Abrir menu principal

Copa do Mundo de Futebol Feminino de 2011

edição de 2011 da Copa do Mundo de Futebol Feminino
Copa do Mundo de Futebol Feminino
Alemanha 2011
Logotipo oficial
Logotipo oficial.
Dados
Participantes 16
Organização FIFA
Anfitrião Alemanha
Período 26 de junho17 de julho
Gol(o)s 86
Partidas 32
Média 2,69 gol(o)s por partida
Campeã Japão (1º título)
Vice-campeã Estados Unidos
3.ª colocada Suécia
Melhor marcadora Japão Homare Sawa – 5 gols
Melhor ataque (fase inicial) 7 gols:
Melhor defesa (fase inicial) Brasil – nenhum gol
Maiores goleadas
(diferença)
Canadá 0 – 4 França
RuhrstadionBochum
30 de junho, Grupo A, 2ª rodada
 
Japão 4 – 0 México
BayArenaLeverkusen
1º de julho, Grupo B, 2ª rodada
Público 845 657
Média 26 426,8 pessoas por partida
Premiações
Melhor jogadora
Japão Homare Sawa[1]
Melhor goleira Estados Unidos Hope Solo
Melhor jogadora jovem Austrália Caitlin Foord
Fair play Japão
◄◄ China 2007 Soccerball.svg 2015 Canadá ►►

A Copa do Mundo de Futebol Feminino de 2011 aconteceu na Alemanha entre 26 de junho e 17 de julho de 2011.[2] O país foi confirmado em eleição realizada em Zurique, em 30 de outubro de 2007.[3]

Seis países demonstraram interesse de receber o torneio, no entanto, apenas dois mantiveram-se na disputa: Alemanha (sede) e o Canadá. A Federação Internacional de Futebol (FIFA) estudou a possibilidade de aumentar o número de participantes, de 16 para 24, como fez com os torneios de juniores, para reflectir o crescimento da popularidade do esporte no mundo todo,[4] mas acabou por manter o número nos 16 atuais.

As bicampeãs mundiais alemãs qualificaram-se automaticamente como nação anfitriã. As restantes equipas nacionais obtiveram qualificação, através das suas confederações continentais, entre 2009 e 2010.

Na final, a seleção do Japão conquistou um título inédito ao derrotar os Estados Unidos nos pênaltis.[5]

Índice

CandidaturasEditar

 
Países que apresentaram candidatura à organização do torneio.

Seis nações, Austrália, Canadá, França, Alemanha, Peru, e Suíça, declararam inicialmente o seu interesse em acolher o torneio. A Federação Alemã de Futebol anunciou a sua intenção de sediar o torneio a 26 de janeiro de 2006, na sequência da promessa da chanceler alemã Angela Merkel de apoiar plenamente a candidatura.[6]

Todas as seis nações anunciaram oficialmente o seu interesse até ao prazo de 1 de março de 2007 e reconheceram sua intenção de licitação até 3 de maio do mesmo ano junto à FIFA. O limite de entrega de candidaturas era até 1 de agosto de 2007.

A Suíça desistiu a 29 de maio de 2007, citando que a Europa já estaria fortemente representada pela Alemanha e França, e uma terceira terceira candidatura europeia parecia inútil.

Em 27 de agosto de 2007, retirou-se também a França, apoiando a candidatura da Alemanha, em troca de receber o seu apoio na candidatura de organização do Campeonato Europeu de Futebol de 2016.[7] Mais tarde, a Austrália (em 12 de outubro de 2007) e o Peru (em 17 de outubro de 2007) voluntariamente retiraram as suas candidaturas deixando apenas a Alemanha e Canadá como os restantes candidatos.

CanadáEditar

O Canadá tinha uma estrutura para a realização da copa, e também uma selecção nacional competitiva. Porém, a realização de outra copa no continente norte-americano foi desfavorável. Seria a terceira, entre as quatro últimas. O presidente da FIFA, Joseph Blatter, no entanto, chegou a dizer que seria absolutamente possível para 2011 no ponto de vista da FIFA.

AlemanhaEditar

A candidatura alemã contou com o apoio de Angela Merkel.[8] O lema oficial da candidatura foi "Veremos você novamente". As doze cidades pré-selecionadas foram: Augsburgo, Berlim, Bielefeld, Bochum, Dresden, Essen, Frankfurt am Main, Leverkusen, Magdeburg, Mönchengladbach, Sinsheim e Wolfsburg.[9]

EstádiosEditar

Depois da Federação Alemã de Futebol manifestar a sua intenção de organizar a Copa do Mundo de Futebol Feminino, 23 cidades alemãs candidataram-se para sediar jogos.

Berlim, Frankfurt e Wolfsburg depois de terem sido confirmadas como "cidades-sede" pelo secretário-geral da Federação Alemã de Futebol, Wolfgang Niersbach,[10] os restantes lugares foram escolhidos entre doze cidades. A 30 de setembro de 2008 foi tomada a decisão final de nove estádios, sendo excluídos os estádios de Essen, Magdeburg e Bielefeld[11]

     
SGL Arena

Cidade: Augsburgo

Capacidade: 24 605

Clube caseiro: FC Augsburg

Estádio Olímpico

Cidade: Berlim

Capacidade: 73 680

Clube caseiro: Hertha BSC

Ruhrstadion

Cidade: Bochum

Capacidade: 20 452

Clube caseiro: VfL Bochum

     
Glücksgas-Stadion

Cidade: Dresden

Capacidade: 25 598

Clube caseiro: Dynamo Dresden

Commerzbank-Arena

Cidade: Frankfurt

Capacidade: 49 240

Clube caseiro: Eintracht Frankfurt

BayArena

Cidade: Leverkusen

Capacidade: 29 870

Clube caseiro: Bayer Leverkusen

     
Borussia-Park

Cidade: Mönchengladbach

Capacidade: 45 867

Clube caseiro: Borussia Mönchengladbach

Rhein-Neckar-Arena

Cidade: Sinsheim

Capacidade: 25 475

Clube caseiro: TSG 1899 Hoffenheim

Volkswagen Arena

Cidade: Wolfsburg

Capacidade: 26 067

Clube caseiro: VfL Wolfsburg

O jogo de abertura foi realizado no Estádio Olímpico de Berlim, a sede da final da Copa do Mundo masculina de 2006, e o Commerzbank-Arena, em Frankfurt a final do torneio.

De acordo com Niersbach, o torneio deveria começar no estádio onde os homens da Copa do Mundo de 2006 terminaram.[12]

Eliminatórias e participantesEditar

As eliminatórias para a Copa do Mundo de 2011 inciaram suas disputas durante 2009 e finalizam em 2010.

A FIFA havia considerado a possibilidade de aumentar o número de equipes de 16 para 24, de modo a reflectir a crescente popularidade mundial de futebol feminino e da Copa do Mundo de Futebol Feminino. No entanto, a 14 de março de 2008, o Comité Executivo da FIFA decidiu manter o número de participantes em 16, pois mais equipas poderiam diluir a qualidade do jogo. A ideia de ter 20 equipes participando, que havia sido discutida, foi impossível de concretizar em termos de planejamento e de suporte logístico.[13]

A nação anfitriã, Alemanha, teve qualificação automática, enquanto as restantes equipas nacionais qualificaram-se através das suas confederações continentais: Copa da Ásia, Campeonato Africano, Campeonato da Oceania, Campeonato Sul-Americano e Copa Ouro da CONCACAF. Os grupos relativos à UEFA foram os primeiros a ficar definidos através de uma eliminatória específica.[14]

Confederação Selecção Presenças Primeira presença Última presença Melhor resultado anterior
UEFA   Alemanha 6 1991 2007 Campeãs (2003 e 2007)
  França 2 2003 2003 Fase de grupos (2003)
  Noruega 6 1991 2007 Campeãs (1995)
  Inglaterra 3 1995 2007 Quartas-de-final (1995 e 2007)
  Suécia 6 1991 2007 Vice-campeãs (2003)
AFC   Austrália 5 1995 2007 Quartas-de-final (2007)
  Coreia do Norte 4 1999 2007 Quartas-de-final (2007)
  Japão 6 1991 2007 Quartas-de-final (1995)
OFC   Nova Zelândia 3 1991 2007 Fase de grupos (1991 e 2007)
CONCACAF   Canadá 5 1995 2007 4º lugar (2003)
  México 2 1999 1999 Fase de grupos (1999)
  Estados Unidos 6 1991 2007 Campeãs (1991 e 1999)
CAF   Nigéria 6 1991 2007 Quartas-de-final (1999)
  Guiné Equatorial 1 Estreante
CONMEBOL   Brasil 6 1991 2007 Vice-campeãs (2007)
  Colômbia 1 Estreante

- qualificou-se na repescagem contra uma equipe da UEFA (Itália).

SorteioEditar

O sorteio que definiu a composição dos grupos realizou-se em 29 de novembro de 2010 em Frankfurt, após a definição de todas as equipes classificadas através das eliminatórias continentais.[15] Em 28 de novembro o Comitê Organizador anunciou como se procederia o sorteio:[16]

Pote 1 Pote 2 Pote 3 Pote 4
  Alemanha (A1)
  Japão (B1)
  Estados Unidos (C1)
  Brasil (D1)
  Austrália
  Coreia do Norte
  Canadá
  México
  Nigéria
  Guiné Equatorial
  Nova Zelândia
  Colômbia
  Inglaterra
  França
  Suécia
  Noruega

Alemanha, Brasil, Estados Unidos e Japão foram previamente selecionados como os cabeças-de-chave, integrando os grupos A, B, C e D, respectivamente. Algumas condições foram estabelecidas para evitar que equipes da mesma confederação caíssem no mesmo grupo. A única exceção foi o grupo A, que contaria obrigatoriamente com duas seleçoes europeias (incluindo a anfitriã Alemanha). Desta forma, Austrália e Coreia do Norte não poderiam cair com o Japão no grupo B, assim como Canadá e México estavam impossibilitados de cruzar com os Estados Unidos no grupo C. Para evitar que as duas equipes sul-americanas (Brasil e Colômbia) caíssem no grupo D, a primeira equipe sorteada no pote 3, desde que não fosse a Colômbia, seria automaticamente destinada para esse grupo.[16]

Após o sorteio, a composição dos grupos ficou a seguinte:[15]

Grupo A Grupo B Grupo C Grupo D
  Alemanha
  Canadá
  Nigéria
  França
  Japão
  Nova Zelândia
  México
  Inglaterra
  Estados Unidos
  Coreia do Norte
  Colômbia
  Suécia
  Brasil
  Austrália
  Noruega
  Guiné Equatorial

ConvocaçõesEditar

ArbitragemEditar

Em 18 de abril de 2011 a FIFA anunciou as árbitras e assistentes para o Mundial, escolhidas através do seu Conselho de Arbitragem.[17]

Esta é a lista de árbitras e assistentes que atuaram na Copa do Mundo Feminina:[18]

Fase de gruposEditar

Em julho de 2009 foi anunciado o calendário da prova.[19]

Equipes classificadas às quartas-de-final
Equipes eliminadas

Todas as partidas seguem o fuso horário local (UTC+2).

Grupo AEditar

Seleção P J V E D GP GC SG
  Alemanha 9 3 3 0 0 7 3 +4
  França 6 3 2 0 1 7 4 +3
  Nigéria 3 3 1 0 2 1 2 -1
  Canadá 0 3 0 0 3 1 8 -7
26 de junho Nigéria   0 – 1   França Rhein-Neckar-Arena, Sinsheim
15:00
Relatório Delie   56' Público: 25 475
Árbitro:  USA Kari Seitz

26 de junho Alemanha   2 – 1   Canadá Estádio Olímpico, Berlim
18:00
Garefrekes   10'
Okoyino da Mbabi   42'
Relatório Sinclair   82' Público: 73 680
Árbitro:  AUS Jacqui Melksham

30 de junho Canadá   0 – 4   França Ruhrstadion, Bochum
18:00
Relatório Thiney   24',   60'
Abily   66'
Thomis   83'
Público: 16 591
Árbitro:  JPN Etsuko Fukano

30 de junho Alemanha   1 – 0   Nigéria Commerzbank-Arena, Frankfurt am Main
20:45
Laudehr   54' Relatório Público: 48 817
Árbitro:  KOR Cha Sung-Mi

5 de julho França   2 – 4   Alemanha Borussia-Park, Mönchengladbach
20:45
Delie   56'
Georges   72'
Relatório Garefrekes   25'
Grings   32',   68' (pen)
Okoyino da Mbabi   89'
Público: 45 867
Árbitro:  FIN Kirsi Heikkinen

5 de julho Canadá   0 – 1   Nigéria Glücksgas-Stadion, Dresden
20:45
Relatório Nkwocha   84' Público: 13 638
Árbitro:  FIJ Finau Vulivuli

Grupo BEditar

Seleção P J V E D GP GC SG
  Inglaterra 7 3 2 1 0 5 2 +3
  Japão 6 3 2 0 1 6 3 +3
  México 2 3 0 2 1 3 7 -4
  Nova Zelândia 1 3 0 1 2 4 6 -2
27 de junho Japão   2 – 1   Nova Zelândia Ruhrstadion, Bochum
15:00
Nagasato   6'
Miyama   68'
Relatório Hearn   12' Público: 12 538
Árbitro:  FIN Kirsi Heikkinen

27 de junho México   1 – 1   Inglaterra Volkswagen Arena, Wolfsburg
18:00
Ocampo   33' Relatório Williams   21' Público: 18 702
Árbitro:  PER Silvia Reyes

1 de julho Japão   4 – 0   México BayArena, Leverkusen
15:00
Sawa   13',   39',   80'
Ohno   15'
Relatório Público: 22 291
Árbitro:  NOR Christina Pedersen

1 de julho Nova Zelândia   1 – 2   Inglaterra Glücksgas-Stadion, Dresden
18:15
Gregorius   18' Relatório J. Scott   63'
Clarke   81'
Público: 19 110
Árbitro:  CMR Therese Neguel

5 de julho Inglaterra   2 – 0   Japão SGL Arena, Augsburgo
18:15
E. White   15'
Yankey   66'
Relatório Público: 20 777
Árbitro:  CAN Carol Anne Chenard

5 de julho Nova Zelândia   2 – 2   México Rhein-Neckar-Arena, Sinsheim
18:15
Smith   90'
Wilkinson   90+4'
Relatório Mayor   2'
Domínguez   29'
Público: 20 451
Árbitro:  SWE Jenny Palmqvist

Grupo CEditar

Seleção P J V E D GP GC SG
  Suécia 9 3 3 0 0 4 1 +3
  Estados Unidos 6 3 2 0 1 6 2 +4
  Coreia do Norte 1 3 0 1 2 0 3 -3
  Colômbia 1 3 0 1 2 0 4 -4
28 de junho Colômbia   0 – 1   Suécia BayArena, Leverkusen
15:00
Relatório Landström   57' Público: 21 106
Árbitro:  CAN Carol Anne Chenard

28 de junho Estados Unidos   2 – 0   Coreia do Norte Glücksgas-Stadion, Dresden
18:15
Cheney   54'
Buehler   76'
Relatório Público: 21 859
Árbitro:  GER Bibiana Steinhaus

2 de julho Coreia do Norte   0 – 1   Suécia SGL Arena, Augsburgo
14:00
Relatório Dahlkvist   64' Público: 23 768
Árbitro:  ARG Estela Álvarez

2 de julho Estados Unidos   3 – 0   Colômbia Rhein-Neckar-Arena, Sinsheim
18:00
O'Reilly   12'
Rapinoe   50'
Lloyd   57'
Relatório Público: 25 475
Árbitro:  CZE Dagmar Damková

6 de julho Suécia   2 – 1   Estados Unidos Volkswagen Arena, Wolfsburg
20:45
Dahlkvist   16' (pen)
Fischer   35'
Relatório Wambach   67' Público: 23 468
Árbitro:  JPN Etsuko Fukano

6 de julho Coreia do Norte   0 – 0   Colômbia Ruhrstadion, Bochum
20:45
Relatório Público: 7 805
Árbitro:  NOR Christina Pedersen

Grupo DEditar

Seleção P J V E D GP GC SG
  Brasil 9 3 3 0 0 7 0 +7
  Austrália 6 3 2 0 1 5 4 +1
  Noruega 3 3 1 0 2 2 5 -3
  Guiné Equatorial 0 3 0 0 3 2 7 -5
29 de junho Noruega   1 – 0   Guiné Equatorial SGL Arena, Augsburgo
15:00
Haavi   84' Relatório Público: 12 928
Árbitro:  MEX Quetzalli Alvarado

29 de junho Brasil   1 – 0   Austrália Borussia-Park, Mönchengladbach
18:15
Rosana   54' Relatório Público: 27 258
Árbitro:  SWE Jenny Palmqvist

3 de julho Austrália   3 – 2   Guiné Equatorial Ruhrstadion, Bochum
14:00
Khamis   8'
van Egmond   48'
De Vanna   51'
Relatório Añonma   21',   83' Público: 15 640
Árbitro:  HUN Gyöngyi Gaál

3 de julho Brasil   3 – 0   Noruega Volkswagen Arena, Wolfsburg
18:15
Marta   22',   48'
Rosana   46'
Relatório Público: 26 067
Árbitro:  USA Kari Seltz

6 de julho Guiné Equatorial   0 – 3   Brasil Commerzbank-Arena, Frankfurt am Main
18:00
Relatório Érika   49'
Cristiane   54',   90+3' (pen)
Público: 35 859
Árbitro:  GER Bibiana Steinhaus

6 de julho Austrália   2 – 1   Noruega BayArena, Leverkusen
18:00
Simon   57',   87' Relatório Thorsnes   56' Público: 18 474
Árbitro:  ARG Estela Álvarez

Fases finaisEditar

Quartas de final Semifinais Final
                   
9 de julhoWolfsburg        
    Alemanha  0
13 de julhoFrankfurt am Main
    Japão (pro)  1  
    Japão  3
10 de julhoLeverkusen
      Suécia  1  
    Suécia  3
17 de julhoFrankfurt am Main
    Austrália  1  
    Japão (pen)  2 (3)
9 de julhoAugsburgo
      Estados Unidos  2 (1)
    Inglaterra  1 (3)
13 de julhoMönchengladbach
    França (pen)  1 (4)  
    França  1 Terceiro lugar
10 de julhoDresden
      Estados Unidos  3  
    Brasil  2 (3)     Suécia  2
    Estados Unidos (pen)  2 (5)       França  1
16 de julhoSinsheim

Quartos-finaisEditar

9 de julho Inglaterra   1 – 1 (pro)   França BayArena, Leverkusen
18:00
J. Scott   59' Relatório Bussaglia   88' Público: 26 395
Árbitro:  SWE Jenny Palmqvist
    Penalidades  
Smith  
Carney  
Stoney  
Rafferty  
F. White  
3 – 4   Abily
  Bussaglia
  Thiney
  Bompastor
  Le Sommer
 

9 de julho Alemanha   0 – 1 (pro)   Japão Volkswagen Arena, Wolfsburg
20:45
Relatório Maruyama   108' Público: 26 067
Árbitro:  MEX Quetzalli Alvarado

10 de julho Suécia   3 – 1   Austrália SGL Arena, Augsburgo
13:00
Sjögran   11'
Dahlkvist   16'
Schelin   52'
Relatório Perry   40' Público: 24 605
Árbitro:  PER Silvia Reyes

10 de julho Brasil   2 – 2 (pro)   Estados Unidos Glücksgas-Stadion, Dresden
17:30
Marta   68' (pen),   92' Relatório Daiane   2' (g.c.)
Wambach   120+2'
Público: 25 598
Árbitro:  AUS Jacqui Melksham
    Penalidades  
Cristiane  
Marta  
Daiane  
Francielle  
3 – 5   Boxx
  Lloyd
  Wambach
  Rapinoe
  Krieger
 

SemifinaisEditar

13 de julho França   1 – 3   Estados Unidos Borussia-Park, Mönchengladbach
18:00
Bompastor   55' Relatório Cheney   9'
Wambach   79'
Morgan   82'
Público: 25 676
Árbitro:  FIN Kirsi Heikkinen

13 de julho Japão   3 – 1   Suécia Commerzbank-Arena, Frankfurt am Main
20:45
Kawasumi   19',   64'
Sawa   60'
Relatório Öqvist   10' Público: 45 434
Árbitro:  CAN Carol Anne Chenard

Terceiro lugarEditar

16 de julho Suécia   2 – 1   França Rhein-Neckar-Arena, Sinsheim
17:30
Schelin   29'
Hammarström   82'
Relatório Thomis   56' Público: 25 475
Árbitro:  USA Kari Seitz

FinalEditar

17 de julho Japão   2 – 2 (pro)   Estados Unidos Commerzbank-Arena, Frankfurt am Main
20:45
Miyama   81'
Sawa   117'
Relatório Morgan   69'
Wambach   104'
Público: 48 817
Árbitro:  GER Bibiana Steinhaus
    Penalidades  
Miyama  
Nagasato  
Sakaguchi  
Kumagai  
3 – 1   Boxx
  Lloyd
  Heath
  Wambach
 

PremiaçãoEditar

Copa do Mundo
de Futebol Feminino 2011
 
JAPÃO
Campeão
(1º título)
Chuteira de Ouro Bola de Ouro Luva de Ouro Jogadora Jovem Troféu FIFA Fair Play
 JPN Homare Sawa  JPN Homare Sawa  USA Hope Solo  AUS Caitlin Foord   Japão

Fonte:[1]

ArtilhariaEditar

5 gols (1)
4 gols (2)
3 gols (1)
2 gols (16)
1 gol (37)
Gols-contra (1)

Classificação finalEditar

Pos. Seleção J V E D GP GC SG Pts
1   Japão 6 4 1 1 12 6 +6 13
2   Estados Unidos 6 3 2 1 13 7 +6 11
3   Suécia 6 5 0 1 10 6 +4 15
4   França 6 2 1 3 10 10 0 7
Eliminados nas quartas de final
5   Brasil 4 3 1 0 9 2 +7 10
6   Alemanha 4 3 0 1 7 4 +3 9
7   Inglaterra 4 2 2 0 6 3 +3 8
8   Austrália 4 2 0 2 6 7 –1 6
Eliminados na fase de grupos
9   Nigéria 3 1 0 2 1 2 –1 3
10   Noruega 3 1 0 2 2 5 –3 3
11   México 3 0 2 1 3 7 –4 2
12   Nova Zelândia 3 0 1 2 4 6 –2 1
13   Coreia do Norte 3 0 1 2 0 3 –3 1
14   Colômbia 3 0 1 2 0 4 –4 1
15   Guiné Equatorial 3 0 0 3 2 7 –5 0
16   Canadá 3 0 0 3 1 7 –6 0

Referências

  1. a b «Awards» (em inglês). FIFA.com. Consultado em 17 de julho de 2011 
  2. FIFA.com (19 de abril de 2008). «FIFA Women's World Cup 2011 provisionally set for 26 June to 17 July» (em inglês) 
  3. FIFA.com (30 de julho de 2008). «Germany to stage 2011 showpiece» (em inglês) 
  4. womensoccer.com (15 de junho de 2004). «FIFA is considering increasing number of teams in female FIFA World Cup Finals» (em inglês). Consultado em 17 de outubro de 2007. Arquivado do original em 12 de março de 2007 
  5. «Japão vence os EUA na superação e conquista título Mundial inédito no futebol feminino». UOL Esporte. 17 de julho de 2011. Consultado em 17 de julho de 2011 
  6. wm2006.deutschland.de (9 de dezembro de 2005). «Rede von Bundeskanzlerin Angela Merkel anlässlich des außerordentlichen Bundestags des Deutschen Fußball-Bundes am 9. Dezember 2005 in Leipzig» (em alemão) 
  7. womensoccer.de (23 de agosto de 2007). «WM 2011: Frankreichs Rückzug offenbar beschlossene Sache» (em alemão) 
  8. Germany launch bid for Women's World Cup
  9. «Site oficial da candidatura alemã» .
  10. womensoccer.de (9 de maio de 2008). «Wolfsburg wird Spielort der WM 2011» (em alemão) 
  11. FIFA.com (30 de setembro de 2009). «Nine Host Cities announced» (em inglês) .
  12. dfb.de (19 de Abril de 2008). «Frauen-WM voraussichtlich vom 26. Juni bis 17. Juli» (em alemão) 
  13. FIFA.com (14 de março de 2008). «Sixteen teams at Germany 2011» (em inglês) 
  14. FIFA.com (17 de Março de 2009). «European qualifying groups drawn» (em inglês) 
  15. a b «Brasil de Marta pega grupo fácil na Copa do Mundo de 2011, na Alemanha». UOL Esporte. 29 de novembro de 2010. Consultado em 30 de novembro de 2010 
  16. a b «Sorteio da Copa do Mundo Feminina da FIFA 2011». FIFA. 28 de novembro de 2010. Consultado em 30 de novembro de 2010 
  17. «Árbitras confirmadas para o Mundial». FIFA.com. 18 de abril de 2011. Consultado em 19 de abril de 2011 
  18. «List of FIFA referees and assistant referees» (PDF) (em inglês). FIFA.com. Consultado em 19 de abril de 2011 
  19. FIFA.com (8 de julho de 2009). «Match Schedule» (PDF) (em inglês) 

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Copa do Mundo de Futebol Feminino de 2011