Abrir menu principal
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde junho de 2015). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Versão de uma máquina de criptoanálise da Máquina Enigma.

A criptoanálise da Máquina Enigma permitiu que os aliados ocidentais da Segunda Guerra Mundial conseguissem ler quantidades substanciais de comunicações secretas de rádio codificadas feitas pelas potências do Eixo, cifradas utilizando a Máquina Enigma. O feito de conseguir decifrar essas mensagens permitiu ao comandante supremo aliado Dwight D. Eisenhower designar esse resultado como "decisivo" para a vitória dos Aliados.

As máquinas Enigma eram uma família de máquinas de cifra portáteis com rotores. Se tivessem sido seguidos bons procedimentos operacionais, a cifra teria sido inquebrável. No entanto, a maioria das forças armadas alemãs usavam procedimentos pouco robustos e isso permitiu que a cifra fosse quebrada.

BibliografiaEditar

  • Simon Singh, O livro dos códigos. A ciência do sigilo - do antigo Egito à criptografia quântica, Record, 2001

Ver tambémEditar

Notas e Referências

  Este artigo sobre História ou um(a) historiador(a) é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.