Daisuki (株式会社ダイスキ Kabushiki-gashia Daisuki?) foi um sítio eletrônico japonês focado em streaming de conteúdo de anime, fundado em 2013 pela Asatsu-DK e seis produtoras: Toei Animation, Aniplex, Sunrise, TMS Entertainment, Nihon Ad Systems e Dentsu. O Daisuki foi administrado pelo Anime Consortium Japan, uma joint venture de conteúdo animado financiada pela Asatsu-DK, Bandai Namco, o Cool Japan e vários estúdios de animação, e que atualmente é administrada pela Bandai Namco.[1][2][3] O serviço foi encerrado em 31 de outubro de 2017, às 11h59 JST. No entanto, o streaming de Dragon Ball Super continuou até 22 de fevereiro de 2018, quando foi transferido para o DRAGON BALL SUPER CARD GAME.[4][5]

Daisuki
Serviço de streaming de vídeo
Atividade Anime
Vídeo sob demanda
Fundação 16 de maio de 2013; há 9 anos
Encerramento 11:59:+09:00, 31 de outubro de 2017
Sede Tóquio, Japão
Área(s) servida(s) Mundo
Empresa-mãe Anime Consortium Japan
Bandai Namco Holdings
Website oficial Daisuki.net (arquivado)

ConteúdoEditar

Exibindo originalmente 30 episódios de conteúdo em 16 de maio, as primeiras séries a serem incluídas foram Sword Art Online, Puella Magi Madoka Magica, The Prince of Tennis: The National Tournament, Lupin III: Part II, Mobile Suit Z Gundam e Mobile Suit Gundam SEED.[6][7]

HistóriaEditar

Originalmente programado para ser lançado em abril de 2013, Daisuki foi adiado até 16 de maio de 2013.[8][9] Os serviços de mídia iniciais eram transmitidos pela web, com planos futuros de expansão para dispositivos móveis e consoles PlayStation 3 e Xbox 360.[10] Em outubro de 2013, eles lançaram um aplicativo para iPad,[11] seguido por um aplicativo para iPhone em fevereiro de 2014[12] e um aplicativo para Android em janeiro de 2015.[13]

OperaçãoEditar

Fundada em 17 de outubro de 2012, a Daisuki Inc. foi uma joint venture entre Asatsu-DK e seis grandes estúdios de anime.[14] Os patrocinadores do empreendimento por participações acionárias iniciais foram divididos com ações minoritárias entre todos os patrocinadores. O maior acionista minoritário é Asatsu-DK com 121 milhões de ienes por uma participação de 26,3%; Toei Animation, Aniplex, Sunrise, TMS Entertainment e Nihon Ad Systems têm, cada uma, um investimento de 61,7 milhões de ienes por 13,4% das ações. A Dentsu tem trinta milhões de ienes investidos por uma participação de 6,5%.[15] No entanto, seu capital no lançamento foi de 229.750.000 ienes.[14] O CEO era Kunihiko Shibata.[14] Em uma entrevista ao Japanator, foi anunciado que os lançamentos pela Daisuki seriam mundiais e sem restrições regionais, exceto em casos de direitos exclusivos licenciados por outras empresas.[6] A Daisuki Inc. foi encerrada em 2014 e substituída por Anime Consortium Japan (ACJ), que assumiu a operação do site Daisuki.net. Os acionistas iniciais da ACJ incluíam Bandai Namco Holding inc., Asatsu-DK inc., Aniplex inc., Cool Japan Fund, Toei Animation, Sunrise, TMS Entertainment, Nihon Ad Systems e Dentsu Inc.[1] Em 2015, eles se juntaram a Kodansha, Shueisha, Shogakukan, Kadokawa, Bushiroad Inc. e Good Smile Company.[16] Shin Unozawa, vice-presidente executivo da Bandai Namco Entertainment, atua como presidente e representante da ACJ. Em março de 2017, a Bandai Namco comprou a totalidade do Anime Consortium Japan por 2,1 bilhões de ienes.[17] Em 1 de agosto de 2017, Daisuki divulgou um comunicado anunciando o encerramento de suas operações a partir de 31 de outubro de 2017. O serviço foi encerrado em 31 de outubro de 2017 às 11h59 JST. Apesar disso, Daisuki continuaria a transmitir Dragon Ball Super até 22 de fevereiro de 2018, quando foi transferido para o DRAGON BALL SUPER CARD GAME.[18]

Referências

  1. a b «Bandai Namco, ADK, Aniplex Establish Anime Consortium Japan Streaming Service». Anime News Network. 30 de outubro de 2014. Consultado em 18 de julho de 2016. Cópia arquivada em 4 de julho de 2016 
  2. «Anime Consortium Japan». Anime Consortium Japan. Cópia arquivada em 10 de novembro de 2015 
  3. Schilling, Mark (16 de outubro de 2015). «Kadokawa's Manga Supplies its Anime Division». Cópia arquivada em 17 de outubro de 2015 
  4. «Information - DAISUKI». DAISUKI. Consultado em 1 de agosto de 2017. Cópia arquivada em 8 de agosto de 2017 
  5. «DAISUKI END OF SERVICE NOTICE». Daisuki (em inglês). Consultado em 18 de março de 2018. Cópia arquivada em 18 de março de 2018 
  6. a b Totman, Josh (21 de maio de 2013). «Japanator Interviews: DAISUKI.net's Eri Maruyama». Japanator. Consultado em 2 de setembro de 2015. Cópia arquivada em 4 de março de 2016 
  7. «Daisuki Anime Streaming Site Launches». Anime News Network. 15 de maio de 2013. Consultado em 2 de setembro de 2015. Cópia arquivada em 10 de setembro de 2015 
  8. «ADK、アニメ作品を海外へネット配信 制作6社と». The Nikkei (em japonês). 27 de fevereiro de 2013. Consultado em 16 de maio de 2013. Cópia arquivada em 2 de março de 2013 
  9. «Daisuki has launched!» (Nota de imprensa). Daisuki. Consultado em 25 de outubro de 2015. Cópia arquivada em 20 de março de 2015 
  10. «Daisuki Aims to Aggregate Streaming Anime in One Site». Anime News Network. 25 de março de 2013. Consultado em 16 de maio de 2013. Cópia arquivada em 30 de maio de 2013 
  11. «DAISUKI iPad app now available» (Nota de imprensa). DAISUKI. 10 de outubro de 2013. Consultado em 2 de setembro de 2015. Cópia arquivada em 25 de fevereiro de 2014 
  12. Daisuki (6 de fevereiro de 2014). «DAISUKI app for iPhone NOW AVAILABLE». Facebook. Consultado em 21 de fevereiro de 2014 
  13. Daisuki (8 de janeiro de 2015). «Now available on Google Play: free DAISUKI app for Android
    Our DAISUKI app for Android, eagerly awaited by many...»
    . Twitter. Consultado em 19 de abril de 2015
     
  14. a b c «Company Overview». Daisuki. Consultado em 16 de maio de 2013. Cópia arquivada em 9 de junho de 2013 
  15. Saabedra, Humberto (26 de fevereiro de 2013). «New Streaming Portal 'Daisuki' Set to Launch in April». Crunchyroll. Consultado em 16 de maio de 2013. Cópia arquivada em 19 de junho de 2013 
  16. «7 Companies Invest US$3 Million in Anime Consortium Japan». Anime News Network. 1 de agosto de 2015. Consultado em 18 de julho de 2016. Cópia arquivada em 7 de julho de 2016 
  17. Schilling, Mark (19 de março de 2017). «Bandai Namco Takes Control of Anime Consortium Japan, Daisuki». Variety. Penske Media Corporation. Consultado em 8 de agosto de 2017. Cópia arquivada em 8 de agosto de 2017 
  18. «Daisuki Ends Anime Streaming Service in October». Anime News Network. 1 de agosto de 2017. Consultado em 8 de agosto de 2017. Cópia arquivada em 6 de agosto de 2017