Abrir menu principal
Curtindo uma Viagem
Informação geral
Formato Game show
Duração 45 min
País de origem  Brasil
Idioma original Português
Produção
Apresentador(es) Celso Portioli
Tema de abertura Floorfilla - Anthem #3
Tema de encerramento The Prodigy - Mindfields
Exibição
Emissora de televisão original SBT
Transmissão original 1 de julho de 2001 - 29 de setembro de 2002
N.º de temporadas 2

Curtindo uma Viagem é um programa de televisão brasileiro apresentado por Celso Portiolli, exibido entre 1 de julho de 2001 e 29 de setembro de 2002 no SBT, voltado ao público jovem. A partir de 6 de outubro de 2002, foram apresentadas reprises dos programas. Posteriormente o programa voltou ao ar com o nome Curtindo com Reais, substituindo o prêmio de uma viagem para uma remuneração pecuniária, entretanto foi extinto.[1][2]

Índice

Sobre o programaEditar

A atração consistia em uma disputa, de duas equipes, uma do sexo masculino, denominada de "5 Amigos", e outra do sexo feminino, denominada de "5 Amigas". O programa contava com provas internas e externas, sendo que as externas eram denominadas de "Operação Coragem", onde os participantes tinham que vencer o medo, em provas como uma realizada em cima de um caminhão em movimento ou bungee jump. O(a) capitão(a) do time escolhia um dos amigos(as) para realizar as provas. Quem perdesse, ia para a "geladeira", e ficava fora do programa, não podendo realizar outras provas. A equipe que perdesse a primeira fase, teria que realizar o desafio da semana, onde o capitão ou a capitã da equipe, tinha que realizar uma tarefa totalmente fora de seu cotidiano no palco,caso a exibição do(a) capitã convença,a equipe adversária também irá para a prova da corda. Caso fracassasse no desafio, apenas a equipe perdedora da primeira fase passava pelo drama da prova da corda, onde quanto mais segundos os membros da equipe pulassem, menor era a punição de segundos que levariam até a gincana final. Na gincana final, era uma sequencia de provas, que deviam ser realizadas em menor tempo possível, com destaque as temidas 'Prova do Cadeado' e 'Prova da Agulha', que já decidiram vários programas.

Horário de exibiçãoEditar

Inicialmente foi exibido nos domingos às 2 da tarde. Depois começou a ser exibido aos sábados, às 18 horas, entre 1 de setembro e 29 de dezembro de 2001. Voltou ao seu horário original a partir de 6 de janeiro de 2002, onde permaneceu até sua última exibição.

Algumas provasEditar

  • Cadeado: Uma das provas mais temidas do programa. O participante usava um molho de chaves e tinha que abrir 5 cadeados, soltando os balões presos neles. Havia um molho para cada cadeado.
  • Agulhas: Outra prova temida. O participante, vendado, tinha que atravessar 5 agulhas com uma linha.
  • Boliche: Um membro de cada equipe participava. Eles tinham que derrubar apenas 1 pino com uma bola de boliche. Quem acertasse mais, ganhava.
  • Operação Coragem: Prova externa, os participantes realizam provas desafiadoras.
  • Colmeia: Uma bolinha ia descendo por uma canaleta, enquanto o participante tinha que montar um caminho com sete peças hexagonais (daí o nome colmeia), que leva a bolinha até um balde, antes da bolinha chegar.
  • Reflexos ou Chuva de bolinhas: O participante tinha que pegar várias bolinhas que iam caindo dos canos. Elas caíam rapidamente, e exigiam bastante reflexo.
  • Jogo da mentira ou Jogo do blefe: Um membro de cada equipe tinha um dado e uma cúpula, de modo que um não via o dado do outro. O participante tirava um número, e dizia ao adversário. O adversário tinha que dizer se estava mentindo ou dizendo a verdade.
  • Caminho com buracos: Um membro de cada equipe precisava atravessar um caminho formado por quadrados coloridos. Uma vez de cada, o participante tinha que pular. Caso ficasse firme, parava. Caso o quadrado "afundasse", era obrigado a voltar ao começo da prova.
  • Pisca-pisca: Outra prova que exigia reflexos. O participante ficava em frente a um painel com várias luzes. Quando uma luz acendia, ele batia para que ela apagasse. Em seguida, outra luz, em outra parte do painel acendia. O objetivo era apagar 15 luzes o mais rápido possível.
  • Escalada: O participante escalava uma esteira, porém, quanto mais o tempo passava, mais a esteira inclinava. O objetivo era ficar o maior tempo possível sem cair.
  • Pêndulo: O participante ficava em uma espécie de "gaiola", onde tinha que balançar, usando apenas a força física. O objetivo era girar 360 graus. Muitos participantes não tinham força para girar.
  • Passarela do S: O participante teria que completar a passagem em uma passarela com 30 m de altura e 50 de comprimento; aquele que completasse em menos tempo ganharia 25 pontos para a gincana.
  • Labirinto: Uma bolinha ficava em um labirinto, dentro de uma mesa. O participante subia na mesa, e "surfava", movimentando a bolinha. O objetivo era fazer a bolinha atravessar o labirinto, e cair em um buraco.
  • Simulador de esqui na neve (Alpine Racer 2): Durante o jogo, o participante tem que atravessar entre os pórticos do jogo, marcando pontos. Ao final do tempo, caso o mesmo se esgotar ou se o participante chegar ao final, o número de pórticos atravessados é a pontuação final.
  • Lasers: Uma prova realizada com menos frequência no programa. O participante deveria completar um trajeto, repleto de lasers fixos, ao qual deveria se esquivar. Caso encostasse deveria recomeçar o trajeto. O objetivo era completar o caminho no menor tempo possível sem esbarrar nos lasers.
  • Túnel de cordas: O participante deveria percorrer o trajeto de um túnel, repleto de cordas emaranhadas. O objetivo era percorrer o caminho no menor tempo. A dificuldade da prova está em percorrer o trajeto sem se enredar nas cordas, visto que quanto mais o participante realizava movimentos deliberados mais difícil era de-se livrar das mesmas.
  • Choque: Popularmente conhecida como "Nervos de Aço" era uma prova onde o participante tinha que atravessar um anel por uma estrutura metálica sem encostar.
  • Figuras geométricas: Nessa prova, o participante deveria preencher um recipiente ou um conjunto de grades com as mais variadas figuras geométricas. O objetivo da prova era encaixar todas as figuras geométricas, disponibilizadas, no espaço destinado, sem ultrapassar uma marcação pré-definida.
  • Corda: Em um minuto, o time tinha que pular uma corda mecânica, cuja velocidade variava. Caso um membro do time errasse, acabava. O tempo restante era a penalidade para a maratona final.

O programa também foi reprisado, em meados de 2003, às 22h30 de sábado. No mesmo ano, foi transmitido dois programa especiais dentro do Teleton, onde houve a competição entre o elenco do SBT contra o da Rede Record e tambem Rouge & Patrícia Coelho contra KLB & Vavá, ambos em prol da AACD.

Referências

  1. «SBT deve cortar ‘Disco de Ouro’, de Gugu». Observatório da Imprensa. Consultado em 20 de agosto de 2012. Arquivado do original em 3 de junho de 2012  C1 control character character in |título= at position 17 (ajuda)
  2. «Superficial, TV teen vira exemplo». Folha de S.Paulo. Consultado em 20 de agosto de 2012 
  Este artigo sobre Televisão no Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.