Darci

futebolista brasileiro

Darci Miguel Monteiro (Volta Redonda, 26 de setembro de 1968 - Rio de Janeiro, 3 de janeiro de 2018), mais conhecido por Darci Cavalo ou simplesmente por Darci, foi um futebolista brasileiro que atuava como atacante. Darci ficou famoso pela sua semelhança física com Ronaldo Nazário.[1]

Darci
Informações pessoais
Nome completo Darci Miguel Monteiro
Data de nasc. 26 de setembro de 1968
Local de nasc. Volta Redonda (RJ),  Brasil
Falecido em 3 de janeiro de 2018 (49 anos)
Altura 1,80 m
Apelido Darci Cavalo
Informações profissionais
Posição Atacante
Clubes de juventude
Volta Redonda
Clubes profissionais
Anos Clubes
1988-1993
1993-1996
1993
1995
1996-1997
1997-1998
1999
1999
2000
2000-2001
2001
2001
2002
2002-2003
2004
2005
2005
2005
2006
2006
Volta Redonda
Belenenses
Bangu (emp.)
America (emp.)
Rochester Rhinos
Felgueiras
Paysandu
Olaria
Botafogo
Al-Ittihad
Antalyaspor
Fluminense
Friburguense
Fortaleza
Widzew Łódź
Olaria
Sabah FA
Paranoá
Paniliankos
Al Rayyan
Aragua

CarreiraEditar

Nascido em Volta Redonda, no dia 26 de setembro de 1968, Darci foi revelado no clube de sua cidade natal, e formou ao lado de Humberto e Valtinho uma as melhores linhas de ataque da história Voltaço, entre o fim da década de 80 e início da década de 90.[2] Ainda chegou a formar dupla de ataque com Donizete “Pantera” também e brilhou ao lado Denimar, e Élson, lendas do clube.

Em 1993, após ser o “Melhor Jogador do Interior”, eleito pelo Jornal dos Sports, Darci foi vendido para o Clube de Futebol Os Belenenses, de Portugal, por 400 mil dólares. Assim, ele entrou para a história do Voltaço como o primeiro jogador desta agremiação a ser vendido para fora do Brasil.[3] O valor de sua venda era considerado uma fortuna na época, e o dinheiro serviu para cobrir toda a folha salarial do clube durante mais de seis meses.[4]

Antes de ir para Portugal, porém, foi emprestado ao Bangu, defendendo o clube na Copa Rio de 1993.[5]

Depois, deixou o clube lusitano e jogou no Rochester Rhinos, dos Estados Unidos. Em 1997, voltou para Portugal, e, sem brilho, atuou pelo Futebol Clube de Felgueiras. No ano seguinte, jogou a Série B do Brasileirão pelo Paysandu[6] e ajudou a rebaixar o Fluminense para a Série C.

Em 1999, vestiu a camisa do Olaria. Sua força física, aliada ao número 9 e ao cabelo raspado que usava, acabou apelidado por Januário de Oliveira de “Ronaldinho Fenômeno do Paraguai”. Durante o campeonato, fez sete gols, deixando sua marca, inclusive, contra o Botafogo, o Vasco da Gama e o Flamengo. Isso chamou a atenção do Botafogo, que o contratou para a disputa do Brasileirão daquele ano. Pelo clube, fez parte do elenco que foi vice-campeão da Copa do Brasil daquele ano.[3]

Darci ainda jogou nos Estados Unidos, na Arábia Saudita, na Turquia, na Polônia, na Malásia, Na Grécia e na Venezuela.[7] No futebol brasileiro, vestiu as camisas de America-RJ, Paysandu, Bangu, Olaria, Botafogo, Fluminense, Friburguense, Fortaleza e Paranoá.[7]

Após se aposentar, aos 38 anos, voltou para sua cidade natal, Volta Redonda, onde passou a administrar uma empresa de festas e eventos.

MorteEditar

Darci veio a falecer em 3 de Janeiro de 2018, aos 49 anos, vitimado por um infarto fulminante.[7]

ConquistasEditar

Por ClubesEditar

Volta Redonda

Campanhas de DestaqueEditar

Botafogo

IndividuaisEditar

  • 1993 - Melhor Jogador do Interior do Campeonato Carioca - Jornal dos Sports

Referências

  1. Ogol: Darci Miguel Monteiro acessado em 10 de julho de 2010
  2. diariodovale.com.br/ Morre ‘Darci Cavalo’, um dos melhores atacantes da história do Voltaço
  3. a b futrio.net/ Morre Darci, ex-atacante de Voltaço, Olaria e Botafogo, aos 49 anos
  4. diariodovale.com.br/ Darci Cavalo será enterrado em Volta Redonda
  5. bangu.net/
  6. diarioonline.com.br/ Ex-atacante do Paysandu morre no RJ
  7. a b c globoesporte.globo.com/ Morre Darci Cavalo, ex-jogador do Voltaço