Abrir menu principal
Cornélio Lupo
Cônsul do Império Romano
Consulado 42 d.C.
Morte 47 d.C.

Cornélio Lupo (em latim: Cornelius Lupus; m. 47) foi um senador romano da gente Cornélia nomeado cônsul sufecto em 42 com Aulo Cecina Largo. Antes disto já havia sido procônsul de Creta e Cirenaica durante o reinado de Tibério[1][2]. Seu prenome é desconhecido.

Apesar de ser um amigo do imperador Cláudio, Lupo foi uma das vítimas do notório delator Públio Suílio Rufo em 47, cuja acusação levou à sua execução[3].

Ver tambémEditar

Referências

  1. Paul Gallivan, "The Fasti for the Reign of Claudius", Classical Quarterly, 28 (1978), pp. 408, 424
  2. Der Neue Pauly, Stuttgardiae 1999, T. 3, c. 195
  3. Tácito, Anais XIII.43