Dashrath Manjhi

Dashrath Manjhi (1934[1]17 de agosto de 2007[2]), também conhecido como "Homem da Montanha",[3] era um pobre aldeião da vila de Gehlaur, próximo de Gaya, em Bihar, Índia, que ao longo de 22 anos construiu um caminho na rocha, de 110 metros de comprimento por 10 metros de largura e 6 metros de profundidade, utilizando-se apenas de martelo e cinzel.[1][4][5]

Selo postal indiano comemorativo a Dashrath Manjhi (2016)

Com isto, Dashrath estreitou o caminho entre Atri e Wazirganj de 55km a 15km.[6] Sua esposa faleceu indo da aldeia ao hospital nos anos 1960 e o indiano fez esta façanha para que ninguém mais precisasse passar por isto.

Ver tambémEditar

ReferênciasEditar

  1. a b «Love's labour brings down hill». The Indian Express. 24 de maio de 1987. Consultado em 22 de setembro de 2012 
  2. «Mountain man Dashrath Manjhi dies in Delhi». Hindustan Times. 17 de agosto de 2007. Consultado em 22 de setembro de 2012 
  3. Society (28 de setembro de 2007). «The Mountain Man». The Viewspaper. Consultado em 22 de setembro de 2012 
  4. «Tax rebate to Manjhi biopic raises eyebrows». Times of India. Consultado em 5 de setembro de 2015 
  5. «The man who made way for progress». The Indian Express. 1 de julho de 2012. Consultado em 22 de setembro de 2012 
  6. «Dashrath Manjhi, rock star and film muse». Consultado em 21 de julho de 2015 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.