Abrir menu principal

Dangerous (canção de Michael Jackson)

canção de Michael Jackson
Translation to english arrow.svg
A tradução deste artigo está abaixo da qualidade média aceitável. É possível que tenha sido feita por um tradutor automático ou por alguém que não conhece bem o português ou a língua original do texto. Caso queira colaborar com a Wikipédia, Dangerous (Michael Jackson song) e melhore este verbete conforme o guia de tradução.
"Dangerous"
Canção de Michael Jackson
do álbum Dangerous
Gravação 1990
Gênero(s) R&B, New Jack Swing
Duração 7:00
Gravadora(s) Epic
Composição Michael Jackson, Bernard Belle e Teddy Riley
Produção Michael Jackson, Teddy Riley

"Dangerous" é uma canção de R&B do cantor e compositor norte-americano Michael Jackson. A canção apareceu no álbum de estúdio de mesmo nome do cantor, Dangerous, lançado em novembro de 1991. Escrito e composto por Jackson, Bill Bottrell e Teddy Riley, a canção foi planejada como o décimo single do álbum. Estes planos foram cancelados devido a acusações de abuso sexual que foram feitas contra Jackson em agosto de 1993, às preocupações de saúde de Jackson, e ao fracasso do single anterior, "Gone Too Soon", que não fez sucesso, impedindo que o single fosse lançado. Antes da liberação planejada da canção, "Dangerous" recebeu uma reação positiva da crítica contemporânea nos comentários do álbum da trilha do rei do pop.

MúsicaEditar

"Dangerous" foi desenvolvido a partir de outra canção intitulada "Streetwalker", que Jackson escreveu em 1987, no seu álbum Bad. Durante as sessões de gravação para o álbum Dangerous de 1991, Jackson gravou uma demo de 6:40 minutos de "Dangerous", que ele produziu com Bill Bottrell. De acordo com o comentarista de música Nelson George, o demo é "muito diferente da versão final. Aqui os teclados são 'mais livres', em forte contraste com o ritmo sarcástico e mecânico da música. Durante a canção, Michael mantém um rap em estilo palavra falada sobre a mulher perigosa que é o tema da canção. A demo foi lançada em Novembro de 2004, no album Michael Jackson: The Ultimate Collection nome . "A gênese das canções que co-escrevemos a Dangerous", disse Bottrell, "consistia das melodias e grooves do Michael, e dele, saindo do estúdio, enquanto eu desenvolvia essas idéias com um grupo de drum machines e samplers. "Dangerous" é tocada na chave (música) chave de D Menor.

Acusação de plágioEditar

Em 1994, o compositor Crystal Cartier acusou Michael Jackson, Bottrel e Riley de plagiar a música. Cartier alegou que ela havia escrito, que tinha os direitos autorais e gravou a canção em 1985. Em uma audiência no tribunal, Jackson declarou que "Dangerous" surgiu a partir da canção "Streetwalker", que ele co-escreveu com Bottrell em 1985. Sua versão demo da canção foi tocada no tribunal. As gravações foram acompanhadas por uma performance acapella de "Dangerous" e "Billie Jean", dando uma visão rara em seus hábitos de compor. Como Cartier foi incapaz de fornecer as fitas originais como prova, o juiz decidiu a favor de Jackson, e de Cartier foi negado o direito de recorrer.

Performances Ao VivoEditar

Dangerous foi performada ao vivo durante na 2° parte da Dangerous World Tour e também no MTV Video Music Awards 1995, e também na HIStory World Tour. Ela também foi perfomada na MJ & Friends. Sendo que a última performance da canção foi em 2002 durante um programa de TV. Foi ensaiada durante os ensaios da This Is It (turnê) e iria ser perfomada na turnê, que não aconteceu devido a morte do cantor.


  Este artigo sobre uma canção é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.