Abrir menu principal

Cutias (Amapá)

município do Amapá

Cutias (também chamada de Cutias do Araguari e Cutias do Araguary[nota 1][nota 2]) é um município no sudeste do Estado do Amapá. A população estimada em 2017 era de 5637 habitantes e a área é de 2115 km², o que resulta numa densidade demográfica de 2,22 hab/km² (Censo Populacional 2010: 4634 habitantes).

Município de Cutias
Bandeira indisponível
Brasão indisponível
Bandeira indisponível Brasão indisponível
Hino
Aniversário 1° de maio
Fundação 1° de maio de 1992
Gentílico cutiense
Prefeito(a) Raimundo Barbosa Amanajás Filho (PROS)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Cutias
Localização de Cutias no Amapá
Cutias está localizado em: Brasil
Cutias
Localização de Cutias no Brasil
00° 59' 09" N 50° 48' 07" O00° 59' 09" N 50° 48' 07" O
Unidade federativa Amapá
Mesorregião Sul do Amapá IBGE/2008[1]
Microrregião Macapá IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Tartarugalzinho, Amapá, Macapá, Ferreira Gomes.
Distância até a capital 106 km
Características geográficas
Área 2 114,732 km² [2]
População 4 634 hab. IBGE/2010[3]
Densidade 2,19 hab./km²
Clima Tropical Chuvoso
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,628 médio PNUD/2010 [4]
PIB R$ 35 332,654 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 7 803,15 IBGE/2008[5]

Seus limites são Tartarugalzinho e Amapá a norte, Macapá a sudeste e Ferreira Gomes a oeste.

Índice

HistóriaEditar

Foi elevado à categoria de município com a denominação de Cutias, pela Lei Estadual n.º 6, de 01/05/1992, desmembrado do município de Macapá.

Os antigos moradores da região dizem que no lugar, em outras épocas, existia grande variedade de espécies de caça, entre elas a cutia, o que, provavelmente, deu origem ao nome do município. Existem também outras versões para a denominação do lugar, como a de que os primeiros moradores da localidade utilizavam como meio de transporte uma pequena embarcação, bastante ligeira, denominada "cotia".

GeografiaEditar

O município possui uma floresta bastante vasta, com madeira de lei, onde se destacam as espécies de maçaranduba, andiroba e pracuubeira. Sua fauna é uma das mais ricas do Estado, especialmente pela grande variedade de animais silvestres que a compõem. Alguns exemplos desses animais são a paca, a capivara, o tatu, a cutia, entre outras.

EconomiaEditar

Se destacam economicamente no setor primário a agricultura e a pecuária. Também a criação dos gados bovino e bubalino, além da criação de suínos, constituem a principal atividade econômica do município.

No setor agrícola destaca-se a plantação da mandioca, cuja farinha misturada ao peixe resulta na famosa farinha de piracuí. Destacam-se ainda os plantios de milho e banana.

O setor pesqueiro do município vem gerando divisas para Cutias, por já estar sendo exportado para outro locais. No setor secundário, embora o município seja rico em argila, não dispõe de grandes recursos para incrementar as indústrias. Possui, no entanto, uma usina de industrialização de leites e derivados e algumas serrarias. Como nos outros município do Estado do Amapá, a principal geração de renda vem do funcionalismo público.

ReferênciasEditar

  • Livro "Amapá em perspectiva", Editora Valcan.

Notas

  1. http://aurelioschmitt.blogspot.com/2015/05/cutias-cutias-do-araguary-ou-cutias-do.html Conexão Emancipacionista. Cutias, Cutias do Araguary ou Cutias do Araguari: qual é o nome oficial?

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 26 de agosto de 2013 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 

Ligações externasEditar

Ver tambémEditar