Abrir menu principal

Crioulo francês de Trinidad e Tobago

Disambig grey.svg Nota: Para a língua crioula de base inglesa, veja Crioulo inglês de Trinidad.
Crioulo francês de Trinidad e Tobago
Falado em: Trinidad e Tobago
Total de falantes: 3.800 (em 2004)[1]
Família: Crioulo de base francesa
 Crioulo antilhano
  Crioulo francês de Trinidad e Tobago
Códigos de língua
ISO 639-1: --
ISO 639-2: ---

O crioulo francês de Trinidad e Tobago é uma língua crioula de base francesa falada em Trinidad e Tobago, uma variedade do crioulo antilhano, muito semelhante com o crioulo de Santa Lúcia. Este patoá francês é atualmente falado no país por descendente dos crioulas franceses que migram das Antilhas francesas. O número exato de falantes nativos deste crioulo é desconhecido. De acordo com dados do SIL (de 2004), existem 3.800[1] falantes de todas as idades, mas a língua está em declínio[2] e ameaçada de extinção.

Índice

HistóriaEditar

Os colonizadores espanhóis decidiram povoar a ilha de Trinidad e promulgaram em 1783 um decreto que ficou conhecido como Cédula de População que incentivava o crescimento da população de Trinidad. Na sequência desse decreto, os plantadores franceses com seus escravos, mestiços e mulatos livres das Antilhas francesas de Martinica, Granada, Guadalupe e Dominica migraram para a ilha de Trinidad durante a Revolução Francesa. Estes novos imigrantes que instituíram as comunidades locais de Blanchisseuse, Champs Fleurs, Paramin, Cascade, Carenage, Laventille, e etc. fizeram com que a população de Trinidad, que era pouco menos de 1400 em 1777, saltasse para mais de 15 mil até o final de 1789. Este êxodo foi incentivado devido à Revolução Francesa.

Em 1797, Trinidad se tornou uma colônia da coroa britânica, com uma população de língua francesa. Atualmente, em Trindade e Tobago o crioulo francês só pode ser encontrado em pequenas localidades entre a população mais velha, particularmente nas aldeias de Paramin e Lopinot.

Às vezes, o crioulo francês de Trinidad e Tobago, o crioulo da Dominica, o crioulo da Martinica, o crioulo de Guadalupe, o crioulo das Ilhas dos Santos e o crioulo de Santa Lúcia são considerados uma única língua, o crioulo antilhano.

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b «Trinidad and Tobago» (em inglês). Ethnologue. Consultado em 22 de setembro de 2016 
  2. (em inglês) http://www.tlfq.ulaval.ca/axl/amsudant/trinite-tobago.htm. Consultado em 20 de fevereiro de 2015  Em falta ou vazio |título= (ajuda)

Ligações externasEditar