Cronus
Desenvolvedor Equipe do Cronus-Emulator
Lançamento 2006; há 14 anos
Idioma(s) Português
Linguagem C
Sistema operacional Microsoft Windows e Linux
Gênero(s) Emulador
Licença GNU General Public License
Estado do desenvolvimento Ativo
Página oficial www.cronus-emulator.com

O Cronus[1] (também conhecido como Cronus-Emulator) é um software brasileiro, antes baseado no eAthena, Hercules e rAthena, segue agora em uma linha independente do desenvolvimento. O Cronus disponibiliza um emulador para o jogo Ragnarök Online, MMORPG cujo direito reserva-se à Gravity Corp.. O código-fonte do Cronus é aberto e distribuído legalmente sobre licença GNU/GPL version 3. O Cronus utiliza o GitHub para disponibilizar o seu emulador.

O software surgiu em março de 2006, fundado por Rodrigo Azevedo (Kamper) e em pouco tempo conquistou um grupo de jovens dispostos a traduzir o eAthena para o Português e adaptá-lo ao servidor oficial de Ragnarök Online no Brasil, o bRO, distribuído pela Level Up! Games.

Seu código é escrito na linguagem C, com suporte a Windows e Linux 32/64 bits, este com maior estabilidade e menor custo. Antes da adoção do rAthena, o Cronus era disponibilizado em TXT e SQL; no entanto, diversas instabilidades foram relatadas na versão TXT em servidores privados, o que levou a equipe de desenvolvimento a repensar sobre sua disponibilidade e a removê-la de seu código-fonte, onde atualmente ele é disponibilizado apenas em SQL, por ser considerado mais ágil e seguro em termos de armazenamento de dados dos jogadores.

Atualmente, sua equipe é formada por administradores, coordenadores, moderadores e desenvolvedores. Recentemente, a administração anunciou uma série de mudanças hierárquicas, contando com o retorno do grupo de suporte.

A comunidade conta com mais de 50,000 membros registrados e uma media de 1800 visitantes diários, além de contar com cerca mais de 10,000 tópicos de suportes diversos e mais de 1,000 arquivos diversos, criados e disponibilizados por membros da comunidade, tornando o projeto com maior número de recursos disponíveis na língua portuguesa.

Referências

  1. «História do Projeto». Roberto Oliveira. 5 de fevereiro de 2010. Consultado em 27 de abril de 2015 

Ligações externasEditar