Abrir menu principal

Copa do Mundo de Futebol Feminino de 2019

edição de 2019 da Copa do Mundo de Futebol Feminino
Copa do Mundo de Futebol Feminino
França 2019
Logotipo oficial da edição.
Dados
Participantes 24
Organização FIFA
Anfitrião França
Período 7 de junho – 7 de julho
Gol(o)s 146
Partidas 52
Média 2,81 gol(o)s por partida
Campeã Estados Unidos (4º título)
Vice-campeã Países Baixos
3.ª colocada Suécia
4.ª colocada Inglaterra
Melhor marcadora 6 gols:
Melhor ataque (fase inicial) Estados Unidos – 18 gols
Melhor defesa (fase inicial) Nenhum gol:
Maior goleada
(diferença)
Estados Unidos 13–0 Tailândia
Stade Auguste-DelauneReims
11 de junho, Grupo F
Público 1 131 312
Média 21 756 pessoas por partida
Premiações
Melhor jogadora
Estados Unidos Megan Rapinoe
Melhor goleira Países Baixos Sari van Veenendaal
Melhor jogadora jovem Alemanha Giulia Gwinn
Fair play França
◄◄ Canadá 2015 Soccerball.svg 2023 Flag of None.svg ►►

A Copa do Mundo de Futebol Feminino de 2019 foi a oitava edição do campeonato e teve como país anfitrião a França. A competição ocorreu pela primeira vez neste país, cuja sede foi designada pela Federação Internacional de Futebol em uma reunião ocorrida em março de 2015.[1] O torneio teve início no dia 7 de junho e se encerrou em 7 de julho. Um total de onze cidades diferentes sediam partidas do torneio.

Os Estados Unidos venceram os Países Baixos na final por 2–0 e conquistaram a Copa do Mundo pela quarta vez, sendo o segundo consecutivo, tornando-se a segunda seleção desde a Alemanha em 2007 a defender com sucesso o título.[2][3]

Durante uma partida disputada em Reims, válida pela fase de grupos, os Estados Unidos venceram a Tailândia por 13–0 e registraram a maior vitória em diferença de gols na história da competição.[4]

Com dois gols marcados pelo Brasil, um no duelo contra a Austrália e outro contra a Itália, Marta chegou a marca de dezessete gols na história das Copas, superando o alemão Miroslav Klose como maior goleadora em mundiais.[5] Tornou-se ainda a primeira, entre homens e mulheres, a marcar em cinco edições diferentes do torneio.[6]

CandidaturasEditar

Em 6 de março de 2014, a FIFA anunciou o início da licitação para a Copa do Mundo Feminina de 2019. As associações membros interessadas ​​em sediar o torneio tiveram que apresentar uma declaração de interesse até o dia 15 de abril de 2014, e fornecer o conjunto completo de documentos de licitação até 31 de outubro daquele ano.[7] Em princípio, a FIFA preferia que a Copa do Mundo de 2019 e a Copa do Mundo de Futebol Feminino Sub-20 de 2018 fossem organizadas pela mesma associação membro, mas se as circunstâncias exigissem o contrário, a FIFA se reservava no direito de atribuir a sede dos eventos a diferentes países.

Inicialmente, cinco países indicaram interesse em sediar os eventos: África do Sul, Coreia do Sul, França, Inglaterra e Nova Zelândia. No entanto, em outubro de 2014 o número de licitações de nações foi reduzida a duas, quando a Federação Francesa de Futebol e a Associação de Futebol da Coreia apresentaram os seus documentos oficiais para a FIFA.[1] Tanto a The Football Association quanto a New Zealand Football registraram manifestações de interesse em abril 2014,[8][9] mas em junho de 2014, foi anunciado que cada uma deixaria de prosseguir.[10][11] A Associação de Futebol da África do Sul registou uma manifestação de interesse até a data limite de abril de 2014,[12] no entanto depois decidiu se retirar antes do prazo final de outubro.[13] Tanto a Associação de Futebol do Japão quanto a Associação Sueca de Futebol também manifestaram interesse na licitação para realização do torneio de 2019, no entanto, o Japão optou por se concentrar na Copa do Mundo de Rugby de 2019 e nos Jogos Olímpicos de 2020,[14] enquanto a Suécia decidiu se concentrar nas competições europeias sub-17.[15][16]

Os seguintes países apresentaram propostas oficiais para sediar o torneio através da apresentação de seus documentos até 31 de outubro de 2014:[17][18]

Em 19 de março de 2015, a França ganhou oficialmente a candidatura para sediar a Copa do Mundo de Futebol Feminino de 2019. A decisão foi tomada depois de uma votação feita pelo Comité Executivo da FIFA.[21]

EstádiosEditar

O jogo de uma semifinal e a final serão disputadas no Parc Olympique Lyonnais, em Lyon, com capacidade para 58 mil espectadores. Roazhon Park, em Rennes vai acolher seis partidas sendo quatro na fase de grupos, uma nas oitavas de final, e uma na semifinal. O Parc des Princes, em Paris, recebeu o jogo de abertura.[22] Nove outras cidades se candidataram a sediar partidas, com seis deles sendo escolhidas para a Copa do Mundo.[23]

Lyon Paris Nice Montpellier
Parc Olympique Lyonnais Parc des Princes Stade de Nice Stade de la Mosson
Capacidade: 59 186 Capacidade: 48 583 Capacidade: 35 624 Capacidade: 32 900
     
Rennes
Roazhon Park
Capacidade: 29 164
 
Le Havre Valenciennes Reims Grenoble
Stade Océane Stade du Hainaut Stade Auguste-Delaune Stade des Alpes
Capacidade: 25 178 Capacidade: 25 172 Capacidade: 21 127 Capacidade: 20 068
       

ParticipantesEditar

As competições que qualificaram as seleções para a Copa do Mundo foram disputadas entre abril de 2017 e novembro de 2018, onde foram apuradas 23 seleções para o torneio, além da anfitriã França que já estava previamente classificada por ser o país sede.[24]

As seguintes seleções foram classificadas para a disputa do Mundial.

Confederação Seleção Presenças Primeira presença Última presença Melhor resultado anterior
UEFA
(8 vagas + país sede)
  Alemanha 8 1991 2015 Campeã (2003 e 2007)
  Escócia 1 Estreante
  Espanha 2 2015 2015 Fase de grupos (2015)
  França 4 2003 2015 Quarto lugar (2011)
  Inglaterra 4 1995 2015 Terceiro lugar (2015)
  Itália 3 1991 1999 Quartas de final (1991)
  Noruega 8 1991 2015 Campeã (1995)
  Países Baixos 2 2015 2015 Oitavas de final (2015)
  Suécia 8 1991 2015 Vice-campeã (2003)
AFC
(5 vagas)
  Austrália 7 1995 2015 Quartas de final (2007, 2011 e 2015)
  China 7 1991 2015 Vice-campeã (1999)
  Coreia do Sul 3 2003 2015 Oitavas de final (2015)
  Japão 8 1991 2015 Campeã (2011)
  Tailândia 2 2015 2015 Fase de grupos (2015)
CAF
(3 vagas)
  África do Sul 1 Estreante
  Camarões 2 2015 2015 Oitavas de final (2015)
  Nigéria 8 1991 2015 Quartas de final (1999)
CONCACAF
(3 vagas)
  Canadá 7 1995 2015 Quarto lugar (2003)
  Estados Unidos 8 1991 2015 Campeã (1991, 1999 e 2015)
  Jamaica 1 Estreante
CONMEBOL
(3 vagas)
  Argentina[A] 3 2003 2007 Fase de grupos (2003 e 2007)
  Brasil 8 1991 2015 Vice-campeã (2007)
  Chile 1 Estreante
OFC
(1 vaga)
  Nova Zelândia 5 1991 2015 Fase de grupos (1991, 2007, 2011 e 2015)

A. ^ Qualificou-se na repescagem contra uma seleção da CONCACAF (Panamá).

ArbitragemEditar

Em 3 de dezembro de 2018 a FIFA anunciou as árbitras e assistentes para o Mundial, escolhidas através da sua Comissão de Árbitros.[25]

Esta é a lista de árbitras e assistentes que atuam na Copa do Mundo Feminina:[26]

SorteioEditar

O sorteio que definiu a composição dos grupos realizou-se em 8 de dezembro de 2018 no La Seine Musicale, em Boulogne-Billancourt, comuna localizada nos subúrbios de Paris.[27]

As 24 seleções foram distribuídas em quatro potes de acordo com as colocações no Ranking Feminino Mundial de FIFA de 7 de dezembro de 2018, sendo que a França estava automaticamente posicionada no Pote 1.[28] Nenhum grupo poderia conter mais de uma seleção de cada confederação, com exceção da UEFA que poderia ter até duas seleções por grupo.[29]

Pote 1 (cabeças de chave) Pote 2 Pote 3 Pote 4

  França (3, anfitriã)
  Estados Unidos (1)
  Alemanha (2)
  Inglaterra (4)
  Canadá (5)
  Austrália (6)

  Países Baixos (7)
  Japão (8)
  Suécia (9)
  Brasil (10)
  Espanha (12)
  Noruega (13)

  Coreia do Sul (14)
  China (15)
  Itália (16)
  Nova Zelândia (19)
  Escócia (20)
  Tailândia (29)

  Argentina (36)
  Chile (38)
  Nigéria (39)
  Camarões (46)
  África do Sul (48)
  Jamaica (53)

ConvocaçõesEditar

Cada equipe teve que fornecer à FIFA uma equipe preliminar entre 23 e 50 jogadores até 26 de abril de 2019, que não será publicada. A partir do plantel preliminar, a equipe teve que nomear um esquadrão final de 23 jogadores (três dos quais devem ser goleiros) por um prazo determinado. Os jogadores da equipe final poderam ser substituídos por uma jogadora da equipe preliminar devido a lesões graves ou doença até 24 horas antes do início da primeira partida da equipe.[30]

Fase de gruposEditar

O programa de partidas da competição foi divulgado em 8 de fevereiro de 2018.[31] As duas primeiras colocadas de cada grupo, mais as quatro melhores terceiro colocadas avançam para as oitavas de final.[30]

Equipes classificadas às oitavas de final
Equipes classificadas como melhores terceiro colocadas
Equipes eliminadas

Todas as partidas seguem o fuso horário local (UTC+2).

Grupo AEditar

Pos. Seleção Pts J V E D GP GC SG
1   França 9 3 3 0 0 7 1 +6
2   Noruega 6 3 2 0 1 6 3 +3
3   Nigéria 3 3 1 0 2 2 4 –2
4   Coreia do Sul 0 3 0 0 3 1 8 –7
7 de junho França   4 – 0   Coreia do Sul Parc des Princes, Paris
21:00
Le Sommer   9'
Renard   35',   45+2'
Henry   85'
Relatório Público: 45 261
Árbitro:  URU Claudia Umpiérrez

8 de junho Noruega   3 – 0   Nigéria Stade Auguste-Delaune, Reims
21:00
Reiten   17'
Utland   34'
Ohale   37' (g.c.)
Relatório Público: 11 058
Árbitro:  AUS Kate Jacewicz

12 de junho Nigéria   2 – 0   Coreia do Sul Stade des Alpes, Grenoble
15:00
Kim Do-yeon   29' (g.c.)
Oshoala   75'
Relatório Público: 11 252
Árbitro:  RUS Anastasia Pustovoitova

12 de junho França   2 – 1   Noruega Stade de Nice, Nice
21:00
Gauvin   46'
Le Sommer   72' (pen)
Relatório Renard   54' (g.c.) Público: 34 872
Árbitro:  GER Bibiana Steinhaus

17 de junho Nigéria   0 – 1   França Roazhon Park, Rennes
21:00
Relatório Renard   79' (pen) Público: 28 267
Árbitro:  HON Melissa Borjas

17 de junho Coreia do Sul   1 – 2   Noruega Stade Auguste-Delaune, Reims
21:00
Yeo Min-ji   78' Relatório C. Hansen   4' (pen)
Herlovsen   50' (pen)
Público: 13 034
Árbitro:  CAN Marie-Soleil Beaudoin

Grupo BEditar

Pos. Seleção Pts J V E D GP GC SG
1   Alemanha 9 3 3 0 0 6 0 +6
2   Espanha 4 3 1 1 1 3 2 +1
3   China 4 3 1 1 1 1 1 0
4   África do Sul 0 3 0 0 3 1 8 –7
8 de junho Alemanha   1 – 0   China Roazhon Park, Rennes
15:00
Gwinn   66' Relatório Público: 15 283
Árbitro:  CAN Marie-Soleil Beaudoin

8 de junho Espanha   3 – 1   África do Sul Stade Océane, Le Havre
18:00
Hermoso   69' (pen),   82' (pen)
L. García   89'
Relatório Kgatlana   25' Público: 12 044
Árbitro:  CHI María Carvajal

12 de junho Alemanha   1 – 0   Espanha Stade du Hainaut, Valenciennes
18:00
Däbritz   42' Relatório Público: 20 761
Árbitro:  UKR Kateryna Monzul

13 de junho África do Sul   0 – 1   China Parc des Princes, Paris
21:00
Relatório Li Ying   40' Público: 20 011
Árbitro:  HUN Katalin Kulcsár

17 de junho África do Sul   0 – 4   Alemanha Stade de la Mosson, Montpellier
18:00
Relatório Leupolz   14'
Däbritz   29'
Popp   40'
Magull   58'
Público: 15 502
Árbitro:  POR Sandra Braz

17 de junho China   0 – 0   Espanha Stade Océane, Le Havre
18:00
Relatório Público: 11 814
Árbitro:  BRA Edina Alves Batista

Grupo CEditar

Pos. Seleção Pts J V E D GP GC SG
1   Itália 6 3 2 0 1 7 2 +5
2   Austrália 6 3 2 0 1 8 5 +3
3   Brasil 6 3 2 0 1 6 3 +3
4   Jamaica 0 3 0 0 3 1 12 –11
9 de junho Austrália   1 – 2   Itália Stade du Hainaut, Valenciennes
13:00
Kerr   22' Relatório Bonansea   56',   90+5' Público: 15 380
Árbitro:  HON Melissa Borjas

9 de junho Brasil   3 – 0   Jamaica Stade des Alpes, Grenoble
15:30
Cristiane   15',   50',   64' Relatório Público: 17 668
Árbitro:  GER Riem Hussein

13 de junho Austrália   3 – 2   Brasil Stade de la Mosson, Montpellier
18:00
Foord   45+1'
Logarzo   58'
Mônica   66' (g.c.)
Relatório Marta   27' (pen)
Cristiane   38'
Público: 17 032
Árbitro:  SUI Esther Staubli

14 de junho Jamaica   0 – 5   Itália Stade Auguste-Delaune, Reims
18:00
Relatório Girelli   12' (pen),   25',   46'
Galli   71',   81'
Público: 12 016
Árbitro:  NZL Anna-Marie Keighley

18 de junho Jamaica   1 – 4   Austrália Stade des Alpes, Grenoble
21:00
Solaun   49' Relatório Kerr   11',   42',   69',   83' Público: 17 402
Árbitro:  HUN Katalin Kulcsár

18 de junho Itália   0 – 1   Brasil Stade du Hainaut, Valenciennes
21:00
Relatório Marta   74' (pen) Público: 21 669
Árbitro:  MEX Lucila Venegas

Grupo DEditar

Pos. Seleção Pts J V E D GP GC SG
1   Inglaterra 9 3 3 0 0 5 1 +4
2   Japão 4 3 1 1 1 2 3 –1
3   Argentina 2 3 0 2 1 3 4 –1
4   Escócia 1 3 0 1 2 5 7 –2
9 de junho Inglaterra   2 – 1   Escócia Stade de Nice, Nice
18:00
Parris   14' (pen)
White   40'
Relatório Emslie   79' Público: 13 188
Árbitro:  CZE Jana Adámková

10 de junho Argentina   0 – 0   Japão Parc des Princes, Paris
18:00
Relatório Público: 25 055
Árbitro:  FRA Stéphanie Frappart

14 de junho Japão   2 – 1   Escócia Roazhon Park, Rennes
15:00
Iwabuchi   23'
Sugasawa   37' (pen)
Relatório Clelland   88' Público: 13 201
Árbitro:  ETH Lidya Tafesse Abebe

14 de junho Inglaterra   1 – 0   Argentina Stade Océane, Le Havre
21:00
Taylor   62' Relatório Público: 20 294
Árbitro:  CHN Qin Liang

19 de junho Japão   0 – 2   Inglaterra Stade de Nice, Nice
21:00
Relatório White   14',   84' Público: 14 319
Árbitro:  URU Claudia Umpiérrez

19 de junho Escócia   3 – 3   Argentina Parc des Princes, Paris
21:00
Little   19'
Beattie   49'
Cuthbert   69'
Relatório Menéndez   74'
Alexander   79' (g.c.)
Bonsegundo   90+4' (pen)
Público: 28 205
Árbitro:  PRK Ri Hyang-ok

Grupo EEditar

Pos. Seleção Pts J V E D GP GC SG
1   Países Baixos 9 3 3 0 0 6 2 +4
2   Canadá 6 3 2 0 1 4 2 +2
3   Camarões 3 3 1 0 2 3 5 –2
4   Nova Zelândia 0 3 0 0 3 1 5 –4
10 de junho Canadá   1 – 0   Camarões Stade de la Mosson, Montpellier
21:00
Buchanan   45' Relatório Público: 10 710
Árbitro:  PRK Ri Hyang-ok

11 de junho Nova Zelândia   0 – 1   Países Baixos Stade Océane, Le Havre
15:00
Relatório Roord   90+2' Público: 10 654
Árbitro:  BRA Edina Alves Batista

15 de junho Países Baixos   3 – 1   Camarões Stade du Hainaut, Valenciennes
15:00
Miedema   41',   85'
Bloodworth   48'
Relatório Onguéné   43' Público: 22 423
Árbitro:  AUS Casey Reibelt

15 de junho Canadá   2 – 0   Nova Zelândia Stade des Alpes, Grenoble
21:00
Fleming   48'
Prince   79'
Relatório Público: 14 856
Árbitro:  JPN Yoshimi Yamashita

20 de junho Países Baixos   2 – 1   Canadá Stade Auguste-Delaune, Reims
18:00
Dekker   54'
Beerensteyn   75'
Relatório Sinclair   50' Público: 19 277
Árbitro:  FRA Stéphanie Frappart

20 de junho Camarões   2 – 1   Nova Zelândia Stade de la Mosson, Montpellier
18:00
Nchout   57',   90+5' Relatório Awona   80' (g.c.) Público: 8 009
Árbitro:  UKR Kateryna Monzul

Grupo FEditar

Pos. Seleção Pts J V E D GP GC SG
1   Estados Unidos 9 3 3 0 0 18 0 +18
2   Suécia 6 3 2 0 1 7 3 +4
3   Chile 3 3 1 0 2 2 5 –3
4   Tailândia 0 3 0 0 3 1 20 –19
11 de junho Chile   0 – 2   Suécia Roazhon Park, Rennes
18:00
Relatório Asllani   83'
Janogy   90+4'
Público: 15 875
Árbitro:  MEX Lucila Venegas

11 de junho Estados Unidos   13 – 0   Tailândia Stade Auguste-Delaune, Reims
21:00
Morgan   12',   53',   74',   81',   87'
Lavelle   20',   56'
Horan   32'
Mewis   50',   54'
Rapinoe   79'
Pugh   85'
Lloyd   90+2'
Relatório Público: 18 591
Árbitro:  ARG Laura Fortunato

16 de junho Suécia   5 – 1   Tailândia Stade de Nice, Nice
15:00
Sembrant   6'
Asllani   19'
Rolfö   42'
Hurtig   81'
Rubensson   90+6' (pen)
Relatório Sungngoen   90+1' Público: 9 354
Árbitro:  RWA Salima Mukansanga

16 de junho Estados Unidos   3 – 0   Chile Parc des Princes, Paris
18:00
Lloyd   11',   35'
Ertz   26'
Relatório Público: 45 594
Árbitro:  GER Riem Hussein

20 de junho Suécia   0 – 2   Estados Unidos Stade Océane, Le Havre
21:00
Relatório Horan   3'
Andersson   50' (g.c.)
Público: 22 418
Árbitro:  RUS Anastasia Pustovoitova

20 de junho Tailândia   0 – 2   Chile Roazhon Park, Rennes
21:00
Relatório Boonsing   48' (g.c.)
Urrutia   80'
Público: 13 567
Árbitro:  NZL Anna-Marie Keighley

Melhores terceiras classificadasEditar

As melhores quatro seleções terceiro colocadas nos grupos também avançaram às oitavas de final.

Pos. Seleção Pts J V E D GP GC SG Grp.
1   Brasil 6 3 2 0 1 6 3 +3 C
2   China 4 3 1 1 1 1 1 0 B
3   Camarões 3 3 1 0 2 3 5 –2 E
4   Nigéria 3 3 1 0 2 2 4 –2 A
5   Chile 3 3 1 0 2 2 5 –3 F
6   Argentina 2 3 0 2 1 3 4 –1 D

Fase finalEditar

EsquemaEditar

Oitavas de final Quartas de final Semifinais Final
                           
22 de junho – Nice            
   Noruega (pen)  1 (4)
27 de junho – Le Havre
   Austrália  1 (1)  
   Noruega  0
23 de junho – Valenciennes
     Inglaterra  3  
   Inglaterra  3
2 de julho – Lyon
   Camarões  0  
   Inglaterra  1
23 de junho – Le Havre
     Estados Unidos  2  
   França (pro)  2
28 de junho – Paris
   Brasil  1  
   França  1
24 de junho – Reims
     Estados Unidos  2  
   Espanha  1
7 de julho – Lyon
   Estados Unidos  2  
   Estados Unidos  2
25 de junho – Montpellier
     Países Baixos  0
   Itália  2
29 de junho – Valenciennes
   China  0  
   Itália  0
25 de junho – Rennes
     Países Baixos  2  
   Países Baixos  2
3 de julho – Lyon
   Japão  1  
   Países Baixos (pro)  1
22 de junho – Grenoble
     Suécia  0   Terceiro lugar
   Alemanha  3
29 de junho – Rennes 6 de julho – Nice
   Nigéria  0  
   Alemanha  1     Inglaterra  1
24 de junho – Paris
     Suécia  2      Suécia  2
    Suécia  1
   Canadá  0  

Oitavas de finalEditar

22 de junho Alemanha   3 – 0   Nigéria Stade des Alpes, Grenoble
17:30
Popp   20'
Däbritz   27' (pen)
Schüller   82'
Relatório Público: 17 988
Árbitro:  JPN Yoshimi Yamashita

22 de junho Noruega   1 – 1 (pro)   Austrália Stade de Nice, Nice
21:00
Herlovsen   31' Relatório Kellond-Knight   83' Público: 12 229
Árbitro:  GER Riem Hussein
    Penalidades  
C. Hansen  
Reiten  
Mjelde  
Engen  
4 – 1   Kerr
  Gielnik
  Catley
 

23 de junho Inglaterra   3 – 0   Camarões Stade du Hainaut, Valenciennes
17:30
Houghton   14'
White   45+4'
Greenwood   58'
Relatório Público: 20 148
Árbitro:  CHN Qin Liang

23 de junho França   2 – 1 (pro)   Brasil Stade Océane, Le Havre
21:00
Gauvin   52'
Henry   107'
Relatório Thaísa   63' Público: 23 965
Árbitro:  CAN Marie-Soleil Beaudoin

24 de junho Espanha   1 – 2   Estados Unidos Stade Auguste-Delaune, Reims
18:00
Hermoso   9' Relatório Rapinoe   7' (pen),   75' (pen) Público: 19 633
Árbitro:  HUN Katalin Kulcsár

24 de junho Suécia   1 – 0   Canadá Parc des Princes, Paris
21:00
Blackstenius   55' Relatório Público: 38 078
Árbitro:  AUS Kate Jacewicz

25 de junho Itália   2 – 0   China Stade de la Mosson, Montpellier
18:00
Giacinti   15'
Galli   49'
Relatório Público: 17 492
Árbitro:  BRA Edina Alves Batista

25 de junho Países Baixos   2 – 1   Japão Roazhon Park, Rennes
21:00
Martens   17',   90' (pen) Relatório Hasegawa   43' Público: 21 076
Árbitro:  HON Melissa Borjas

Quartas de finalEditar

27 de junho Noruega   0 – 3   Inglaterra Stade Océane, Le Havre
21:00
Relatório Scott   3'
White   40'
Bronze   57'
Público: 21 111
Árbitro:  MEX Lucila Venegas

28 de junho França   1 – 2   Estados Unidos Parc des Princes, Paris
21:00
Renard   81' Relatório Rapinoe   5',   65' Público: 45 595
Árbitro:  UKR Kateryna Monzul

29 de junho Itália   0 – 2   Países Baixos Stade du Hainaut, Valenciennes
15:00
Relatório Miedema   70'
Van der Gragt   80'
Público: 22 600
Árbitro:  URU Claudia Umpiérrez

29 de junho Alemanha   1 – 2   Suécia Roazhon Park, Rennes
18:30
Magull   16' Relatório Jakobsson   22'
Blackstenius   48'
Público: 25 301
Árbitro:  FRA Stéphanie Frappart

SemifinalEditar

2 de julho Inglaterra   1 – 2   Estados Unidos Parc Olympique Lyonnais, Lyon
21:00
White   19' Relatório Press   10'
Morgan   31'
Público: 53 512
Árbitro:  BRA Edina Alves Batista

3 de julho Países Baixos   1 – 0 (pro)   Suécia Parc Olympique Lyonnais, Lyon
21:00
Groenen   99' Relatório Público: 48 452
Árbitro:  CAN Marie-Soleil Beaudoin

Disputa pelo terceiro lugarEditar

6 de julho Inglaterra   1 – 2   Suécia Stade de Nice, Nice
17:00
Kirby   31' Relatório Asllani   11'
Jakobsson   22'
Público: 20 316
Árbitro:  RUS Anastasia Pustovoitova

FinalEditar

7 de julho Estados Unidos   2 – 0   Países Baixos Parc Olympique Lyonnais, Lyon
17:00
Rapinoe   61' (pen)
Lavelle   69'
Relatório Público: 57 900
Árbitro:  FRA Stéphanie Frappart

PremiaçãoEditar

Copa do Mundo de Futebol Feminino de 2019
 
Estados Unidos
Campeã
(4º título)
Chuteira de Ouro Bola de Ouro Luva de Ouro Jogadora Jovem Troféu FIFA Fair Play
  Megan Rapinoe   Megan Rapinoe   Sari van Veenendaal   Giulia Gwinn   França

ArtilhariaEditar

6 gols (3)
5 gols (1)
4 gols (2)
3 gols (8)
2 gols (14)
1 gol (55)
Gols contra (8)

Qualificação para os Jogos OlímpicosEditar

A Copa do Mundo foi utilizada pela União das Associações Europeias de Futebol (UEFA) para qualificar as equipes do continente aos torneio de futebol feminino dos Jogos Olímpicos de 2020 no Japão, com as três melhores performances (considerando apenas a fase alcançada) obtendo a classificação.[32]

Com a vitória dos Estados Unidos sobre a França nas quartas de final, todas as demais equipes classificadas as semifinais se garantiram nos Jogos Olímpicos por serem europeias.[33]

Seleção Data de qualificação Aparições anteriores em Jogos Olímpicos
  Grã-Bretanha1 28 de junho de 2019[34] 1 (2012)
  Países Baixos 29 de junho de 2019[35] Estreante
  Suécia 29 de junho de 2019[35] 6 (1996, 2000, 2004, 2008, 2012, 2016)

1Inglaterra e Escócia representaram a Grã-Bretanha na Copa do Mundo, mas apenas a performance da Inglaterra foi considerada para a qualificação em acordo entre as quatro associações de futebol britânicas (Escócia, Inglaterra, Irlanda do Norte e País de Gales).[36]

PublicidadeEditar

LogotipoEditar

O emblema e slogan foi lançado em 19 de setembro de 2017 no Museu do Homem em Paris.[37] O emblema é uma forma do troféu da Copa do Mundo de Futebol Feminino com as cores da Bandeira da França, as listras da moda passada e presente dos marinheiros franceses marinhos e a bola de luz com oito fragmentos e com o símbolo de Fleur-de-lis. O slogan é "Dare to Shine" (Francês traduzido: Le moment de briller).[38]

MascoteEditar

O mascote oficial foi chamado de "Ettie" e revelado em 12 de maio de 2018 na sede do Groupe TF1, e foi transmitido na LCI. Ela fez sua primeira aparição pública em Paris em frente à icônica Torre Eiffel. A Fifa descreve-a como "uma jovem galinha com paixão pela vida e pelo futebol" e afirma que "ela vem de uma longa linhagem de mascotes de penas e é filha do Footix, mascote oficial da Copa do Mundo de 1998 na França".[39]

Direitos de transmissãoEditar

RepercussãoEditar

Pela mídia, obteve uma forte divulgação além de um destaque maior na competição, se tornando a edição mais vista da história, quebrando recordes de audiência pelo mundo. Em alguns países, superou até mesmo os jogos das seleções masculinas de futebol. No Brasil, o jogo de estreia da seleção nacional contra a Jamaica, aumentou em 90% a média das manhãs de domingo da Rede Globo. Já nas oitavas de final durante a partida entre Brasil e França, a emissora registrou 30,4 pontos, números estes que são vistos apenas na telenovela das nove e no Jornal Nacional. Na Rede Bandeirantes, a melhor marca ficou na partida entre Suécia e Estados Unidos, quando alcançou seis pontos de média com picos de oito e permaneceu em terceiro lugar isolado em termos de audiência. Pelo SporTV, com a cobertura de todos os jogos na TV por assinatura, houve um aumento de 300% com relação a edição anterior.[48]

Referências

  1. a b «France to host the FIFA Women's World Cup in 2019» (em inglês). FIFA.com. 19 de março de 2015. Consultado em 22 de abril de 2016 
  2. «The USWNT conquer #LaGrandeFinale» (em inglês). FIFA. 7 de julho de 2019. Consultado em 7 de julho de 2019 
  3. «É tetra! Estados Unidos passam por cima da Holanda e conquistam a Copa do Mundo». GloboEsporte.com. 7 de julho de 2019. Consultado em 7 de julho de 2019 
  4. «Americanas fazem 13 na Tailândia na maior goleada da história das Copas». UOL Esporte. 11 de junho de 2019. Consultado em 11 de junho de 2019 
  5. «Marta diz que recorde é para todas as mulheres "num esporte que ainda é masculino para muitos"». GloboEsporte.com. 18 de junho de 2019. Consultado em 18 de junho de 2019 
  6. «Artilheira das Copas: Marta iguala recorde de Klose como maior goleadora em Mundiais». GloboEsporte.com. 13 de junho de 2019. Consultado em 13 de junho de 2019 
  7. «Bidding process opened for eight FIFA competitions» (em inglês). FIFA.com. 19 de dezembro de 2013. Consultado em 22 de abril de 2016 
  8. «FA consider hosting 2019 women's World Cup in England» (em inglês). BBC Sport. 9 de maio de 2014. Consultado em 22 de abril de 2016 
  9. «New Zealand express interest in host role» (em inglês). Oceania Football Confederation. 12 de maio de 2014. Consultado em 22 de abril de 2016. Arquivado do original em 12 de maio de 2014 
  10. «FA drop Women's World Cup bid» (em inglês). Football365.com. 23 de junho de 2014. Consultado em 22 de abril de 2016. Arquivado do original em 26 de junho de 2014 
  11. «NZF not progressing women's cup bid» (em inglês). Oceania Football Confederation. 25 de junho de 2014. Consultado em 22 de abril de 2016. Arquivado do original em 28 de junho de 2014 
  12. «South Africa will bid to host 2019 Women's World Cup» (em inglês). BBC Sport. 13 de março de 2014. Consultado em 22 de abril de 2016 
  13. «France and South Korea submit bids for 2019 FIFA Women's World Cup» (em inglês). insidethegames.biz. Consultado em 22 de abril de 2016 
  14. «Japan to bid for 2023 Women's World Cup» (em inglês). The Japan Times. 19 de dezembro de 2013. Consultado em 22 de abril de 2016 
  15. «Svenskt intresse för VM-ansökan» (em sueco). Dagens Nyheter. 11 de dezembro de 2011. Consultado em 10 de setembro de 2013 
  16. «Trots EM-succén - Sverige söker inte VM 2019» (em sueco). Eurosport. 11 de abril de 2014. Consultado em 16 de abril de 2014 
  17. «High interest in hosting FIFA competitions» (em inglês). FIFA.com. 9 de maio de 2014. Consultado em 22 de abril de 2016 
  18. «FIFA receives bidding documents for 2019 FIFA Women's World Cup» (em inglês). FIFA.com. 30 de outubro de 2014. Consultado em 22 de abril de 2016 
  19. «S.Korea Applies to Host 2019 FIFA Women's World Cup» (em inglês). KBS. 9 de abril de 2014. Consultado em 16 de abril de 2014 
  20. «La France candidate pour 2019!» (em francês). Fédération Française de Football. 25 de abril de 2014. Consultado em 4 de maio de 2014 
  21. «France to stage 2019 Women's World Cup» (em inglês). UEFA.com. 19 de março de 2015. Consultado em 27 de junho de 2015 
  22. «Coupe du monde de football féminin 2019 : Rennes accueillera 6 matchs» (em francês). Rennes Métropole. 20 de março de 2015. Consultado em 3 de fevereiro de 2016. Arquivado do original em 8 de dezembro de 2015 
  23. «La France organisera la Coupe du monde 2019!» (em francês). L'Équipe. 19 de março de 2015. Consultado em 22 de abril de 2016 
  24. «All 24 qualified teams now confirmed» (em inglês). FIFA. 1 de dezembro de 2018. Consultado em 10 de dezembro de 2018 
  25. «22 referees, 7 support referees and 44 assistant referees appointed for FIFA Women's World Cup 2015™» (PDF) (em inglês). FIFA. 30 de março de 2015. Consultado em 30 de março de 2015 
  26. «FIFA Women's World Cup France 2019: List of match officials» (PDF) (em inglês). FIFA.com. Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  27. «FIFA Women's World Cup France 2019™ match schedule confirmed» (em inglês). FIFA. 8 de dezembro de 2018. Consultado em 10 de dezembro de 2018 
  28. «Draw pots confirmed by latest Women's Ranking» (em inglês). FIFA. 7 de dezembro de 2018. Consultado em 10 de dezembro de 2018 
  29. «The Draw: How does it work?» (em inglês). FIFA. 7 de dezembro de 2018. Consultado em 10 de dezembro de 2018 
  30. a b «Regulations – FIFA Women's World Cup France 2019» (PDF) (em inglês). FIFA. 26 de outubro de 2018. Consultado em 10 de dezembro de 2018 
  31. «Match schedule for FIFA Women's World Cup France 2019 announced» (em inglês). FIFA. 8 de fevereiro de 2018. Consultado em 10 de dezembro de 2018 
  32. «The road to Tokyo» (em inglês). FIFA.com. 6 de maio de 2019. Consultado em 29 de junho de 2019 
  33. «FIFA Women's World Cup fixtures/results» (em inglês). UEFA.com. 16 de junho de 2019. Consultado em 29 de junho de 2019 
  34. «Lionesses secure Olympic spot for Great Britain» (em inglês). FIFA.com. 28 de junho de 2019. Consultado em 29 de junho de 2019 
  35. a b «Netherlands and Sweden secure Tokyo tickets» (em inglês). FIFA.com. 29 de junho de 2019. Consultado em 29 de junho de 2019 
  36. «Organising Committee takes important decisions on FIFA Women's World Cup» (em inglês). FIFA.com. 1 de outubro de 2018. Consultado em 29 de junho de 2019 
  37. «France 2019's Official Emblem launched in Paris». FIFA.com. 19 de Setembro de 2017 
  38. «Official Slogan and Emblem of FIFA Women's World Cup France 2019 launched today». FIFA.com. 19 de Setembro de 2017 
  39. «ettie™ revealed as Official Mascot for FIFA Women's World Cup France 2019™». FIFA.com. 12 de Maio de 2018 
  40. Optus snap up Champions League, Europa League rights. FourFourTwo Australia. 3 de agosto de 2018
  41. [1] Portal Marking Of. 16 de janeiro de 2019.
  42. Sandomir, Richard. "Fox, Telemundo and Univision to Show World Cup Through 2026 as FIFA Extends Contracts". The New York Times. 12 de fevereiro de 2015.
  43. "FIFA extending TV deals through 2026 World Cup with CTV, TSN and RDS". The Globe and Mail. 12 de fevereiro de 2015.
  44. Parker, Ryan. "2026 World Cup TV rights awarded without bids; ESPN 'surprised'". Los Angeles Times. 13 de fevereiro de 2015.
  45. Football féminin : le Groupe TF1 s’offre la Coupe du Monde 2019 sur lesnouvellesnews.fr, 14 de janeiro de 2016.
  46. BBC wins rights to show 2019 tournament BBC.com. 6 de março de 2017.
  47. FIFA and EBU extend 'Other FIFA Events' cooperation until 2022 ebu.ch. 22 de novembro de 2018.
  48. Vinícius Andrade (2 de julho de 2019). «Fenômeno, Copa do Mundo Feminina bate recordes de audiência pelo planeta». Notícias da TV. Consultado em 2 de julho de 2019 

Ligações externasEditar