Abrir menu principal

Corumbaense Futebol Clube

Corumbaense Futebol Clube é uma agremiação futebolística do estado de Mato Grosso do Sul. Sua sede administrativa se localiza na cidade de Corumbá. Também conhecido como Carijó da Avenida, é o time mais antigo da Região Centro-Oeste do Brasil em atividade, sendo fundado em 1 de janeiro de 1914.

Corumbaense
CorumbaenseFC.png
Nome Corumbaense Futebol Clube
Alcunhas Carijó da Avenida
Fundação 1 de janeiro de 1914 (105 anos)
Estádio Arthur Marinho
Capacidade 5.000
Presidente Bosco Delgado
Treinador Zé Humberto
Patrocinador Prefeitura de Corumbá
Andorinha Transportes
Drogaria Palmeira
Atacado Fernandes
Frey Supermercado
Polpa Norte
Corumbá Digital
Subway
Personal Fitness
Pantur
Unifisio
Material (d)esportivo Invictus Sports
Competição Sul-Mato-Grossense - Série A
Website Facebook Oficial
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Temporada atual
editar

Em mais de 100 anos de existência revelou grandes jogadores em sua história, entre eles o atacante Dionísio, que jogou também no Flamengo. Em sua época de ouro revelou também craques do quilate de Matateu, Titinho, Rutênio, Tota, Ramão, Delgado, Garrafinha, Edson Duarte, Cuiabano, Aires, Cavassa, Negão, Tiquira, Carlinhos, Ênio, entre outros. Nos dias de hoje tem como seu ídolo o atacante Wanderson José da Cruz Miranda, que é muito identificado com o torcedor do Carijó da Avenida.

Além disso, a torcida do Carijó tem uma grande rivalidade com o maior vencedor do Mato Grosso do Sul, o Operário. A rivalidade é sentida por ambas as partes, tanto torcedores do Corumbaense, como também os torcedores do Operário. A explicação fica dentro do gramado e também fora dele, os dois clubes são alvinegros e tem como mascotes o Galo, a diferença é que o galo do Corumbaense é o famoso Galo Carijó. Além disso, foi contra o Operário que o Corumbaense conquistou seu primeiro título, em 1984. Um outro fator que apimenta a disputa entre as duas equipes é a já tradicional rivalidade capital x interior, comum em campeonatos estaduais.

HistóriaEditar

Time mais antigo da Região Centro-Oeste do Brasil em atividade, foi fundado em 1 de janeiro de 1914, sendo por muitos anos a base da seleção amadora de Mato Grosso. Antes do profissionalismo, que surgiu em 1972 em Campo Grande, Corumbaense, Marítimos e Riachuelo se consagraram nos campeonatos amadores do Mato Grosso.

Após a divisão, sua primeira grande vitória foi um 5 x 1 sobre o Flamengo de Zico em 1983. Em 1984, foi campeão pelo estado de Mato Grosso do Sul e no ano seguinte participou da primeira divisão do Campeonato Brasileiro sendo rebaixado no mesmo ano, ficando em na última posição (41º lugar) na tabela.

Participou ainda da Taça de Bronze de 1981 e do Módulo Azul da segunda divisão do Campeonato Brasileiro de 1987, ficando inativo entre 1999 e 2004. Em 2005, o clube voltou ao futebol profissional, disputando a Série B do campeonato estadual, depois da desistência do Clube Atlético Kapital. Em 2006, o time foi campeão da Série B sul-mato-grossense e subiu para a primeira divisão do estadual, onde permaneceu até 2011. Neste ano, ficou em penúltimo lugar em seu grupo e acabou rebaixado para a segunda divisão de 2012 retornando no ano seguinte a Série A do estadual.

Goleada históricaEditar

Em 15 de setembro de 2012 o Corumbaense jogou contra o Coxim no Arthur Marinho, onde o Carijó da Avenida dominou a partida e acabou vencendo o jogo com uma goleada histórica de 23 a 1, com grande atuação do atacante Amarildo,[1] sendo esta a segunda maior goleada da história do Brasil em torneios oficiais, só perdendo para o torneio Botafogo 24 a 0 Mangueira, pelo Campeonato Carioca de 1909.

TítulosEditar

ESTADUAIS
Competição Títulos Temporadas
  Campeonato Sul-Mato-Grossense 2 1984 e 2017
  Campeonato Sul-Mato-Grossense - Série B 1 2006

Classificações no Campeonato EstadualEditar

Ano Série A Série B
1979 - -
1980 -
1981 -
1982 -
1983 -
1984 -
1985 -
1986 -
1987 -
1988 -
1989 -
1990 - 1991 - -
1992 -
1993 - 1997 - -
1998 11° -
1999 - 2004 - -
2005 -
2006 -
2007 -
2008 -
2009 11° -
2010 -
2011 13° -
2012 -
2013 14º -
2014 -
2015 -
2016 -
2017 -
2018 -

EstatísticasEditar

 Ver artigo principal: Temporadas do Corumbaense

ParticipaçõesEditar

Participações em 2020
Competição Temporadas Melhor campanha Estreia Última P   R  
  Campeonato Sul-Mato-Grossense 24 Campeão (2 vezes) 1980 2020 2
  Série B 4 Campeão (2006) 2005 2014 2
  Copa Verde 1 11° colocado (2018) 2018 2018
  Campeonato Brasileiro 1 42° colocado (1985) 1985 1985
Série B 1 12º colocado (1987 - Módulo Branco) 1987 1987
Série C 1 18º colocado (1981) 1981 1981
Série D 2 41º colocado (2018) 2018 2019
Copa do Brasil 2 45º colocado (2018) 2018 2019

EstádioEditar

Manda suas partidas no Estádio Arthur Marinho com capacidade de 5.000 torcedores.

A volta do torcedor ao Estádio Arthur MarinhoEditar

Desde a final do Campeonato Estadual da Série B em 2014, mesmo ficando com o vice-campeonato, o Corumbaense joga com estádio acima de mil torcedores. A população demonstra carinho pelo time e se faz presente nos jogos do Corumbaense F.C. Mesmo sabendo que nos últimos anos a média de torcedores nos

estádios do MS vem caindo, em Corumbá ocorre o contrário. Isso se deve muito a cultura esportiva da cidade, Corumbá é uma das cidades do interior do Mato Grosso do Sul com mais ligações com o esporte. Além disso, a diretoria do clube vem trabalhando na divulgação dos jogos e encontra na mídia local, principalmente nas rádios, grandes parceiros para o retorno da popularização da ida ao estadio pelo torcedor corumbaense.

Ranking da CBFEditar

Ranking divulgado em 14 de dezembro de 2011 (o ranking da data mencionada foi o último em que o referido time apareceu na lista) [2][3]

  • Posição: 146º
  • Pontuação: 34 pontos

Ranking criado pela Confederação Brasileira de Futebol que pontua todos os times do Brasil.

Ver tambémEditar

Referências

  1. Rodrigo Nascimento (15 de setembro de 2012). «Corumbaense vence coxim por 23 a 1, só Amarildo faz 9». Diarionline. Consultado em 19 de fevereiro de 2013 
  2. «CBF divulga Ranking Nacional após incorporação da Taça Brasil e Taça de Prata» (PDF). CBF.com. 14 de dezembro de 2011. Consultado em 14 de dezembro de 2011. Arquivado do original (PDF) em 31 de janeiro de 2012 
  3. «Ranking Completo da CBF» (PDF). Consultado em 14 de dezembro de 2011. Arquivado do original (PDF) em 31 de janeiro de 2012 

Ligações externasEditar