Abrir menu principal

Curtindo uma Viagem

Curtindo uma Viagem
Informação geral
Formato Game show
Duração 45 min
País de origem  Brasil
Idioma original português
Produção
Apresentador(es) Celso Portioli
Tema de abertura Floorfilla - Anthem #3
Tema de encerramento The Prodigy - Mindfields
Exibição
Emissora de televisão original SBT
Transmissão original 1 de julho de 2001 - 29 de setembro de 2002
N.º de temporadas 2

Curtindo uma Viagem é um programa de televisão brasileiro apresentado por Celso Portiolli, exibido entre 1 de julho de 2001 e 29 de setembro de 2002 no SBT, voltado ao público jovem. A partir de 6 de outubro de 2002, foram apresentadas reprises dos programas. Posteriormente o programa voltou ao ar com o nome Curtindo com Reais, substituindo o prêmio de uma viagem para uma remuneração pecuniária, entretanto foi extinto.[1][2]

Sobre o programaEditar

A atração consistia em uma disputa, de duas equipes, uma do sexo masculino, denominada de "5 Amigos", e outra do sexo feminino, denominada de "5 Amigas". O programa contava com provas internas e externas, sendo que as externas eram denominadas de "Operação Coragem", onde os participantes tinham que vencer o medo, em provas como uma realizada em cima de um caminhão em movimento ou bungee jump. O(a) capitão(a) do time escolhia um dos amigos(as) para realizar as provas. Quem perdesse, ia para a "geladeira", e ficava fora do programa, não podendo realizar outras provas. A equipe que perdesse a primeira fase, teria que realizar o desafio da semana, onde o capitão ou a capitã da equipe, tinha que realizar uma tarefa totalmente fora de seu cotidiano no palco,caso a exibição do(a) capitã convença,a equipe adversária também irá para a prova da corda. Caso fracassasse no desafio, apenas a equipe perdedora da primeira fase passava pelo drama da prova da corda, onde quanto mais segundos os membros da equipe pulassem, menor era a punição de segundos que levariam até a gincana final. Na gincana final, era uma sequencia de provas, que deviam ser realizadas em menor tempo possível, com destaque as temidas 'Prova do Cadeado' e 'Prova da Agulha', que já decidiram vários programas.

Horário de exibiçãoEditar

Inicialmente foi exibido nos domingos às 2 da tarde. Depois começou a ser exibido aos sábados, às 18 horas, entre 1 de setembro e 29 de dezembro de 2001. Voltou ao seu horário original a partir de 6 de janeiro de 2002, onde permaneceu até sua última exibição.

Algumas provasEditar

  • Cadeado: Uma das provas mais temidas do programa. O participante usava um molho de chaves e tinha que abrir 5 cadeados, soltando os balões presos neles. Havia um molho para cada cadeado.
  • Agulhas: Outra prova temida. O participante, vendado, tinha que atravessar 5 agulhas com uma linha.
  • Boliche: Um membro de cada equipe participava. Eles tinham que derrubar apenas 1 pino com uma bola de boliche. Quem acertasse mais, ganhava.
  • Operação Coragem: Prova externa, os participantes realizam provas desafiadoras.
  • Colmeia: Uma bolinha ia descendo por uma canaleta, enquanto o participante tinha que montar um caminho com sete peças hexagonais (daí o nome colmeia), que leva a bolinha até um balde, antes da bolinha chegar.
  • Reflexos ou Chuva de bolinhas: O participante tinha que pegar várias bolinhas que iam caindo dos canos. Elas caíam rapidamente, e exigiam bastante reflexo.
  • Jogo da mentira ou Jogo do blefe: Um membro de cada equipe tinha um dado e uma cúpula, de modo que um não via o dado do outro. O participante tirava um número, e dizia ao adversário. O adversário tinha que dizer se estava mentindo ou dizendo a verdade.
  • Caminho com buracos: Um membro de cada equipe precisava atravessar um caminho formado por quadrados coloridos. Uma vez de cada, o participante tinha que pular. Caso ficasse firme, parava. Caso o quadrado "afundasse", era obrigado a voltar ao começo da prova.
  • Pisca-pisca: Outra prova que exigia reflexos. O participante ficava em frente a um painel com várias luzes. Quando uma luz acendia, ele batia para que ela apagasse. Em seguida, outra luz, em outra parte do painel acendia. O objetivo era apagar 15 luzes o mais rápido possível.
  • Escalada: O participante escalava uma esteira, porém, quanto mais o tempo passava, mais a esteira inclinava. O objetivo era ficar o maior tempo possível sem cair.
  • Pêndulo: O participante ficava em uma espécie de "gaiola", onde tinha que balançar, usando apenas a força física. O objetivo era girar 360 graus. Muitos participantes não tinham força para girar.
  • Passarela do S: O participante teria que completar a passagem em uma passarela com 30 m de altura e 50 de comprimento; aquele que completasse em menos tempo ganharia 25 pontos para a gincana.
  • Labirinto: Uma bolinha ficava em um labirinto, dentro de uma mesa. O participante subia na mesa, e "surfava", movimentando a bolinha. O objetivo era fazer a bolinha atravessar o labirinto, e cair em um buraco.
  • Simulador de esqui na neve (Alpine Racer 2): Durante o jogo, o participante tem que atravessar entre os pórticos do jogo, marcando pontos. Ao final do tempo, caso o mesmo se esgotar ou se o participante chegar ao final, o número de pórticos atravessados é a pontuação final.
  • Lasers: Uma prova realizada com menos frequência no programa. O participante deveria completar um trajeto, repleto de lasers fixos, ao qual deveria se esquivar. Caso encostasse deveria recomeçar o trajeto. O objetivo era completar o caminho no menor tempo possível sem esbarrar nos lasers.
  • Túnel de cordas: O participante deveria percorrer o trajeto de um túnel, repleto de cordas emaranhadas. O objetivo era percorrer o caminho no menor tempo. A dificuldade da prova está em percorrer o trajeto sem se enredar nas cordas, visto que quanto mais o participante realizava movimentos deliberados mais difícil era de-se livrar das mesmas.
  • Choque: Popularmente conhecida como "Nervos de Aço" era uma prova onde o participante tinha que atravessar um anel por uma estrutura metálica sem encostar.
  • Figuras geométricas: Nessa prova, o participante deveria preencher um recipiente ou um conjunto de grades com as mais variadas figuras geométricas. O objetivo da prova era encaixar todas as figuras geométricas, disponibilizadas, no espaço destinado, sem ultrapassar uma marcação pré-definida.
  • Corda: Em um minuto, o time tinha que pular uma corda mecânica, cuja velocidade variava. Caso um membro do time errasse, acabava. O tempo restante era a penalidade para a maratona final.

O programa também foi reprisado, em meados de 2003, às 22h30 de sábado. No mesmo ano, foi transmitido dois programa especiais dentro do Teleton, onde houve a competição entre o elenco do SBT contra o da Rede Record e tambem Rouge & Patrícia Coelho contra KLB & Vavá, ambos em prol da AACD.

Referências

  1. «SBT deve cortar ‘Disco de Ouro’, de Gugu». Observatório da Imprensa. Consultado em 20 de agosto de 2012. Arquivado do original em 3 de junho de 2012  C1 control character character in |título= at position 17 (ajuda)
  2. «Superficial, TV teen vira exemplo». Folha de S.Paulo. Consultado em 20 de agosto de 2012 
  Este artigo sobre Televisão no Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.