Deandre Ayton

jogador de basquetebol baamiano

Deandre Edoneille Ayton (Nassau, 23 de julho de 1998) é um basquetebolista bahamense que atua como pivô. Atualmente defende o Phoenix Suns na NBA.[1] Ele foi um dos melhores no basquete universitário na temporada de 2017–18. Em janeiro de 2017, Ayton foi selecionado para jogar o McDonald's All-American Game. Ele foi selecionado na 1ª posição no draft da NBA de 2018 pelo Phoenix Suns.[2]

Deandre Ayton
20170329 MCDAAG Deandre Ayton on the wing.jpg

Ayton no McDonald's All-American Game de 2017
Informações pessoais
Nome completo Deandre Edoneille Ayton
Data de nasc. 23 de julho de 1998 (24 anos)
Local de nasc. Nassau, Bahamas
Altura 2,16 m (7 ft 1 in)
Peso 113 kg (250 lb)
Informações no clube
Clube atual Phoenix Suns
Número 22
Posição Pivô / Ala-pivô
Clubes de juventude
2017–2018 Arizona Wildcats
Clubes profissionais
Ano Clubes Partidas (pontos)
2018– Phoenix Suns

JuventudeEditar

O pai de Ayton é nigeriano e sua mãe, Andrea, é de descendência jamaicana e bahamense.[3] Ayton foi descoberto por uma revista anual bahamense chamada Bahamian Basketball Yearbook.[4] Com 12 anos, Ayton foi observado pela All Bahamian Brand que estavam visitando a Bahamas Academy High School, uma escola particular localizada em Bahamas. Os olheiros vieram quando Ayton, que também jogava futebol, estava na aula de banda, ao invés no treinamento de basquete, mas ficaram impressionados por sua altura. Ayton se mudou para San Diego em Califórnia, para jogar basquete no ensino médio.

Carreira no ensino médioEditar

Ayton foi para a Balboa School em Califórnia e começou no time do colégio por dois anos. Como novato em 2014-15, Ayton liderou Balboa para um percentual de 17 vitórias e 14 derrotas, com médias de 21 pontos, 16 rebotes e 3,8 bloqueios por jogo. Ele registou um duplo-duplo em 21 dos 22 jogos da temporada regular. Naquele verão, ele teve médias de 16,5 pontos, 13,5 rebotes e 2,2 bloqueios por jogo no Supreme Court AAU em Califórnia, no circuito da Under Armour.[5] Como ele foi um destaque entre seus companheiros, ele foi eleito para uma transferência de Balboa City School para explorar uma oportunidade a uma academia preparatória

Ayton, em seu segundo ano em 2015-16, se transferiu para a Hillcrest Prep Academy em Phoenix, Arizona para jogar seus últimos dois anos.[6][7][8] Durante esse ano, ele foi companheiro de equipe com outro destaque do time de 2017, com a segunda escolha do draft de 2018, Marvin Bagley III. Durante seu primeiro ano, Ayton teve médias de 29.2 pontos, 16.7 rebotes e 3.8 bloqueios por jogo.

Em seu terceiro ano em 2016–17, Ayton liderou Hillcrest a um percentual de 33–6 e rankings nacionais em múltiplas plataformas enquanto tinha médias de 26 pontos, 15 rebotes e 3,5 bloqueios por jogo, ganhando prêmios de jogador mais valioso da temporada e um título com sua escola, também ganhando o prêmio de jogador mais valioso das finais.

RecrutamentoEditar

Ayton foi considerado uma das maiores promessas dos novatos de 2017 por Scout.com, Rivals.com e ESPN.[9] Ele foi considerado uma promessa de cinco estrelas, terceiro recruta geral e o melhor pivô nos jogadores de ensino médio de 2017.[10] Em 2015, ele foi classificado pela Scout como a melhor promessa em todo o ensino médio por sua lista dos "Ultimate 100". Ayton definiu sua escolha entre três escolas: Arizona, Kansas e Kentucky. Em 6 de setembro de 2016, ele decidiu jogar pelo Arizona Wildcats.[11][12]

Carreira universitáriaEditar

Ayton fez sua estreia no Arizona Wildcats em 10 de novembro de 2017, marcando 19 pontos, 12 rebotes e 3 bloqueios em uma vitória por 101–67 sobre o Northern Arizona Lumberjack. Seus 19 pontos foram o suficiente para ser a sétima maior quantidade de pontos para um calouro em uma estreia no Arizona. Ao longo de sua carreira na faculdade, ele foi usado como um ala em vez de pivô; Em vez disso, Dušan Ristić foi o pivô titular do Arizona. Em 9 de dezembro de 2017, Ayton registrou o que era, na época, o recorde da temporada de 29 pontos e 18 rebotes em uma vitória por 88-82 sobre o Alabama Crimson Tide. Em 30 de dezembro de 2017, contra o rival do estado Arizona State Sun Devils, ele registrou 19 rebotes, o que seria um recorde da temporada na época. Em 20 de janeiro de 2018, contra o Stanford, ele bloqueou 6 arremessos, o que o empatou com o recorde; na história de um único jogo do primeiro ano do Arizona. Ele também registrou 17 jogos de 20 pontos e 23 duplo-duplos em 34 jogos.[13]

Em 23 de fevereiro de 2018, uma escuta telefônica do FBI revelou que o treinador principal do Arizona, Sean Miller, supostamente conversou com Christian Dawkins (uma figura-chave envolvida no escândalo de corrupção no basquete masculino da NCAA Divisão I de 2017-18) para discutir o pagamento de $ 100.000 a Ayton para permitir que ele entrasse na universidade, cabendo a ele a situação monetária diretamente.[14] Embora Miller não fosse o técnico no jogo seguinte, um dia depois, contra o Oregon (o assistente técnico Lorenzo Romar substituiria Miller naquela noite), Ayton ainda teria permissão para jogar naquele dia como pivô. Nesse jogo, Ayton registraria 28 pontos, 18 rebotes e 4 bloqueios na derrota na prorrogação para o Oregon. A conversa grampeada supostamente ocorreu em 2016, quando Ayton ainda estava cursando a Hillcrest Prep Academy.[15][16][17] Mais tarde, em 11 de outubro de 2018, um funcionário do governo revelou um ex-consultor da Adidas chamado T.J. Gassnola pagou uma quantia atualmente desconhecida de dinheiro à família de Ayton por meio de Christian Dawkins, a fim de participar de alguns programas patrocinados pela Adidas.[18] Em 2 de maio de 2019, os promotores federais fizeram uma ligação telefônica de 20 de junho de 2017 entre Dawkins e o ex-assistente técnico Emanuel Richardson de que Miller estava pagando a Ayton $ 10.000 por mês enquanto estava matriculado no Arizona.[19]

Em 3 de março de 2018, após seu último jogo em casa na temporada regular contra a Califórnia, onde ele registrou 26 pontos e um recorde de sua carreira de 20 rebotes em uma vitória por 66-54 sobre a Califórnia, o técnico Sean Miller homenageou Ayton, bem como Rawle Alkins e Allonzo Trier, com a confirmação de que todos eles estariam entrando no Draft da NBA de 2018 no final desta temporada.[20] Em 9 de março, Ayton registraria 32 pontos, o recorde de sua carreira, com 14 rebotes na vitória por 78-67 na prorrogação contra o UCLA. Ele empataria o recorde da carreira no dia seguinte ao lado de conseguir 18 rebotes no jogo do Pac-12 Championship contra o USC, onde os Wildcats venceram por 75-61. Ayton seria eleito o jogador mais valioso do torneio Pac-12 durante o evento. No final da temporada regular, Ayton foi nomeado Jogador do Ano do Pac-12 e Calouro do Ano, além de tornar-se membro da primeira equipe All-Pac-12 (em termos de votação regular e votação pela Associated Press) e ser eleito o vencedor do Prêmio Karl Malone.[21] Ele também foi eleito um consenso All-American do time principal. Além disso, Ayton foi um dos três calouros a fazer parte do All-American First Team, juntando-se a Marvin Bagley III e Trae Young como os calouros mais consensuais dos membros do First Team em uma temporada.

Após a derrota do Arizona para a Universidade de Buffalo na Rodada de 64 do Torneio de Basquete Masculino da NCAA 2018, Ayton anunciou sua intenção de renunciar às suas últimas três temporadas de elegibilidade colegial e declarar-se para o Draft da NBA 2018, onde se esperava que fosse um seleção de loteria de nível superior, se não a escolha do draft potencial nº 1.[22] Em 26 de abril de 2018, Ayton anunciou que assinou com a agente Nima Namakian da BDA Sports.

Carreira profissionalEditar

Phoenix Suns (2018–presente)Editar

Temporada 2018–19Editar

Em 21 de junho de 2018, o Phoenix Suns selecionou Ayton com a primeira escolha no Draft da NBA de 2018. Ele foi a primeira escolha de número um da franquia da história.[23] Nunca antes um jogador com a primeira escolha geral foi para um time do mesmo estado que jogou pelo ensino médio e universidade antes de entrar na NBA.[24] Ayton se juntou a Liga de Verão da NBA de 2018 e a equipe do Suns de 1 de julho de 2018, assinando seu contrato de novato cinco dias depois.[25][26] Em sua estreia da liga de verão em 6 de julho, Ayton fez 10 pontos e 8 rebotas em uma vitória de 92–85 contra o Dallas Mavericks. No final do evento, Ayton teve médias de duplo-duplo com 14,5 pontos e 10,5 rebotes em quatro jogos e foi nomeado um membro do segundo melhor time do campeonato esse ano. Ele também teve médias de 18,2 pontos, 9,8 rebotes, 2 bloqueios, 1,4 assistências e 0,8 roubadas de bola por jogo em cinco jogos durante a pré-temporada de 2018 com o Suns.[27] Próximo ao final da pré-temporada, ele liderou a NBA em pontos, rebores, bloqueios, lances livres e tentativas de arremessos de quadra.[28]

Ayton estreou na NBA logo no primeiro jogo da equipe, em 17 de outubro de 2018, e conseguiu um duplo-duplo com 18 pontos e 10 rebotes, junto com um recorde pessoal da temporada com 6 assistências, uma roubada de bola e um bloqueio com 36 minutos jogados em uma vitória sobre o Dallas Mavericks, com o placar de 121–100.[29] Esse jogo fez Ayton o primeiro jogador a fazer essas estatísticas em sua estreia desde Kareem Abdul-Jabbar em 1969, assim como o terceiro jogador desde Oscar Robertson em 1960.[30] Cinco dias depois, Ayton fez um duplo-duplo de 20 pontos e 14 rebotes, junto com 5 assistências, em uma derrota contra o Golden State Warriors de 123–103. Em 27 de outubro, ele fez 24 pontos em uma noite quase perfeita, com 12 dos 13 arremessos de quadra entrando na cesta, junto com 5 assistências em uma derrota contra o Memphis Grizzlies. Ele se tornou o segundo novato em 40 temporadas (com o primeiro sendo Adam Keefe) a acertar pelo menos 12 arremessos com uma porcentagem de 90% ou maior.[31] Seis dias depois, Ayton fez outro duplo-duplo de 17 pontes e um recorde pessoal da temporada de 18 rebotes em uma derrota contra o Toronto Raptors de 107–98. Mais tarde, Ayton fez outro recorde pessoal da carreira com 33 pontos, junto com 14 rebotes, em uma derrota de 122–118 contra o Denver Nuggets em 29 de dezembro.[32] Durante a primeira metade da temporada, Ayton começou em todos os jogos do Suns quando estava saudável, exceto por um. Em 29 de janeiro de 2019, Ayton foi nomeado um dos membros do Time Mundo pelo Desafio de Promessas no Fim de Semana All-Star da NBA em 2019.[33] Em 27 de março, Ayton quebrou o recorde de Alvan Adams para mais duplo-duplos registrados por um novato da história da franquia.[30] Entretanto, Ayton lesionou seu tornozelo esquerdo três dias depois contra o Memphis Grizzlies, terminando sua temporada de novato mais cedo.[34] Ele se tornou o terceiro novato da década a ter médias de duplo-duplo em sua primeira temporada, se juntando a Blake Griffin e Karl-Anthony Towns.[35] No final da temporada, Ayton foi nomeado um dos três finalistas para o NBA Rookie of the Year Award.[36] Em 21 de maio, Ayton foi selecionado para o 2019 All-Rookie First Team.[37]

Temporada 2019–20Editar

Em 24 de outubro de 2019, após o começo da temporada 2019–20, Ayton foi suspenso por 25 jogos após testar positivo para um diurético, violando as regras da liga.[38] Ele retornou de sua suspensão em 17 de dezembro contra o Los Angeles Clippers, marcando 18 pontos e 12 rebotes em uma derrota de 120–99.[39][40] Ayton foi deixado de lado pelos próximos cinco jogos devido a uma lesão em seu tornozelo direito antes de voltar, dessa vez do banco, uma vitória contra o Portland Trail Blazers em 30 de dezembro.[41] Mais tarde, ele retornou como titular, dessa vez como um ala-pivô, em uma vitória contra o New York Knicks de 120–122, em 3 de janeiro de 2020.[42] Depois de mais alguns jogos, Ayton se tornou o pivô titular novamente em 16 de janeiro. Naquela noite, ele fez 26 pontos e 21 rebotes, um recorde de sua carreira até então, em uma vitória de 121–98 contra o Knicks.[43] Ele se tornou o primeiro jogador do Suns desde Steve Nash a ter um jogo 20/20 pelo time (primeiro jogador desde Amar'e Stoudemire em termos de pontos e rebotes especificamente), e também o jogador mais novo a ter mais de 25 pontos e 20 rebotes no Madison Square Garden.[44] Em 28 de janeiro, Ayton fez seu recorde da temporada com 31 pontos em uma vitória de 133–104 contra o Dallas Mavericks.[45] Em 8 de fevereiro, Ayton marcou 28 pontos e pegou 19 rebotes em uma derrota contra o Denver Nuggets. Ele se tornou o jogador mais rápido da história da franquia a chegar a 1 000 rebotes em 94 jogos, assim como o quarto mais rápido a chegar a 1,000 desde 1992.[46] Ayton mais tarde replicou sua performance com 28 pontos e 19 rebotes em 22 de fevereiro em uma vitória de 112–104 contra o Chicago Bulls.[47] Depois de uma lesão no tornozelo em 3 de março numa partida contra o Toronto Raptors,[48] Ayton voltou a jogar nos jogos da bolha da NBA em 31 de julho, marcando 24 pontos, incluindo 2 arremessos de 3 pontos que foram os primeiros de sua carreira, e 12 rebotes em uma vitória de 125–112 contra o Washington Wizards.[49] Ele foi titular em 7 dos 8 jogos do Suns na Bolha da NBA de 2020 com um percentual perfeito de 8 vitórias e 0 derrotas, terminando a temporada regular com 34 vitórias e 39 derrotas.[50]

Temporada 2020–21Editar

Depois de ter se complicado no ataque no começo da temporada, Ayton voltaria ao time depois da suspensão de 3 jogos devido ao protocolo sobre a COVID-19 no meio de janeiro, com noites consecutivas como o líder do time em pontos e rebotes em 18 e 20 de janeiro de 2021. No jogo contra o Houston Rockets em 20 de janeiro, Ayton teve 26 pontos, 17 rebotes e 5 bloqueios, seu recorde da carreira, em uma vitória de 109–103 fora de casa.[51] Ele se tornou o primeiro jogador do Suns desde Shawn Marion em 2007 a conseguir 25 pontos, 15 rebotes e 5 bloqueios em um único jogo, assim como o único outro jogador do Suns a conseguir esse feito nas últimas 30 temporadas.[52] Ayton ajudou Phoenix a chegar a sua primeira disputa de playoffs desde 2010.[53] Em 23 de maio, Ayton fez sua estreia nos playoffs da NBA, marcando 21 pontos em 10 de 11 arremessos, junto com 16 rebotes, em uma vitória de 99–90 no jogo um da primeira rodada contra o Los Angeles Lakers.[54] Posteriormente, Ayton ajudaria o Suns a se classificar para as semifinais de conferência da NBA, ganhando os Lakers por 4 jogos a 2.

Referências

  1. «DeAndre Ayton». DraftExpress. Consultado em 28 de novembro de 2017 
  2. «"2017 McDonald's All-American Game boys rosters announced"». Maxpreps.com. 15 de janeiro de 2017. Consultado em 27 de novembro de 2017 
  3. Kelapire, Ryan (21 de junho de 2018). «Deandre Ayton stitches Bahamian flag inside NBA Draft suit». Arizona Desert Swarm (em inglês). Consultado em 4 de junho de 2021 
  4. «Home». The All Bahamian Brand©®™ (em inglês). Consultado em 4 de junho de 2021 
  5. «UAA New York Standouts». 247Sports (em inglês). Consultado em 4 de junho de 2021 
  6. «No. 1 recruit Ayton enrolls at Hillcrest Hoops». ESPN.com (em inglês). 7 de outubro de 2015. Consultado em 4 de junho de 2021 
  7. Obert, Richard. «Hillcrest wants to raise Arizona hoops with 7-1 DeAndre Ayton». The Arizona Republic (em inglês). Consultado em 4 de junho de 2021 
  8. U-T, Don Norcross, Special to the (17 de fevereiro de 2015). «S.D. prep basketball's hidden treasure». San Diego U-T Preps (em inglês). Consultado em 4 de junho de 2021 
  9. «How DeAndre Ayton got to No. 1». ESPN.com (em inglês). 10 de junho de 2015. Consultado em 4 de junho de 2021 
  10. «DeAndre Ayton - Basketball Recruiting - Player Profiles - ESPN». ESPN.com. Consultado em 4 de junho de 2021 
  11. «Arizona Basketball lands No. 1 recruit». KGUN (em inglês). 6 de setembro de 2016. Consultado em 4 de junho de 2021 
  12. «Top basketball prospect Ayton picks Arizona». ESPN. 6 de setembro de 2016. Consultado em 4 de junho de 2021 
  13. «Arizona Basketball Media Guide Online» (PDF). 2017. Consultado em 4 de junho de 2021 
  14. «Sources: Sean Miller talked payment on wiretap». ESPN.com (em inglês). 24 de fevereiro de 2018. Consultado em 4 de junho de 2021 
  15. «Sources cast doubt on reported timeline of Miller-Dawkins call». 247Sports (em inglês). Consultado em 4 de junho de 2021 
  16. Pascoe, Bruce. «ESPN changes dates in Sean Miller report: Network says phone call was 2016, not 2017». The Arizona Republic (em inglês). Consultado em 4 de junho de 2021 
  17. McCann, Michael. «Sean Miller strikes back at ESPN: Is lawsuit next?». Sports Illustrated (em inglês). Consultado em 4 de junho de 2021 
  18. «Ex-Adidas consultant says he paid Ayton's family». ESPN.com (em inglês). 10 de outubro de 2018. Consultado em 4 de junho de 2021 
  19. «Assistant: Miller paid $10K per month to Ayton». ESPN.com (em inglês). 1 de maio de 2019. Consultado em 4 de junho de 2021 
  20. Rapaport, Daniel. «Sean Miller: Deandre Ayton will declare for NBA draft». Sports Illustrated (em inglês). Consultado em 4 de junho de 2021 
  21. «Clipped From Arizona Daily Star». Tucson, Arizona. Arizona Daily Star: B004. 7 de abril de 2018. Consultado em 4 de junho de 2021 
  22. «Deandre Ayton, Allonzo Trier declare for NBA draft after Arizona's stunning loss». www.yahoo.com (em inglês). Consultado em 4 de junho de 2021 
  23. Pascoe, Bruce (21 de junho de 2018). «Deandre Ayton goes to Phoenix Suns at No. 1 in NBA Draft, becoming UA's first top pick». Arizona Daily Star. Consultado em 4 de junho de 2021 
  24. «Suns Select Deandre Ayton with First Overall Pick of 2018 NBA Draft». National Basketball Association. 21 de junho de 2018. Consultado em 4 de junho de 2021 
  25. «Suns Announce 2018 Summer League Roster». Phoenix Suns 
  26. «Suns Sign Ayton, Bridges, Okobo, King». Phoenix Suns 
  27. «Deandre Ayton Player Profile, Phoenix Suns, News, Rumors, NBA Stats, NCAA Stats, Events Stats, Game Logs, Bests, Awards - RealGM». basketball.realgm.com 
  28. King, Dave (10 de outubro de 2018). «Game Preview: Suns close out preseason against the Blazers». Bright Side Of The Sun. Consultado em 4 de junho de 2021 
  29. «Booker's late onslaught lifts Suns past Mavs 121-100». ESPN.com. 17 de outubro de 2018. Consultado em 4 de junho de 2021 
  30. a b «2018-19 Season Rewind: Deandre Ayton». Phoenix Suns (em inglês). Consultado em 4 de junho de 2021 
  31. NBA (27 de outubro de 2018). «Deandre Ayton (24 PTS, 12-13 FGM) joins Adam Keefe (1993) as the only rookies in the last 40 seasons to make at least 12 field goals in a game with a FG% of 90% or higher. #NBARooks #TimeToRisepic.twitter.com/CyTttHUsR5». Consultado em 4 de junho de 2021 
  32. «Denver Nuggets vs. Phoenix Suns - December 29, 2018». NBA.com 
  33. release, Official. «Doncic, Simmons headline Mtn Dew Ice Rising Stars rosters». NBA.com 
  34. «NBA Games - All NBA matchups | NBA.com». www.nba.com. Consultado em 4 de junho de 2021 
  35. «Suns center Deandre Ayton named finalist for Rookie of the Year». Arizona Sports. 18 de maio de 2019. Consultado em 4 de junho de 2021 
  36. «NBA History: All-Time Awards | NBA.com». www.nba.com. Consultado em 4 de junho de 2021 
  37. «Young, Doncic lead 2018-19 All-Rookie First Team». www.nba.com (em inglês). Consultado em 4 de junho de 2021 
  38. Wojnarowski, Adrian (24 de outubro de 2019). «Suns' Deandre Ayton tests positive for diuretic, gets 25-game ban». ESPN.com. Consultado em 4 de junho de 2021 
  39. Spears, Justin (17 de dezembro de 2019). «Ex-Wildcat Deandre Ayton set to return from 25-game suspension when Suns play Clippers in L.A.». Tucson.com. Consultado em 4 de junho de 2021 
  40. Harris, Beth (18 de dezembro de 2019). «George, Leonard team to help Clippers overpower Suns 120-99». Consultado em 4 de junho de 2021 
  41. «Booker, Oubre rally Suns from 19 down past Blazers 122-116». NBA.com. 30 de dezembro de 2019. Consultado em 4 de junho de 2021 
  42. Brandt, David (3 de janeiro de 2020). «Booker scores 38, Suns rally for 120-112 win over Knicks». NBA.com. Consultado em 4 de junho de 2021 
  43. Bernstein, Jeffrey (16 de janeiro de 2020). «Ayton shines as Suns pound Knicks 121-98». NBA.com. Consultado em 4 de junho de 2021 
  44. Cunningham, Cody (16 de janeiro de 2020). «Ayton Notches First '20-20 Game' in Suns Dominant Win vs Knicks». NBA.com. Consultado em 4 de junho de 2021 
  45. Dixon, Schuyler (29 de janeiro de 2020). «Booker, Ayton lead Suns to 133-104 blowout of Mavericks». NBA.com. Consultado em 4 de junho de 2021 
  46. Brandt, David (8 de fevereiro de 2020). «Murray scores 36, Nuggets finish season sweep over Suns». NBA.com. Consultado em 11 de fevereiro de 2020 
  47. Seligman, Andrew (22 de fevereiro de 2020). «DeAndre Ayton, Devin Booker dominate, Suns top Bulls 112-104». NBA.com. Consultado em 4 de junho de 2021 
  48. Brandt, David (3 de março de 2020). «Raptors rally, snap three-game skid by beating Suns 123-114». NBA.com. Consultado em 4 de junho de 2021 
  49. «Booker scores 27 points, Suns beat Wizards 125-112 in return». NBA.com. 31 de julho de 2020. Consultado em 4 de junho de 2021 
  50. «Suns top Mavs to keep playoff hopes alive, go 8-0 in bubble». NBA.com. 13 de agosto de 2020. Consultado em 4 de junho de 2021 
  51. Rieken, Kristie (20 de janeiro de 2021). «Ayton's Big Game Helps Suns Hold Off Rockets (Ayton has season-high 26 points, Suns beat Rockets 109-103)». NBA.com. Consultado em 4 de junho de 2021 
  52. Phoenix Suns [@Suns] (20 de janeiro de 2021). «@DeandreAyton joins @matrix31 as the only Suns players with 25 points, 15 rebounds and 5 blocks in a game over the last 30 seasons! (h/t @ESPNStatsInfo) t.co/N06LohZY8d» (Tweet) (em inglês). Consultado em 4 de junho de 2021 – via Twitter 
  53. «Devin Booker: Phoenix Suns' playoff berth 'has been a long time coming'». ESPN.com (em inglês). 29 de abril de 2021. Consultado em 4 de junho de 2021 
  54. «2021 NBA playoffs: Devin Booker, Deandre Ayton, Trae Young, Dillon Brooks, Ja Morant shine in debuts». ESPN.com (em inglês). 23 de maio de 2021. Consultado em 4 de junho de 2021 

Ligações externasEditar

O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Deandre Ayton