DS-1 (plataforma de satélite)

DS-1 (em russo: ДС-1, sigla de Днепропетровский спутник-1, ou Dnepropetrovsk Sputnik, que significa Satélite Dnepropetrovsk),[1] é a designação de uma plataforma de satélites multimissão desenvolvida na União Soviética pelo escritório de projetos Dnepropetrovsk OKB-586, tendo sido usada nos primórdios do programa espacial soviético.

Essa foi a primeira plataforma criada pelo escritório Dnepropetrovsk. Com diâmetro de 80 cm, esse modelo pesava 165 kg, sendo constituída por duas semiesferas unidas por um cilindro, onde se alojavam: baterias, rádio transmissores, equipamentos de telemetria e outros equipamentos eletrônicos. Externamente, havia 20 flanges para montagem de antenas, painéis solares e de contagem de raios-X e válvulas de combustível.

Seu principal objetivo era testar os sistemas envolvidos: o foguete Kosmos 63S1 como veículo lançador de satélites; o complexo de lançamento de Kapustin Yar (plataforma "Mayak-2"). Se tudo corresse bem, este deveria ser o primeiro satélite artificial usando esta plataforma a ser lançado, no entanto as duas tentativas fracassaram.[1]

Cronologia para a DS-1
  • DS-1 No.1 - 27 de outubro de 1961 - Falha do veículo lançador, não atingiu a órbita
  • DS-1 No.2 - 21 de dezembro de 1961 - Falha do veículo lançador, não atingiu a órbita

Ver tambémEditar

Referências

  • Ракеты и космические аппараты конструкторского бюро «Южное» / А. Н. Мащенко, В. Н. Паппо-Корыстин, В. А. Пащенко и др. Под общей редакцией Генерального конструктора С. Н. Конюхова. — Днепропетровск: ГКБ «Южное» им. М. К. Янгеля, 2000. — ISBN 966-7482-00-6

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre satélites é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.