Corpo Nacional de Escutas - Escutismo Católico Português

O Corpo Nacional de Escutas - Escutismo Católico Português (CNE) MHIHMHM é a maior organização de juventude de Portugal. É uma associação sem fins lucrativos, destinada à formação integral de jovens, com base no método criado por Robert Baden-Powell e no voluntariado dos seus membros, que se afirma como um movimento da Igreja Católica.[1]

IgrejaCatólicaEmblem of the Papacy SE.svg
Portugal Portugal
Santo padroeiro São Nuno de Santa Maria
Ano 1923
População total 73 000 escuteiros (1987 agrups.)

O Corpo Nacional de Escutas - Escutismo Católico Português - nasceu em Braga a 27 de Maio de 1923.Os seus fundadores foram o Arcebispo D. Manuel Vieira de Matos e Dr. Avelino Gonçalves, que em Roma tiveram os primeiros contactos com o Movimento, quando ali assistiram, em 1922, a um desfile de 20 000 escutas, por ocasião do Congresso Eucarístico Internacional que esse ano se realizou na Cidade Eterna.[2] No mesmo ano convidaram Franklim António de Oliveira para Comissário Nacional.

A 17 de Julho de 1992 foi feito Membro-Honorário da Ordem do Mérito e a 29 de Maio de 1998 foi feito Membro-Honorário da Ordem do Infante D. Henrique.[3]

Número de escuteiros em PortugalEditar

Dos 64 070 escuteiros recenseados em 2007, 11 346 eram dirigentes. Já por secções, a que tinha mais elementos eram os Exploradores, com 17 329 elementos. Já os Lobitos contabilizavam 15 405, enquanto os Pioneiros eram 12 468 escuteiros. Em relação aos Caminheiros estavam contabilizados 7 522 elementos.

A sua distribuição no país mostra que em 2007, Braga era a região que tinha mais elementos, num total de 15 242 escuteiros, dos quais 2600 eram dirigentes. Seguia-se a região de Lisboa com 10 955 elementos. Depois surgiam a região do Porto (8 177), Setúbal (3 996), Coimbra (3 529) e Aveiro (3 529).

 
Caminheiro na aldeia da Drave, Base Nacional da IV Secção

Em 2013, os escuteiros são a maior organização juvenil portuguesa com 73 mil membros, dos quais são 59 mil jovens e mais de 14 mil adultos voluntários.[4]

Organização PedagógicaEditar

O Corpo Nacional de Escutas está organizado pedagogicamente em 4 secções, associadas a faixas etárias, com nomenclaturas próprias. Dentro de cada secção, os jovens organizam-se em pequenos grupos, tendo cada elemento uma função específica.[5]

Alcateia - formada pelos LobitosEditar

  • os elementos são denominados Lobitos e estão organizados em Bandos de 5 a 7 elementos;
  • denomina-se Alcateia a Unidade formada pelos Bandos de Lobitos, onde cada uma tem 2 a 5 Bandos;
  • cada Bando designa-se e distingue-se por uma cor que figura no distintivo de cada Lobito e na bandeirola de Bando: branco, cinzento, preto, castanho e ruivo;
  • o local de reunião dos Lobitos é designado Covil;
  • o seu patrono é São Francisco de Assis;
  • a cor representativa desta secção é o Amarelo;
  • idade: dos 6 aos 10;

Expedição - formada pelos ExploradoresEditar

  • os elementos são denominados Exploradores e estão organizados em Patrulhas de 4 a 8 elementos;
  • denomina-se Expedição a Unidade formada pelas Patrulhas, onde cada uma tem 2 a 5 Patrulhas;
  • cada Patrulha designa-se pelo nome de um animal, o Totem, cuja silhueta e respectivas cores figuram na bandeirola da Patrulha assim como no distintivo da camisa do Explorador;
  • o local de reunião dos Exploradores é designado Base;
  • o seu patrono é São Tiago;
  • a cor representativa desta secção é o Verde;
  • idade: dos 10 aos 14.

Comunidade - formado pelos PioneirosEditar

  • os elementos são denominados Pioneiros e estão organizados em Equipas de 4 a 8 elementos;
  • denomina-se Comunidade a Unidade formada pelas Equipas, onde cada um tem 2 a 5 Equipas;
  • cada Equipa designa-se por um Santo da Igreja, um Benemérito da Humanidade ou um Herói Nacional, cuja silhueta figura na bandeirola e no distintivo da Equipa;
  • o local de reunião dos Pioneiros é designado Abrigo;
  • o seu patrono é São Pedro;
  • a cor representativa desta secção é o Azul;
  • idade: dos 14 aos 18.

Clã - formado pelos CaminheirosEditar

  • os elementos são denominados Caminheiros e estão organizados em Tribos de 4 a 8 elementos;
  • denomina-se Clã a Unidade formada pelas Tribos de Caminheiros, onde cada um tem 2 a 5 Tribos;
  • cada Tribo escolhe um Patrono - Santo da Igreja, Benemérito da Humanidade ou Herói Nacional - cuja vida todos devem conhecer e tomar como modelo de acção;
  • o local de reunião dos Caminheiros é designado Albergue;
  • o seu patrono é São Paulo;
  • a cor representativa desta secção é o Vermelho;
  • idade: dos 18 aos 22.

Organização Pedagógica - Escuteiros MarítimosEditar

O ramo dos Marítimos, embora organizado de forma semelhante, com 4 secções, utiliza uma terminologia própria.

Alcateia - formada pelos LobitosEditar

  • os elementos são denominados Lobitos e estão organizados em Bandos de 5 a 7 elementos;
  • denomina-se Alcateia a Unidade formada pelos Bandos de Lobitos onde cada uma tem 2 a 5 Bandos;
  • cada Bando designa-se e distingue-se por uma cor que figura no distintivo de cada Lobito e na bandeirola do Bando: branco, cinzento, preto, castanho e ruivo;
  • o patrono deles é São Francisco de Assis;
  • a cor do lenço dos Lobitos é o Azul debruado a Amarelo.

Flotilha - formada pelos MoçosEditar

  • os elementos são denominados Moços e estão organizados em Tripulações de 4 a 8 elementos;
  • denomina-se Flotilha a Unidade formada pelas Tripulações de Moços onde cada uma tem 2 a 5 Tripulações;
  • cada Tripulação designa-se pelo nome de um animal marinho ou ligado à vida aquática, o Totem, cuja silhueta figura na bandeirola da Tripulação e as respectivas cores no distintivo;
  • o seu patrono é São Tiago;
  • a cor do lenço dos Moços é o Azul Claro (debruado a Branco).

Frota - formada pelos MarinheirosEditar

  • os elementos são denominados Marinheiros e estão organizados em Equipagens de 4 a 8 elementos;
  • denomina-se Frota a Unidade formada pelas Equipagens de Marinheiros, cada uma tem 2 a 5 Equipagens;
  • cada Equipagem designa-se por nome de animal, o Totem, ou um Santo da Igreja, um Benemérito da Humanidade ou um Herói Nacional, sempre com a tendência da valorização de elementos ligados ao meio náutico, cuja silhueta figura na bandeirola e no distintivo da Equipagem;
  • o seu patrono é São Pedro;
  • a cor do lenço dos Marinheiros é o Azul Escuro (debruado a Branco).

Comunidade - formada pelos CompanheirosEditar

  • os elementos são denominados Companheiros e estão organizados em Companhas de 5 a 8 elementos;
  • denomina-se Comunidade a Unidade formada pelas Companhas de Companheiros, cada uma tem 2 a 5 Companhas;
  • cada Companha escolhe para patrono um Santo da Igreja, Benemérito da Humanidade ou Herói Nacional, preferencialmente ligado ao meio náutico, cuja vida os Companheiros devem conhecer e tomar como modelo de acção;
  • o seu patrono é São Paulo;
  • a cor do lenço dos Companheiros é o Branco (debruado a Azul Escuro).

Referências

  1. «A Associação» 
  2. «História» 
  3. «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "CorpoNacionaldeEscutas". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 5 de maio de 2014 
  4. Gina Pereira (16 de fevereiro de 2014). «Quase 73 mil formam a família escutista.». Jornal de Notícias. Consultado em 5 de maio de 2014 
  5. «Organização Pedagógica» 

Ver tambémEditar

  • Cenáculo Nacional
  • [Fraternidade de Nuno Álvares (Associação de Escuteiros Adultos, constituída por antigos filiados do Corpo Nacional de Escutas)]

Ligações externasEditar