Abrir menu principal
Crisanto de Constantinopla
Patriarca Crisanto de Constantinopla
Nascimento 25 de fevereiro de 1768
Macedônia Central
Morte 10 de setembro de 1834 (66 anos)
Ocupação sacerdote

Crisanto de Constantinopla (em grego: Χρύσανθος; 25 de fevereiro de 176810 de setembro de 1834), cujo sobrenome original era Manoleas (em grego: Μανωλέας), foi patriarca ecumênico de Constantinopla entre 1824 e 1826.

Índice

HistóriaEditar

Crisanto era um grego eslavófono nascido em 1768 numa vila atualmente conhecida como Kato Grammatiko (em Pela, na Grécia), onde os descendentes da família Manoleas ainda vivem[1]. Serviu como bispo metropolitano de Kayseri, Veria e, a partir de 1811, Serres, onde ainda estavam em 9 de julho de 1824, data de sua eleição, ocorrida logo depois da deposição de seu predecessor, Ântimo III.

Era membro da Sociedade dos Amigos (em grego: Φιλική Εταιρεία; transl.: Philikí Etaireía), muito erudito e também muito arrogante, o que lhe valeu muitos inimigos. Crisanto foi acusado de manter um caso amoroso com Eufêmia, a viúva de um traidor conhecido como Asimakis, e, por isto, foi deposto pelos otomanos em 26 de setembro de 1826 e exilado para Kayseri. Morreu em 10 de setembro de 1834 e foi sepultado no Mosteiro de Cristo Salvador na ilha dos Príncipes, onde viveu seus últimos dias[2].

Ver tambémEditar

Crisanto de Constantinopla
(1824 - 1826)
Precedido por:  

Patriarcas ecumênicos de Constantinopla

Sucedido por:
Ântimo III 240.º Agatângelo I

Referências

  1. Roumeliotis, Georgios. «Ο νέος ελληνισμός στην Έδεσσα (Βοδενά), του πρώτου μισού του ΙΘ΄ αιώνα» (em grego). Edessa 200. p. 47 
  2. «Ecumenical Patriarchate News: Agosto de 2008» (em grego). Site oficial do Patriarcado Ecumênico de Constantinopla 

Ligações externasEditar