Cristianne Fridman

roteirista brasileira

Cristianne Fridman (Rio de Janeiro, 8 de maio de 1961) é uma autora e jornalista brasileira. Formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo, Cristianne foi crítica literária no Jornal do Comércio entre 1984 e 1995 e fez mestrado em Português/Literatura na PUC no Rio de Janeiro. Trocou sua tese de mestrado pela oficina de roteiristas da Globo. Já atuou na Rede Globo, SBT e RecordTV, onde foi responsável por três das telenovelas de maior sucesso da emissora: Bicho do Mato, Chamas da Vida e Vidas em Jogo.[1][2] Em 2014 escreveu Vitória, que abordava o neonazismo no Brasil.[3]

Cristianne Fridman
Nascimento 8 de maio de 1961 (59 anos)
Rio de Janeiro, RJ
Nacionalidade brasileira
Ocupação
Período de atividade 1985–presente

CarreiraEditar

Ano Trabalho Emissora Escalação Parceiros titulares
1996–1997 Dona Anja SBT Autora principal
2000–2001 Gente Inocente Rede Globo Roteirista
2001 Malhação (8.ª temporada) Colaboradora Andréa Maltarolli (autora principal)
2002 Coração de Estudante Emanuel Jacobina (autor principal)
2003 Malhação (10.ª temporada) Ricardo Hofstetter (autor principal)
2005 Essas Mulheres RecordTV Marcílio Moraes (autor principal)
2006–2007 Bicho do Mato Autora principal Bosco Brasil
2008–2009 Chamas da Vida
2011–2012 Vidas em Jogo
2014–2015 Vitória
2017 O Rico e Lázaro Colaboradora Paula Richard (autora principal)
2019 Jezabel Autora principal
Topíssima
2019–2020 Amor sem Igual
2021 Topíssima 2

Referências

  1. Brasil, Jorge Luiz (7 de novembro de 2008). «Chamas da Vida: fogo brando, mas muito agradável». TV por Jorge Brasil. Consultado em 25 de janeiro de 2011 
  2. Redação R7 (18 de janeiro de 2011). «Vidas em Jogo será a nova novela da Record». R7. Consultado em 25 de janeiro de 2011 
  3. Redação R7 (21 de março de 2015). «"Foi uma obra deliciosa de se escrever", diz Cristianne Fridman sobre Vitória». R7. Consultado em 24 de março de 2015 

Ligações externasEditar