Abrir menu principal

WildBrain

(Redirecionado de DHX Media)
WildBrain
Capital aberto
Cotação TSXDHX.ADHX.B


NASDAQ: DHXM

Atividade Produção de televisão, transmissão
Fundação 2006
Fundador(es) Dana Landry
Sede 1478 Queen Street
Halifax, Nova Escócia
B3J 2H7
Vancouver, Colúmbia Britânica
Locais 10[1]
Pessoas-chave
  • Michael Donovan (Presidente Executivo)
  • Steven Denure (Presidente, COO)
  • Dana Landry (CEO)[1]
Empregados est.1000 (2015)[2]
Divisões
  • DHX Studios
  • DHX Brands
  • DHX Distribution
  • DHX Television
Subsidiárias
  • Copyright Promotions Licensing Group
Receita Aumento $436 milhões (2018)[3]
Antecessora(s) Decode Entertainment
Halifax Film Company
Website oficial www.wildbrain.com

WildBrain é uma empresa da produção de mídia, distribuição e transmissão canadense. Formada em 2006 pela fusão da Decode Entertainment e da Halifax Film Company, a empresa é a maior proprietária independente da televisão infantil na indústria.[4]

Após várias aquisições, sua biblioteca cresceu para incluir as Cookie Jar Entertainment (que por sua vez, consistia nas bibliotecas de Cinar, DIC Entertainment, Coliseum e FilmFair), Epitome Pictures, Ragdoll Productions, Studio B Productions, WildBrain, Nerd Corps Entertainment, Colossal Pictures, juntamente com os dois antecessores da DHX, Decode Entertainment e Halifax Film Company. Em 2017, a DHX também adquiriu uma participação na franquia Peanuts, após sua compra da divisão de entretenimento Iconix Brand Group.

Em 2013, a DHX entrou no setor de radiodifusão com a aquisição do canal de televisão especializado canadense Family Channel e seus três serviços derivados, da Astral Media como parte da aquisição astral pela Bell Media.

HistóriaEditar

Em 2006, duas empresas canadenses, a Decode Entertainment de Toronto e a Halifax Film Company de Halifax, fundiram-se para formar uma empresa pública conhecida como DHX Media; o nome deriva da combinação dos nomes Decode e Halifax da fusão de 2006, entre Decode Entertainment e Halifax Film Company.[5][6] Studio B Productions foi adquirida e tornou-se uma subsidiária da DHX Media em 4 de dezembro de 2007.[7]

Um acordo de fusão reversa com Entertainment One foi considerado em 2008, mas foi retirado.[8] Em 25 de março de 2008, a DHX Media adquiriu a Bulldog Interactive Fitness.[9] Em 8 de setembro de 2010, todas as subsidiárias e divisões relacionadas foram renomeadas sob o rótulo DHX Media.[10] Em 14 de setembro de 2010, a DHX Media adquiriu a WildBrain.[11]

Em 20 de agosto de 2012, foi anunciado que a DHX Media adquiriria Cookie Jar Entenameint por US$ 111 milhões, um acordo que tornaria a DHX a maior proprietária independente de programas infantis de televisão do mundo.[12][13] A aquisição foi concluída em 22 de outubro de 2012.[4]

Em maio de 2013, o DHX apresentou três canais premium baseados em assinatura no YouTube; DHX Junior, DHX Kids e DHX Retro. O executivo da DHX, Michael Hirsh, explicou que as ofertas foram destinadas a alavancar a biblioteca da empresa e o crescimento da distribuição digital no mercado de televisão infantil. O DHX estava entre os 30 primeiros parceiros de conteúdo da plataforma de canais premium do YouTube.[14][15]

Em 16 de setembro de 2013, a DHX adquiriu a Ragdoll Worldwide - uma joint venture entre a Ragdoll Productions, BBC Worldwide e um grupo de investimento que administrava e licenciava (propriedades de Ragdoll Productions do Teletubbies) fora do Reino Unido.[16]

Expansão na transmissão, parcerias subsequentesEditar

Em 28 de novembro de 2013, a DHX anunciou que adquiriria quatro canais especiais de televisão infantil da antiga Astral Media por US$ 170 milhões, consistindo de Family Channel, Disney Junior (Inglês), Disney Junior (França), e Disney XD. Os canais estavam sendo vendidas como uma condição da aquisição, pela Bell Media em 2013, do restante dos ativos da Astral Media; a compra dos canais marcou a primeira incursão da DHX na transmissão televisiva.[17][18] O acordo foi aprovado pela CRTC em 24 de julho de 2014 e encerrado em 31 de julho de 2014.[19] Os canais foram incorporados em uma nova unidade, DHX Television.[20]

No início de 2014, a DHX Media adquiriu a Epitome Pictures, os produtores de Degrassi, mas a Epitome não detinha direitos da distribuição internacional. Em novembro, a DHX comprou os direitos de 117 títulos da Echo Bridge Home Entertainment, o distribuidor norte-americano que detinha os direitos de distribuição internacional para Degrassi, Instant Star e The LA Complex, duas outras produções da Epitome, mais 117 séries infantis e familiares, consistindo de cerca de 1.200 horas e meia, e outros 34 direitos de distribuição da série. Outras séries na compra incluídos Lunar Jim, Beast Wars: Transformers e Emily of New Moon.[21] Nerd Corps Entertainment, a um estúdio de animação canadense fundado por Mainframe Entertainment, ex-produtores Asaph Fipke e Chuck Johnson, também os fabricantes de Slugterra, foi adquirida pela DHX Media em 24 de dezembro.[22]

Em abril de 2015, a Corus Entertainment anunciou que havia adquirido direitos canadenses para a biblioteca de programas do Disney Channel e suas marcas associadas como parte de um acordo com o Disney-ABC Television Group; o acordo existente entre a DHX e a Disney, que cobriu a programação nos quatro serviços da DHX Television, terminou em janeiro de 2016. Os canais da marca Disney foram renomeados como Family Jr., Family Chrgd e Télémagino.[23][24][25]

Em agosto de 2015, a DHX chegou a um acordo de produção com AwesomenessTV; o acordo inclui direitos sobre sua programação para o Family Channel, juntamente com planos de co-desenvolver conteúdo novo e original para DHX em distribuir e comercializar internacionalmente.[23][26] Em dezembro de 2015, DHX chegou a um acordo de produção com a DreamWorks Animation, que incluia os direitos canadenses de sua série de televisão animada original e um pacto para co-produzir 130 episódios da programação animada para os canais Family, e DreamWorks lidam com distribuição internacional.[27] Também nesse mês, a DHX estabeleceu um acordo de desenvolvimento com a Mattel para co-desenvolver e gerenciar vendas globais de conteúdo em franquias Little People e Polly Pocket, bem como propriedades da HiT Entertainment de propriedade deles, como as franquias Bob the Builder, Fireman Sam, incluindo programas de televisão e vídeo digital.[28]

Em 21 de setembro de 2016, a DHX fechou um acordo com a Air Bud Entertainment (fundada por Robert Vince) distribuindo a biblioteca Air Bud de 15 filmes, incluindo a mais nova produção de Air Bud, Pup Star.[29]

Aquisição de Peanuts, mudança do focoEditar

Em 10 de maio de 2017, a DHX anunciou que adquiriu a divisão de entretenimento do Iconix Brand Group por US$ 345 milhões. A compra deu à direitos da DHX sobre a franquia Strawberry Shortcake, mais proeminentemente, uma participação majoritária de 80% em Peanuts Worldwide.[30]

Em 2 de outubro de 2017, a empresa anunciou que estava avaliando alternativas estratégicas, incluindo uma possível venda, após uma revisão de suas finanças. A dívida da DHX aumentou após a aquisição da Iconix e a empresa reportou um prejuízo líquido de US$ 18,3 milhões durante o quarto trimestre fiscal.[31] Em 14 de maio de 2018, a DHX anunciou que venderia uma participação de 39% (aproximadamente 49% de sua participação total) na Peanuts Worldwide ao seu licenciado japonês Sony Music Entertainment Japan por US$ 185 milhões. A venda será usada para ajudar a cobrir dívida da DHX.[32][33]

Em outubro de 2018, a DHX anunciou que havia decidido não vender a empresa e que planejava priorizar investimentos em conteúdo digital (incluindo conteúdo digital resumido e conteúdo premium destinado a plataformas como Amazon Video e Netflix), ao invés de televisão, para refletir mudanças nos hábitos da visualização. A empresa registrou uma receita ano a ano de US$ 434,4 milhões (acima dos US$ 298,7 milhões em 2017).[34]

EmpresasEditar

As empresas da DHX Media estão divididos em quatro áreas:

  • DHX Brands: a divisão lida com desenvolvimento, gerenciamento e licenciamento de marcas, com escritórios em Toronto, Hong Kong, Londres, Los Angeles e Nova Iorque. Como parte do negócio, a DHX Media mantém Copyright Promotions Licensing Group (CPLG), uma agência de licenciamento sediada em Londres, Reino Unido, que se tornou subsidiária da DHX no processo de aquisição da Cookie Jar Entertainment, bem como uma participação de 80% na Peanuts Worldwide, LLC.
  • DHX Distribution: a DHX distribui programas de televisão e especiais dentro da biblioteca para diversas plataformas de mídia (incluindo televisão e online), território-por-território. A empresa mantém escritórios de distribuição em Toronto, Pequim, Los Angeles e Paris e uma equipe de suporte em Toronto.
  • DHX Television: a DHX Media opera três canais de televisão em inglês (Family Channel, Family Chrgd, Family Jr.) e um canal em francês (Télémagino) no Canadá. Anteriormente, sob Astral Media, DHX comprou os canais em 2013, como resultado da aquisição da Bell Media da Astral no mesmo ano.
  • DHX Studios: a DHX Media mantém quatro estúdios de produção em três locais no Canadá: um (antiga Halifax Film Company) em Halifax, Nova Escócia, outro (antigo Decode Entertainment) em Toronto, Ontário e os outros dois (animação 2D - anteriormente Studio B Productions - e animação 3D - anteriormente Nerd Corps Entertainment) em Vancouver, Colúmbia Britânica. Os estúdios lidam com animação, produção ao vivo e produção de mídia interativa, original e comissionada.

BibliotecaEditar

A biblioteca atual da DHX Media inclui:

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b «Profile: DHX Media Ltd (DHXb.TO)». Reuters.com. Thomson Reuters. Consultado em 6 de março de 2015 
  2. http://www.cartoonbrew.com/business/dhx-acquires-nerd-corps-to-create-700-employee-canadian-mega-studio-106483.html
  3. https://www.dhxmedia.com/financial-news/dhx-media-announces-preliminary-financial-results-for-its-fiscal-2018-q4-and-full-year/#
  4. a b Sylvain, Matthew (23 de outubro de 2012). «DHX purchase of Cookie Jar completed». KidScreen. Consultado em 29 de dezembro de 2012 
  5. DeMott, Rick (22 de maio de 2006). «DECODE and Halifax Film Go Public as DHX Media». Animation World Network. Consultado em 27 de dezembro de 2012 
  6. Stewart, Lianne (1 de junho de 2006). «Decode teams with Halifax Film Company to create DHX Media». KidScreen. Consultado em 27 de dezembro de 2012 
  7. Ball, Ryan (5 de dezembro de 2007). «DHX Media Acquires Studio B Prods.». Animation Magazine. Consultado em 27 de dezembro de 2012 
  8. Vlessing, Etan (14 de setembro de 2010). «DHX buys Wildbrain for $8 million». The Hollywood Reporter. AP. Consultado em 6 de março de 2015 
  9. Rusak, Gary (24 de março de 2008). «DHX purchases Bulldog Interactive Fitness». KidScreen. Consultado em 27 de dezembro de 2012 
  10. McLean, Thomas J. (9 de setembro de 2010). «DHX Media Rebrands Across Divisions». Animation Magazine. Consultado em 27 de dezembro de 2012 
  11. Schneider, Michael (14 de setembro de 2010). «DHX Media acquires Wildbrain». Variety. Consultado em 27 de dezembro de 2012 
  12. Vlessing, Etan (20 de agosto de 2012). «DHX Media expands by buying Cookie Jar Entertainment». KidScreen. Consultado em 29 de dezembro de 2012 
  13. Clarke, Steve (20 de agosto de 2012). «DHX grabs Cookie Jar: Canuck kids' entertainment companies combine». Chicago Tribune (Variety). Consultado em 29 de dezembro de 2012 
  14. Zahed, Ramin (12 de maio de 2013). «DHX Media Sets Up Three YouTube Pay Channels». Animation Magazine. Consultado em 21 de agosto de 2015 
  15. «YouTube's 30 Pay-Channel Partners Run from Kid Fare to Cage Matches». Variety. Consultado em 29 de agosto de 2015 
  16. Wendy Goldman Getzler (16 de setembro de 2013). «DHX Media purchases Ragdoll for US$27.7 million». Kidscreen. Consultado em 5 de março de 2015 
  17. «DHX Media to buy Family, other children's channels». Toronto Star. 28 de novembro de 2013. Consultado em 29 de novembro de 2013 
  18. «DHX to acquire Family Channel, three others from Bell Media». The Globe and Mail. Toronto. 28 de novembro de 2013. Consultado em 29 de novembro de 2013 
  19. Vlessing, Etan (25 de julho de 2014). «DHX Media approved for Family Channel takeover». KidScreen. Brunico Communications Ltd. Consultado em 6 de março de 2015 
  20. «DHX Media closes Family Channel acquisition and announces management changes». Canada Newswire. 31 de julho de 2014. Consultado em 31 de julho de 2014 
  21. Franks, Nico (20 de novembro de 2014). «DHX takes Echo Bridge titles». c21media. Consultado em 21 de novembro de 2014 
  22. Vlessing, Etan (2 de dezembro de 2014). «Canada's DHX Media to Acquire Cartoon Maker Nerd Corps». Hollywood Reporter. Consultado em 6 de março de 2015 
  23. a b «DHX to Bring AwesomenessTV Shows to Canadian Television». Variety. Consultado em 29 de agosto de 2015 
  24. Dickson, Jeremy (21 de agosto de 2015). «DHX TV reveals fall skeds for rebranded channels». Kid Screen. Consultado em 21 de agosto de 2015 
  25. «Corus Entertainment snaps up Disney content from DHX Media, plans to launch Disney channel in Canada». Financial Post. Postmedia Network. 16 de abril de 2015. Consultado em 17 de abril de 2015 
  26. «Family Channel's new teen block F2N launches January 4 with the premiere of Degrassi: Next Class» (Nota de imprensa). CNW. Consultado em 1 de dezembro de 2015 
  27. «DreamWorks Animation Inks Strategic Content Pact With DHX Media». Deadline.com. Consultado em 19 de dezembro de 2015 
  28. Bradshaw, James (16 de dezembro de 2015). «DHX Media, Mattel cement long-term partnership» (em inglês). Consultado em 7 de novembro de 2017 
  29. «DHX Media signs distribution deal with Air Bud Entertainment». Licensing.biz. Consultado em 2 de julho de 2017 
  30. «DHX Media Acquires 'Peanuts' in $345 Million Purchase of Iconix». Variety. Consultado em 10 de maio de 2017 
  31. «Children's programmer DHX puts itself on the block». The Globe and Mail (em inglês). 2 de outubro de 2017. Consultado em 7 de novembro de 2017 
  32. Mitchell, Robert (14 de maio de 2018). «Sony Acquires Stake in DHX Media's 'Peanuts' for Global Partnership». Variety (em inglês). Consultado em 14 de maio de 2018 
  33. «DHX sells Peanuts stake to Sony to help reduce debt load». The Globe and Mail. 14 de maio de 2018. Consultado em 14 de maio de 2018 
  34. «DHX Media shifts strategy toward digital as young viewers' TV habits change». Consultado em 2 de outubro de 2018 

Ligações externasEditar