Abrir menu principal
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde março de 2014). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
David and Lisa
David e Lisa[1] (BRA)
 Estados Unidos
1962 •  pb •  95 min 
Direção Frank Perry
Produção Paul M. Heller
Roteiro Eleanor Perry
Elenco Keir Dullea
Janet Margolin
Howard Da Silva
Gênero drama
Música Mark Lawrence
Direção de fotografia Leonard Hirschfield
Direção de arte Paul M. Heller
Figurino Anna Hill Johnstone
Edição Irving Oshman
Companhia(s) produtora(s) Vision Associates Productions
Lisa and David Company
Lançamento Estados Unidos 26 de dezembro de 1962
Idioma inglês
Orçamento US$185,000 (estimativa)
Receita US$1,000,000+[2]
Página no IMDb (em inglês)

David and Lisa é um filme estadunidense de 1962, do gênero drama, dirigido por Frank Perry e estrelado por Keir Dullea e Janet Margolin.

ProduçãoEditar

Um dos luminares do novo cinema independente dos EUA,[3] David and Lisa marcou a estreia de Frank Perry na direção. Feito com um orçamento muito baixo -- em torno de duzentos mil dólares --, não demorou a render cinco vezes mais, quebrando um tabu que seria depois seguido por vários outros filmes feitos nas mesmas condições.[2] O visual despojado e o interesse por pessoas relegadas à margem da sociedade revelam a influência da nouvelle vague no cinema norte-americano dos anos 1960.[2]

O roteiro de Eleanor Perry (esposa do diretor na época), baseado no livro do psicanalista Theodore Isaac Rubin, trata do romance improvável de dois adolescentes com distúrbios mentais. O jargão técnico foi reduzido ao mínimo, porém os problemas da dupla tornaram-se datados poucos anos depois, com o avanço dos estudos psicanalísticos.[2]

David and Lisa deu ao casal Perry as únicas indicações ao Oscar de suas carreiras. Por outro lado, o filme também proporcionou à dupla Keir Dullea e Janet Margolin as melhores atuações de suas vidas.[4]

O filme foi refeito para a televisão em 1998, com Lukas Haas e Brittany Murphy nos papéis principais e Sidney Poitier como um profissional que ajuda David a lidar com seus traumas.

SinopseEditar

Em uma clínica psiquiátrica encontram-se internados, entre outros, os jovens David e Lisa. David tem pavor ser tocado e Lisa, quando fala, só o faz em versos. Os dois se envolvem emocionalmente e David se torna mais acessível, porém sua mãe, dominadora, leva-o de volta para casa. David foge para reencontrar-se com Lisa.

PremiaçõesEditar

Patrocinador Prêmio Categoria Situação
Academia de Artes e Ciências Cinematográficas Oscar Melhor Diretor
Melhor Roteiro Adaptado
Indicado
Indicado
BAFTA BAFTA Film Award Melhor Filme de Qualquer Fonte
Melhor Ator Estrangeiro (Howard Da Silva)
Melhor Ator Estreante (Keir Dullea)
Melhor Atriz Estreante (Janet Margolin)
Indicado
Indicado
Indicado
Indicado
Hollywood Foreign Press Association HFPA Award Novo Astro do Ano (Keir Dullea)
Nova Estrela do Ano (Janet Margolin)
Vencedor
Indicado
Festival de Cinema de São Francisco Golden Gate Award Melhor Ator (Keir Dullea)
Melhor Atriz (Janet Margolin)
Vencedor
Vencedor
Festival de Veneza Melhor Estreia (Frank Perry) Vencedor
(fora da competição)

ElencoEditar

Ator/Atriz Personagem
Keir Dullea David Clemens
Janet Margolin Lisa Brandt
Howard Da Silva Doutor Alan Swinford
Neva Patterson Senhora Clemens
Clifton James John
Richard McMurray Stewart Clemens
Nancy Nutter Maureen
Matthew Anden Simon
Jaime Sanchez Carlos
Coni Hudak Kate
Karen Lynn Gorney Josette
Janet Lee Parker Sandra
  A Wikipédia tem os portais:

Referências

  1. David e Lisa no CinePlayers (Brasil)
  2. a b c d WILLIAMS, Karl. «David and Lisa». AllMovie. Consultado em 14 de março de 2014 
  3. BRENNER, Paul. «David and Lisa». AllMovie. Consultado em 14 de março de 2014 
  4. QUINLAN, David, The Illustrated Guide to Film Directors, Londres: Batsford, 1983 (em inglês)
  Este artigo sobre um filme estadunidense é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.