Abrir menu principal

Masih ad-Dajjal (árabe: المسيح الدجال, literalmente "O Messias Impostor") é uma figura do mal na escatologia islâmica, onde será o impostor que irá se passar pelo Messias, antes do Dia da Ressurreição. Na linguagem ocidental, seria o anticristo da teologia cristã.

Dajjal é uma palavra árabe comum, funcionando como superlativo de dajl ("mentira", "decepção").[1] Segundo as hádices, Maomé teria previsto uma série de trinta Dajjal, ao fim do qual viria al-Masih ad-Dajjal.[2] Ainda, Ali teria previsto que vários sinais antecederiam sua vinda, notavelmente a dominância do pecado entre os homens.[3]

O termo al-Masih ad-Dajjāl (árabe para "o falso messias") é uma tradução literal do termo Siríaco - Mšīḥā Daggālā, do vocabulário comum do Oriente Médio e adaptado em língua árabe 400 anos antes do Alcorão através da Peshitta, a Bíblia em aramaico, que usa esse termo em vez do grego “Anticristo” (αντί + Χριστός).[carece de fontes?]

Ver tambémEditar

Referências

  1. Khan, Wahiduddin (2011). The Alarm of Doomsday. [S.l.]: Goodword Books. p. 18 
  2. Hughes, Patrick T. (1996). A Dictionary of Islam. [S.l.]: Laurier Books. p. 64. ISBN 9788120606722 
  3. Bilgrami, Sayed Tahir (2005). Essence of Life, A translation of Ain al-Hayat by Allama Mohammad Baqir Majlisi. Qum: Ansarian Publications. p. 104 
  Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.