Daniele Bennati

ciclista italiano


Daniele Bennati (n. 24 de setembro, 1980 em Arezzo) é um ciclista profissional italiano que participa de competições de ciclismo de estrada.[1]

Daniele Bennati
Daniele Bennati 02.jpg
Informação pessoal
Pseudônimo(s) Benna
Nascimento 24 de setembro de 1980 (40 anos)
Arezzo, Itália
Estatura 1,84 m
Cidadania  Itália
Ocupação ciclista desportivo (d)
Informação equipa
Equipa atual Team Saxo-Tinkoff
Disciplina Estrada
Função Ciclista
Tipo de corredor Sprinter
Profissional
2002
2003
2004
2005–2007
2008–2010
2011–2012
2013–
Acqua e Sapone-Cantina Tollo
Domina Vacanze-Elitron
Phonak
Lampre-Caffita
Liquigas
Leopard Trek
Team Saxo-Tinkoff
Maiores vitórias
Grand Tours
Tour de France
2 etapas
Vuelta a España
6 etapas e classificação por pontos Jersey blue-yellowfish.svg (2007)
Giro d'Italia
3 etapas e classificação por pontos Jersey violet.svg (2008)

Corridas por etapas

Giro del Piamonte (2006, 2008)
Página oficial
www.danielebennati.com
Estatísticas
Daniele Bennati no ProCyclingStats

Corre pela Lampre desde 2005, sendo um puro sprinter e defende-se bem nos paralelos. Comecou a sua carreira como profissional em 2002 correndo pela Acqua & Sapone-Cantina Tollo conquistando duas etapas ao longo da epoca na 1ª etapa do Tour of Austria e na 5ª etapa do Regio-Tour.

Devido à sua capacidade, a Domina Vacanze-Elitron contratou Bennati em 2003 tendo ganho a 3ª etapa da Volta à Polónia e a 5ª etapa da Volta ao Mediterrâneo.

As suas prestações atrairam equipas de maior dimensão, e em 2004 Bennati transfere-se para a Phonak Hearing Systems, onde nunca ganhou uma etapa devido ao facto da equipa estar montada para a montanha.

A Lampre-Caffita (Lampre-Fondital hoje em dia) sabia que havia muito talento em Bennati, e em 2005 muitas vitórias conquistou ele. Na Volta à Polónia ganhou a 2ª e 4ª etapa na Deutschland-Tour ganhou a 3ª, a 5ª e a 9ª etapa tendo assim ganho a classificação dos pontos. O Giro di Toscana também foi "vitima" do triunfo de Bennati.

Teve um 2º lugar no Paris-Tours e um 3º numa corrida de paralelos, a Gent-Wevelgem e um 4º no GP Ouest France-Plouay. Em 2006 venceu a 2ª e a 4ª etapa da Volta à Polónia e até chegou a vestir de amarelo 2 dias. Ganhou a 7ª etapa da Volta a Cataluña e na Volta à Suíça foi vencedor da classificação dos pontos.

Venceu nesse ano também o Giro del Piemonte, o GP Cita di Misano-Adriatico, o GP Industria & Commercio di Prato e o Mercatone Uno-Memorial Pantani.

Mas foi em 2007 que conseguiu os seus dois melhores feitos, tendo vencido 2 etapas no Tour de France, uma alcancada numa fuga à etapa 17 e a outra na última etapa no Champs-Élysées, onde derrotou toda a concorrência.

Referências

Ligações externasEditar