Abrir menu principal

Wikipédia β

Cristina Cavalinhos

NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes confiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. (desde janeiro de 2014) Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Cristina Maria de Melo Cavalinhos mais conhecida por Cristina Cavalinhos[1] (Setúbal, 21 de Outubro de 1965) é uma atriz e dobradora portuguesa.

Cristina Cavalinhos
Nome completo Cristina Maria de Melo Cavalinhos
Nascimento 21 de outubro de 1965 (51 anos)
Nacionalidade Portugal Portuguesa
Ocupação Actriz

Índice

Formação académicaEditar

  • 1990 - Curso superior de Teatro pela Escola Superior de Teatro e Cinema (Antigo Conservatório)

Nota: Frequência de 2 anos do curso de Canto do Conservatório de Música

Formação profissionalEditar

  • 1992- Workshop de Gesto e Movimento orientado por Luca Aprea, actor, encenador e professor de corpo no Conservatório
  • 1992- Workshop orientado por Polina Klimowiskaia, Teatro da Cornucópia
  • 1990- Atelier de formação vocal, orientado por Françoise Wallot, professora de voz no Conservatório em Bruxelas e discípula de Christine Linklater
  • 1989- Atelier de formação "Brook Dirige" em Mérida, orientado por João Mota e integrado no xxxv Festival de Mérida
  • 1984- Atelier de formação com o "Teatro Del Canto" de Turim

Experiência profissionalEditar

TeatroEditar

  • 2002- “Um D. Quixote”, encenação de António Pires no Teatro Maria Matos
  • 2001- “Entrada de Palhaços” de Hélène Parmelin, encenação de António Pires no Teatro Nacional S. João
  • 2001- “Albatroz” de Mário Botequilha, encenação de Francisco Salgado no Chapitô
  • 2000- “Não Sobre Rouxinóis” de Tenesse Williams, encenação de Alfredo Brissos
  • 1998- “O Voo das Borboletas” de Luís Fonseca, encenação de Álvaro Correia no Teatro da Comuna
  • 1997- “Medida por Medida” de Shakespeare, encenação de João Mota na Comuna
  • 1996- “O Mal da Juventude” de Ferdinand Bruckner, encenação de João Mota no Teatro da Comuna
  • 1996- "Lisboa dos Pregões" de Cristina Gomes, encenação de Adriano Luz para as Festas de Lisboa
  • 1995- "Aqui", de Michael Fryan, encenação de Alfredo Brissos, Teatro da Comuna
  • 1993- "O Pelicano", de Strindberg, encenação de Gastão Cruz, Teatro da Graça
  • 1992- "Vassa Geleznova", de Máximo Gorki, encenação de Elisa Lisboa, Teatro da Graça
  • 1989- "Salada", de Tristan Rémy, encenação colectiva na Cornucópia
  • 1989- "Céu de Papel", encenação de Luís Miguel Cintra
  • 1988- "Vida e Morte de Bamba", de Lope de Vega, encenação de Luís Miguel Cintra
  • 1984- "Alves & Cia", de Fernando Gomes, TAS- Teatro de Animação de Setúbal

TelevisãoEditar

CinemaEditar

  • 2010 - O Segredo de Miguel Zuzarte de Henrique Oliveira
  • 2002- “O Meu Sósia e Eu”, de Tiago Guedes
  • 2002- “A Passagem da Noite”, de Luís Filipe Rocha
  • 2002- “Só Por Acaso”, de Rita Nunes
  • 2000- Cavaleiros de Água Doce, de Tiago Guedes, SIC
  • 2000- “O Parque”, de Marie Brand, SIC
  • 1996- “Pizórisco”, de Francisco Falcão
  • 1989- “O Comboio da Canhoca”, de Orlando Fortunato

PublicidadeEditar

  • 2002- Filme Publicitário para Santal Light
  • 2001- Filme Publicitário para Brise
  • 1998- Filme Publicitário para Compal Light - Neste filme, a actriz teve bastante popularidade, devido à forma humorística com que disse a famosa deixa "Hum, olha a magra!...".
  • 1996- Filme Publicitário para Telecel

DobragensEditar

(Resumo dos trabalhos mais significativos)

Referências

  1. «Certidão de lista de associadas da Audiogest» (pdf). IGAC/Ministério da Cultura. 25 de julho de 2007. Consultado em 6 de Janeiro de 2014. Cópia arquivada (PDF) em 24 de Dezembro de 2013