Abrir menu principal
Under construction icon-yellow.svg
Este artigo carece de caixa informativa ou a usada não é a mais adequada. Foi sugerido que adicionasse esta.

Curtiss NC-4 é a designação oficial de um celebrizado voo operado por uma aeronave Curtiss NC, fabricada pela entretanto extinta Curtiss Aeroplane and Motor Company, que sobrevoou pela primeira vez, o Oceano Atlântico entre Nova Iorque e Lisboa, com paragens nos Açores, logrando assim também a denominação de primeiro voo transatlântico da história da aviação.[1]

Não obstante o feito histórico, alguns meses após e no mesmo ano de 1919 realizou-se o voo de Alcock e Brown que, ao contrario do voo Curtiss NC-4, operou-se na versão non-stop ou seja sem paragens, pelo que é considerado menos controversamente na história da aviação, como o primeiro voo transatlântico.[2][3]

HistóriaEditar

No período da Primeira Guerra Mundial uma verdadeira corrida pela travessia aérea do Atlântico teve lugar, graças ao incentivo de periódicos como o londrino Daily Mail, que promoveu um concurso com um prémio de dez mil libras esterlinas ao aviador que conseguisse fazer o primeiro voo sem escalas, em menos de 72 horas, entre os Estados Unidos, o Canadá, ou a Terra Nova e as Ilhas Britânicas.

Nesse contexto, uma esquadrilha de três hidroaviões quadrimotor da Marinha dos Estados Unidos intentou a primeira travessia do Atlântico Norte, por etapas. Para esse fim partiu de Nova Iorque para a Terra Nova, de 16 para 17 de maio de 1919. Duas das aeronaves (NC-1 e NC-2) necessitaram fazer uma amaragem de emergência na altura na ilha das Flores. A NC-1 acabou por ficar completamente danificada e a NC-2 logrou alcançar o porto de Ponta Delgada, a 19 de maio, mas estava incapacitada para prosseguir o voo. Apenas a NC-4, batizada como "Liberty", sob o comando do capitão-tenente Albert Cushing Read, conseguiu completar o percurso, tendo feito escala na baía da Horta a 17 de maio, seguindo para Ponta Delgada, onde fez escala a 20. Após uma semana de repouso, partiu na madrugada do dia 27 em direção a Lisboa, tendo fundeado nessa noite nas águas do rio Tejo.[4]

Especificações (NC-4)

Descrições gerais
Motorização
Performance
Armamentos

GaleriaEditar

BibliografiaEditar

  • Nevin, David. The Pathfinders (The Epic of Flight series). Alexandria, Virgínia: Time Life Books, 1980. ISBN 978-1-84447-032-7.
  • Smith, Richard K. First Across: The U.S. Navy's Transatlantic Fight of 1919. Annapolis, Maryland: Naval Institute Press, 1973. ISBN 978-0-87021-184-3.
  • Turnbull, Archibald D., Captain, USNR and Clifford L. Lord, Lt. Commander, USNR. History of United States Naval Aviation. New Haven, Connecticut: Yale University Press, 1949.
  • Vance, Jonathan. High Flight. Toronto, Ontário: Penguin of Canada, 2002. ISBN 978-0-14-301345-7.

Ligações externasEditar

Referências

  1. Boletim do primeiro voo transatlântico História da Aviação CFPortugal
  2. Primeiro voo transatlântico Pintor Lopes Blog
  3. Alcock, Homens do Ar, Aviation History
  4. ENES, Carlos (coord.). A República: Figuras e Factos. Presidência do Governo Regional dos Açores; Direcção Regional da Cultura, 2010. p. 22-23.
  5. Smith, Richard K. First Across: The U.S. Navy's Transatlantic Fight of 1919. Annapolis, Maryland: Naval Institute Press, 1973. ISBN 978-0-87021-184-3.