David VI da Geórgia

David VI Narim (em georgiano: დავით VI ნარინი), dito o Astuto, foi um rei dos reis da Geórgia da dinastia Bagrationi entre 1245 e 1293. A partir daí, governou também o Reino da Imerícia (Imereti) com o nome de David I da Imerícia como um estado vassalo da Geórgia.

David VI Narim
დავით VI ნარინი
Rei dos reis da Geórgia
Rei da Imerícia
Afresco no Mosteiro de Gelati
Reinado 12451259 (Geórgia)
12591293 (Imerícia)
Consorte Tamara Amanelisdze
Teodora Ducena Paleóloga
Antecessor(a) Rusudana (Geórgia)
Sucessor(a) David VII Ulu (Geórgia)
Constantino I (Imerícia)
Dinastia Bagrationi
Nascimento 1225
Morte 1293 (68 anos)
  Tbilisi
Enterro Catedral Svetitskhoveli, Mtsqueta
Filho(s) Constantino I
Miguel
Vactangue II
Alexandre
Pai Guiaçadim
Mãe Rusudana da Geórgia

VidaEditar

Filho da rainha Rusudana com seu marido Guiaçadim, David foi coroado em Cutaisi como co-soberano da mãe em 1230. Temendo que seu sobrinho, David VII Ulu, fosse reivindicar o trono depois de sua morte, Rusudana o manteve prisioneiro na corte de seu genro, o sultão seljúcida de Rum Gaiasadino II e enviou o seu David para a corte do Império Mongol para ser reconhecido herdeiro aparente. A rainha morreu em 1245, ainda esperando o retorno do filho. Depois de dois anos, os nobres georgianos, acreditando que David havia desaparecido, proclamaram o primo, que havia sido libertado quando Gaiasadino morreu, rei da Geórgia. Em 1248, David, filho de Rusudana, foi reconhecido por Guiuque Cã como co-rei júnior do primo e os dois reinaram a partir daí como "David VI Narim" ("o júnior") e David VII Ulu ("o sênior") até 1259, quando o primeiro se revoltou contra o jugo mongol e teve que fugir para Cutaisi, de onde reino da Geórgia Ocidental (Imerícia). Em 1261, Narim abrigou Ulu, que também tentou acabar com o domínio mongol, mas ele logo se reconciliou com os antigos mestres e retornou para Tbilisi, a capital da Geórgia oriental, no ano seguinte. Por conta disto, a Geórgia foi dividida em duas partes, com ambos os monarcas reivindicando o título de rei. Porém, Narim se rendeu a Hulagu Cã e tornou-se um vassalo dos ilcânidas em 1262[1].

David estabelece relações amigáveis com a Horda Dourada e com o Egito, conseguindo repelir os ataques ilcânidas. Em 1269, abrigou Teguder de Turã, irmão de Baraque de Turã, que havia se rebelado contra o cã Abaca Khan. Quando a força de Teguder começou a aterrorizar a população georgiana, David se aliou com Sirmão, o general de Abaca em perseguição. Apesar disso, Abaca tentou depor David com a ajuda do senhor renegado de Racha, Kakhaber Kakhaberisdze, e enviou duas expedições contra Imerícia na década de 1270. Ainda assim, David VI conseguiu manter sua independência e tentou restaurar a influência georgiana sobre o Império de Trebizonda. Com este objetivo, marchou em direção a Trebizonda durante uma ausência do imperador João II em abril de 1282. Apesar de não ter conseguido tomar a cidade, os georgianos ocuparam várias províncias e ajudaram a meia irmã de João, Teodora, filha de Manuel I de Trebizonda e sua esposa georgiana, Rusudana da Geórgia, a tomar o trono em 1285, apenas para serem expulsos logo depois[2].

Morreu em Cutaisi em 1293 e foi sucedido por seu filho mais velho Constantino I.

Casamento e filhosEditar

David casou-se com Tamara, filha do nobre georgiano Amanelisdze, com quem teve:

Em 1254, casou-se com Teodora, uma filha do imperador bizantino Miguel VIII Paleólogo, com quem teve:

  • Alexandre

Ver tambémEditar

David VI da Geórgia
Nascimento: 1225 Morte: 1293
Títulos reais
Precedido por:
Rusudana da Geórgia
Rei da Geórgia
ca. 1245–1259
com David VII Ulu (1247–1259)
Sucedido por:
David VII Ulu
Novo título Rei da Imerícia
ca. 1259–1263
Sucedido por:
Constantino I da Imerícia

Referências

  1. C.P.Atwood - Encyclopedia of Mongolia and the Mongol Empire, p.197
  2. «Cópia arquivada». Consultado em 27 de outubro de 2014. Arquivado do original em 25 de maio de 2006 

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre David VI da Geórgia