Abrir menu principal
Uma das fotos estadunidenses mais famosas da década de 1930, mostrando Florence Owens Thompson, mãe de sete crianças, de 32 anos de idade, em Nipono, Califórnia, março de 1936, em busca de um emprego ou de ajuda social para sustentar sua família durante a Grande Depressão

Uma crise econômica é um período de escassez do nível de produção, da comercialização e do consumo de produtos e serviços. A economia é cíclica, ou seja, combina etapas de expansão (ou crescimento) com fases de contração (ou estagnação). Essa sucessão de flutuações compõe os chamados ciclos econômicos. No caso das crises econômicas, o contexto é negativo, abrangendo cenários de recessão e depressão[1]

Características de uma crise econômicaEditar

Algumas das possíveis características de uma crise econômica são:

Crises globais notáveisEditar

Crises locais relevantesEditar

No BrasilEditar

 
Dilma Rousseff (com a faixa presidencial) em sua posse ao lado de seu vice, Michel Temer. No final do governo Dilma teve início a crise econômica de 2014

Em PortugalEditar

Referências

  1. «Conceito de crise econômica». Consultado em 1 de Junho de 2017 
  2. SANDRONI, Paulo (org.) Novíssimo Dicionário de Economia. São Paulo: Abril Cultural, 1985.]
  3. Dicionário Houaiss
  4. «Recession». Merriam-Webster Online Dictionary. Consultado em 19 de novembro de 2008 
  5. «Recession definition». Encarta World English Dictionary [North American Edition]. Microsoft Corporation. 2007. Consultado em 19 de novembro de 2008 
  6. «Entenda o que é recessão técnica». G1. Globo.com. 29 de agosto de 2014. Consultado em 7 de dezembro de 2016 
  7. "What is the difference between a recession and a depression?" por Saul Eslake. Nov. 2008.
  8. Carvalho 2004.
  9. «Veja as lições que as crises econômicas ensinaram ao Brasil». Consultado em 1 de Junho de 2017 

Ver tambémEditar

  Este artigo sobre economia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.