Abrir menu principal
Damião Feliciano
Deputado federal pela Paraíba
Período 1º de fevereiro de 2007
até a atualidade
Período 1º de fevereiro de 1999
até 23 de novembro de 2004
Dados pessoais
Nome completo Damião Feliciano da Silva
Nascimento 28 de abril de 1952 (67 anos)
Campina Grande, Paraíba
Nacionalidade brasileiro
Progenitores Mãe: Josefa Mariana da Silva
Pai: Pedro Feliciano da Silva
Cônjuge Lígia Feliciano
Partido PDT (2007 - atualidade)
PR (2007)
PL (2005 - 2007)
PL (2005 - 2007)
PP (2004 - 2005)
PMDB (1999 - 2004)
PTB (1992 - 1999)
Profissão Médico

Damião Feliciano da Silva (Campina Grande, 28 de abril de 1952) é um médico, radialista, empresário e político brasileiro, filiado ao Partido Democrático Trabalhista (PDT). Atualmente é deputado federal pelo estado da Paraíba.[1]

Índice

BiografiaEditar

Natural de Campina Grande, é médico formado pela Faculdade de Medicina de Campina Grande. Na cidade de Campina Grande fundou o Hospital Mariana e o Hospital de Urgência, onde atuou como Diretor Geral e Diretor Administrativo e Financeiro no período de 1982 a 1998.[2]

É sócio fundador da rádio Panorâmica FM de Campina Grande e sócio da rádio 100.5 FM de Santa Rita,[1] rádio esta o qual apresenta todos os dias o programa "a voz do coração" e dá destaque diário a cidade.[3]

No Governo estadual exerceu os cargos de Secretário de Estado da Ciência e Tecnologia e do Meio Ambiente da Paraíba nos anos de 2005 e 2006, na gestão do então governador Cássio Cunha Lima.[1][2]

Carreira PolíticaEditar

Iniciou sua carreira política ao candidatar-se em 1992 a prefeito de Campina Grande, pelo PTB, mas não obteve êxito, perdendo logo em primeiro turno.[4]

Em 1998, ainda no PTB, candidata-se a deputado federal e é eleito com 76.101, sendo o segundo deputado mais votado da Paraíba.[4]

Nas eleições de 2002, já filiado ao PMDB, não consegue a reeleição mas é eleito suplente.[4] Assumiu, como suplente, o mandato de deputado federal em 2004 e permaneceu por quase cinco meses na Câmara Federal.[1]

Em 2006, filiado ao antigo PL, elege-se mais uma vez deputado federal pela Paraíba e, já filiado ao PDT, é reeleito em 2010. Atualmente é o Presidente do Diretório Estadual do PDT na Paraíba.[5]

Atua, na Câmara dos Deputados, em diversas Frentes Parlamentares e é Presidente da Frente Parlamentar em Defesa dos Profissionais de Saúde.[2]

Em 17 de abril de 2016, Damião Feliciano votou contra a abertura do processo de impeachment de Dilma Rousseff.[6][7] Já durante o Governo Michel Temer, votou a favor da PEC do Teto dos Gastos Públicos.[7] Em agosto de 2017 votou a favor do processo em que se pedia abertura de investigação do então presidente Michel Temer.[7][8]

Referências

  1. a b c d Câmara dos Deputados do Brasil. «Biografia - DAMIÃO FELICIANO - PDT/PB». Consultado em 4 de janeiro de 2013 
  2. a b c Jornal da Paraíba (20 de setembro de 2011). «Damião Feliciano tem nome aprovado para vaga no TCU». Consultado em 4 de janeiro de 2013 
  3. Santa Rita Hoje (15 de abril de 2011). «Damião Feliciano pode ser candidato a prefeito de Santa Rita». Consultado em 4 de janeiro de 2013 [ligação inativa]
  4. a b c Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB). «Sistema de Histórico de Eleições». Consultado em 4 de janeiro de 2013. Arquivado do original em 21 de julho de 2013 
  5. PDT. «Diretórios Estaduais». Sítio do PDT. Consultado em 4 de janeiro de 2013. Arquivado do original em 24 de setembro de 2015 
  6. «Deputados autorizam impeachment de Dilma, saiba quem votou a favor e contra». EBC. 17 de abril de 2016. Consultado em 5 de maio de 2016 
  7. a b c G1 (2 de agosto de 2017). «Veja como deputados votaram no impeachment de Dilma, na PEC 241, na reforma trabalhista e na denúncia contra Temer». Consultado em 11 de outubro de 2017 
  8. Carta Capital (3 de agosto de 2017). «Como votou cada deputado sobre a denúncia contra Temer». Consultado em 18 de setembro de 2017 

Ligações externasEditar