Cristiano I, Eleitor da Saxônia

Cristiano I da Saxônia foi o oitavo filho de Augusto da Saxônia,[1] tronco do ramo caçula Wettin da casa de Saxônia, príncipe-eleitor da Saxônia, e de Ana da Dinamarca[1] ou de Oldemburgo, filha de Cristiano III, rei da Dinamarca.

Cristiano I da Saxônia em 1574.

Nasceu em Dresden em 29 de outubro de 1560 e morreu em 25 de setembro de 1591[1] em Dresden. Foi eleitor da Saxônia e conde palatino da Saxônia, marquês da Mísnia (Meissen) em 1586. Sua descendência foram os duques e eleitores da Saxônia.

Casou em Dresden em 25 de abril de 1582 com a marquesa Sofia[1] (1568-1622) filha de João Jorge, eleitor de Brandemburgo. Tiveram oito filhos, dos quais três cedo mortos.

  • 1 - Foi sucedido como Eleitor de Saxônia por seu primogênito, Cristiano II (Dresden 1583-1611), Conde palatino de Saxe, marquês da Mísnia ou Meissen em 1591. Casou em 1602 com a princesa Edviges da Dinamarca ou de Oldemburgo (1581-1641), filha de Frederico II, Rei da Dinamarca.

Os outros filhos de Cristiano I foram:

  • 2 - Ana (nascida e morta em 1586).
  • 3 - Sofia da Saxônia (Dresde 1587-1635 Stettin). Casou em Dresden em 1610 com Francisco I, Duque da Pomerânia.
  • 4 - Isabel (1588-1589).
  • 5 - Augusto da Saxônia (Dresden 1589-1615 Naumburgo). Casado em Dresden em 1612 com a duquesa Isabel (1593-1650), filha de Henrique de Brunsvique-Volfenbutel.
  • 6 - Doroteia da Saxônia (Dresden 1591-1617 Quedlinburgo), abadessa de Quedlinburgo a partir de 1610.
  • 7 - Seu segundo filho foi João Jorge I, que sucedeu ao irmão Cristiano II acima.

Referências

  1. a b c d «Christian I». The British Museum. Consultado em 13 de fevereiro de 2021 
  Este artigo sobre história da Alemanha é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.