Abrir menu principal

Cortinas de Atiradores

muralha em Cascais
Cortinas de Atiradores
2016-10-18 Cascais 6044 (30958609285).jpg
Mapa de Portugal - Distritos plain.png
Construção ()
Estilo
Conservação
Homologação
(IGESPAR)
N/D
Aberto ao público
Site IHRU, SIPA6056
Site IGESPAR74731

As Cortinas de Atiradores localizam-se na rua Fernando Tomás, na freguesia e concelho de Cascais, distrito de Lisboa, em Portugal.

Índice

HistóriaEditar

Foram erguidas no século XVIII, no período pós-Restauração da Independência portuguesa.

Encontram-se classificadas como Imóvel de Interesse Público através do Decreto nº 129 de 29 de Setembro de 1977.

Em nossos dias a zona superior encontra-se um pouco desmantelada, dificultando a sua identificação. Encontra-se desprovido de qualquer elemento que assinale a sua existência ou história aos visitantes.[1]

CaracterísticasEditar

Estruturas complementares da fortificação da barra do rio Tejo, constituem-se num lanço de muralha orgânico (adaptado às condições do terreno). Em cantaria de calcário, a cortina estendia-se entre o Forte de Santa Catarina e o Forte do Almesqueiro, junto à água. Fechava desse modo o acesso à praia e permitia a distribuição da artilharia ao longo da sua estrutura.

BibliografiaEditar

  • LOURENÇO, Manuel Acácio Pereira, As Fortalezas da Costa Maritima de Cascais, Cascais, 1964.

Referências

  1. AMÍLCAR, Anselmo Pinheiro. "A vocação turística e a lógica de intervenção em áreas urbanas centrais: o caso do núcleo urbano histórico de Cascais". Tese de Mestrado em Geografia (Estudos Urbanos). Universidade de Lisboa, 2008. Consultado em 19 mar 2012.

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre Património de Portugal é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.