadual 2015
  Paraná Foz Cataratas Campeão do Estadual 2015
  Pernambuco Náutico Campeão do Estadual 2015
Vitória das Tabocas 2º colocado do Estadual 2015
  Piauí Tiradentes Campeão do Estadual 2015
  Rio de Janeiro Flamengo Campeão do Estadual 2015
Barcelona Vice-campeão do Estadual 2015
  Rio Grande do Norte União Campeão do Estadual 2015
  Rio Grande do Sul Estância Velha Campeão do Estadual 2015
  Rondônia Porto Campeão do Estadual 2015
  Roraima São Raimundo-RR Campeão do Estadual 2015
  São Paulo São José Campeão do Estadual 2015
Audax 3º do Estadual 2015
Santos 4º colocado do Estadual 2015
  Santa Catarina Chapecoense Campeão do Estadual 2015
Araranguá Vice-campeão do Estadual 2015
  Sergipe Boca Júnior Campeão do Estadual 2015
  Tocantins Intercap Campeão do Estadual 2015

Estádio utilizadosEditar

ConfrontosEditar

  • Em itálico, os times que possuem o mando de campo no primeiro jogo do confronto[2][3]
Primeira Fase Oitavas-de-finais Quartas-de-finais Semi-finais Finais
 
   Vila Nova 4 1
   Ipatinga 0 1
   Vila Nova 0
   Flamengo 6
   Oratório 0
   Flamengo 7
   Flamengo 1 0
   Audax 1 1
   Audax 9 2
   Pinheirense 0 0
   Audax 3 2
   Santos 0 2
   Santos 10 11
   Mixto 0 0
   Audax 2 1
   CRESSPOM 0 2
   Náutico 0 1
   Botafogo-PB 1 3
   Botafogo-PB 0 0
   São Francisco 1 0
   Boca Júnior 0
   São Francisco 15
   São Francisco 0 2
   Foz Cataratas 0 6
   Estância Velha 2 2
   Chapecoense 2 3
   Chapecoense 0 0
   Foz Cataratas 1 5
   Araranguá 1 0
   Foz Cataratas 1 3
   Audax 2 3
   São José 2 1
   Barcelona[b] 1 5
   Comercial 0 3
   Comercial-MS 1
   Vitória das Tabocas 6
   União Desportiva 2 2
   Vitória das Tabocas 4 3
   Vitória das Tabocas 0 0
   CRESSPOM 1 2
   CRESSPOM 7 1
   Aliança 0 1
   CRESSPOM (gf) 1 1
   Iranduba 0 2
   São Raimundo-RR 0 0
   Iranduba 1 5
   Foz Cataratas 1 2
   São José 1 4
   JV Lideral (pen) 2 2 (5)
   Tiradentes 2 2 (3)
   JV Lideral 6 3
   Caucaia 0 0
   União[b] 3 4
   Caucaia 1 2
   JV Lideral 0 0
   São José 1 5
   Porto 1 0
   Atlético Acreano 1 1
   Atlético Acreano 0
   São José 13
   Intercap 0
   São José 3

b.^ As equipes Barcelona e União foram excluídos da competição após escalarem jogadoras em situação irregular.

ArtilhariaEditar

Classificação geralEditar

Atualizado 14 de Outubro de 2016[5]

PremiaçãoEditar

Copa do Brasil de Futebol Feminino de 2016
 
AUDAX
Campeão
(1º título)

Ver tambémEditar

Referências

  1. «Regulamento da Copa do Brasil Feminina 2016» (PDF). CBF. Consultado em 14 de agosto de 2016 
  2. «Tabela da Copa do Brasil Feminina 2016» (PDF). CBF. Consultado em 20 de agosto de 2016 
  3. «Diagrama das Fases da Copa do Brasil Feminina 2016» (PDF). CBF. Consultado em 20 de agosto de 2016 
  4. «Artilharia da Copa do Brasil Feminino 2016». CBF. 20 de outubro de 2016. Consultado em 20 de outubro de 2016 
  5. «Classificação Final da Copa do Brasil 2016 por fase». CBF. Consultado em 14 de outubro de 2016 

Ligações externasEditar