Abrir menu principal

Copa dos Campeões de Voleibol Masculino de 2017

Copa dos Campeões de 2017
Voleibol Volleyball (indoor) pictogram.svg
Informações gerais
País-sede Japão Nagoia e Osaka, Japão
Organizador FIVB
Período 1217 de setembro
Participantes 6
Premiações
Campeão Bandeira do Brasil Brasil (5º título)
Vice-campeão Bandeira da Itália Itália
MVP Brasil Ricardo Lucarelli de Souza
◄◄ Japão 2013 Bola de volei de quadra.svg 2021 Japão ►►
Página oficial da competição

A Copa dos Campeões de Voleibol Masculino de 2017 foi a sétima edição da competição internacional realizada a cada quatro anos, sob chancela da Federação Internacional de Voleibol (FIVB).

Ocorrendo sempre no ano posterior à realização dos Jogos Olímpicos, e com sede no Japão, em 2017 o torneio foi realizado entre os dias 12 e 17 de setembro nas cidades de Nagoia e Osaka.[1] O seu início se deu logo após a finalização do torneio feminino.

O Brasil obteve o quarto título seguido da competição, com uma campanha de quatro vitórias e uma derrota. Assim, chegou ao total de cinco conquistas em sete edições realizadas deste evento.[2]

FormatoEditar

A competição foi disputada por seis seleções no sistema de pontos corridos, onde todas se enfrentaram em grupo único. A equipe que somou mais pontos ao final de cinco jogos foi declarada campeã.[3]

Equipes participantesEditar

Ao contrário das edições anteriores, nas quais participavam as seleções campeãs dos seus respectivos torneios continentais, para esta ocasião a FIVB decidiu outorgar quatro vagas para a melhor seleção ranqueada de cada continente (Ásia, Europa, América do Norte e Central e América do Sul) após a disputa dos Jogos Olímpicos de 2016, mais uma equipe convidada pela organização, e o Japão por ser o país-sede.[4]

Classificação Vagas Classificados
País-sede 1   Japão
Melhor ranking da Ásia 1   Irã
Melhor ranking da Europa 1   França
Melhor ranking da NORCECA 1   Estados Unidos
Melhor ranking da América do Sul 1   Brasil
Convite 1   Itália
TOTAL 6

Critérios de classificação no grupoEditar

  1. Número de vitórias;
  2. Pontos;
  3. Razão de sets;
  4. Razão de pontos;
  5. Resultado da última partida entre os times empatados.
  • Placar de 3–0 ou 3–1: 3 pontos para o vencedor, nenhum para o perdedor;
  • Placar de 3–2: 2 pontos para o vencedor, 1 para o perdedor.[5]

ClassificaçãoEditar

Jogos Resultados Sets Pontos
Pos Equipe Pts T V D 3–0 3–1 3–2 2–3 1–3 0–3 V P R V P R
1   Brasil 12 5 4 1 3 0 1 1 0 0 14 5 2.800 446 393 1.135
2   Itália 12 5 4 1 0 3 1 1 0 0 14 8 1.750 509 506 1.006
3   Irã 9 5 4 1 0 1 3 0 0 1 12 10 1.200 501 495 1.012
4   Estados Unidos 8 5 2 3 2 0 0 2 1 0 11 9 1.222 463 416 1.113
5   França 4 5 1 4 1 0 0 1 1 2 6 12 0.500 410 436 0.940
6   Japão 0 5 0 5 0 0 0 0 2 3 2 15 0.133 335 418 0.801

ResultadosEditar

As duas primeiras rodadas foram disputadas no Nippon Gaishi Hall, em Nagoia. A sequência da competição teve suas partidas no Ginásio Municipal Central de Osaka, em Osaka.[1]

Todas as partidas seguem o horário do Japão (UTC+9)

Data Hora Placar Set 1 Set 2 Set 3 Set 4 Set 5 Total Relatório
12 set 12:40 França   0–3   Brasil 25–27 25–27 22–25     72–79 Relatório
12 set 15:40 Itália   2–3   Irã 19–25 25–23 26–28 31–29 11–15 112–120 Relatório
12 set 19:15 Japão   0–3   Estados Unidos 21–25 18–25 13–25     52–75 Relatório
13 set 12:40 Brasil   2–3   Itália 25–15 25–27 25–27 25–18 12–15 112–102 Relatório
13 set 15:40 Estados Unidos   2–3   Irã 25–20 25–17 25–27 21–25 12–15 108–104 Relatório
13 set 19:15 Japão   0–3   França 15–25 23–25 23–25     61–75 Relatório
15 set 12:40 Irã   0–3   Brasil 22–25 19–25 15–25     56–75 Relatório
15 set 15:40 França   0–3   Estados Unidos 20–25 17–25 16–25     53–75 Relatório
15 set 19:15 Itália   3–1   Japão 25–23 22–25 25–20 25–22   97–90 Relatório
16 set 12:40 Estados Unidos   2–3   Brasil 26–28 25–15 20–25 25–22 13–15 109–105 Relatório
16 set 15:40 França   1–3   Itália 25–21 20–25 22–25 21–25   88–96 Relatório
16 set 19:15 Japão   1–3   Irã 25–21 19–25 20–25 14–25   78–96 Relatório
17 set 11:40 Itália   3–1   Estados Unidos 25–22 25–22 23–25 29–27   102–96 Relatório
17 set 14:40 Irã   3–2   França 38–36 25–23 22–25 25–27 15–11 125–122 Relatório
17 set 18:15 Brasil   3–0   Japão 25–17 25–15 25–22     75–54 Relatório

Classificação finalEditar

Prêmios individuaisEditar

A seleção do campeonato foi composta pelos seguintes jogadores:[6]

 

Oposto:
Anderson
 
1ª bloqueador:
Piano
 
1ª atacante:
Lucarelli
 
2ª atacante:
Ebadipour
 
2ª bloqueador:
Lucas
 
Levantador:
Giannelli
 
Líbero:
Ide
 

Referências

  1. a b «Host cities – Men's Grand Champions Cup» (em inglês). FIVB. Consultado em 5 de setembro de 2017 
  2. «News detail - Lucas, Mauricio lead block party in Brazil's straight-set win over Japan - Men's Grand Champions Cup 2017». grandchampionscup.2017.men.fivb.com. Consultado em 17 de setembro de 2017 
  3. «Formula – Men's Grand Champions Cup» (em inglês). FIVB. Consultado em 5 de setembro de 2017 
  4. «Qualification – Men's Grand Champions Cup» (em inglês). FIVB. Consultado em 5 de setembro de 2017 
  5. «Pool Ranking Criteria – Men's Grand Champions Cup» (em inglês). FIVB. Consultado em 10 de setembro de 2017 
  6. «FIVB Men's World Grand Champions Cup Dream Team» (em inglês). FIVB. 17 de setembro de 2017. Consultado em 17 de setembro de 2017 

Ligações externasEditar