Abrir menu principal
Daniel Ellsberg
Nascimento 7 de abril de 1931 (88 anos)
Chicago
Cidadania Estados Unidos
Cônjuge Patricia Marx Ellsberg
Filho(s) Robert Ellsberg, Michael Ellsberg
Alma mater Universidade Harvard, Cranbrook Educational Community
Ocupação oficial, economista, escritor, ativista antiguerra
Prêmios Prêmio Right Livelihood, Prêmio Gandhi, Prêmio Whistleblower, Prêmio James Madison de Liberdade de Informação, Prêmios American Book
Empregador RAND Corporation
Página oficial
http://www.ellsberg.net

Daniel Ellsberg (Chicago, 7 de Abril de 1931) é um ex-analista militar norte-americano, empregado pela RAND Corporation e depois funcionário do Pentágono, que provocou uma grande controvérsia política nos Estados Unidos em 1971, quando forneceu ao New York Times e a outros jornais os chamados Pentagon Papers - documentos secretos do Pentágono, contendo detalhes sobre o processo decisório do governo dos Estados Unidos em relação à Guerra do Vietnã.

Ellsberg foi premiado com o Right Livelihood Award em 2006, conhecido como 'Nobel Alternativo'. [1]

Fundador da Freedom of the Press Foundation, ele chegou a ser indicado para o Prêmio Nobel da Paz, em 2015.[2] Também ficou conhecido por sua fundamental contribuição à teoria da decisão - o paradoxo de Ellsberg, segundo o qual as escolhas das pessoas violam os postulados da utilidade subjetiva esperada.[3]

Ver tambémEditar

Referências

Ligações externasEditar