Deborah Evelyn

atriz brasileira

Deborah Sochaczewski Evelyn (Rio de Janeiro, 12 de março de 1964) é uma atriz brasileira,[2] vencedora do Prêmio Shell de Melhor Atriz, ela também recebeu indicações para um Prêmio Qualidade Brasil e um Prêmio Extra. Déborah ficou popularmente conhecida por seu retrato de mulheres emocionante instáveis, amargas e ambiciosas nas novelas.[3]

Deborah Evelyn
Evelyn em 2018.
Nome completo Deborah Sochaczewski Evelyn
Pseudônimo(s) Deborah Evelyn
Nascimento 12 de março de 1964 (58 anos)
Rio de Janeiro, RJ
Nacionalidade brasileira
Estatura 1,64m[1]
Parentesco Renata Sorrah (tia)
Carlos Evelyn (irmão)
Cônjuge Dennis Carvalho (c. 1988; d. 2012)
Ocupação
Período de atividade 1983–presente
Prêmios

Após estudar atuação na Escola de Arte Dramática da USP, Déborah iniciou sua carreira como atriz na minissérie Moinhos de Ventos (1983), da TV Globo.[2] Posteriormente, recebeu elogios com sua aparição em Meu Destino É Pecar (1984) e A Gata Comeu (1985). Em 1990 ganhou aclamação por sua atuação como Alcmena na minissérie Desejo[3] e no mesmo ano recebeu um personagem de destaque na novela Mico Preto. Desde então, Deborah passou a integrar o elenco principal de inúmeras produções na televisão.

Em 2003 interpretou um dos personagens centrais da novela de grande sucesso do horário nobre da TV Globo Celebridade,[4] pelo qual recebeu sua primeira indicação ao Prêmio Contigo! de TV de Melhor Atriz Coadjuvante. Em 2005 recebeu o Prêmio Shell por sua performance dramática na peça Baque.[5] Por sua personagem antagônica em Caras e Bocas (2009), a vilã Judith Silveira Lontra, ela foi indicada ao Prêmio Qualidade Brasil de Melhor Atriz Coadjuvante.[3]

BiografiaEditar

De origem judaica, Deborah é filha do economista Haroldo Bruce Evelyn com a socióloga Suzana Sochaczewski Evelyn,[6] e irmã do ator Carlos Evelyn.[7] Deborah é também sobrinha da atriz Renata Sorrah, irmã mais nova de sua mãe, Suzana.

Em 1982 formou-se na Escola de Arte Dramática da Universidade de São Paulo, onde também concluiu a graduação em Ciências Sociais.[8][9]

Deborah estreou na televisão aos 17 anos, na minissérie Moinhos de Vento, sob direção de Walter Avancini.[10]

Dentre seus papéis na televisão podem ser destacados as românticas Ruth de Vida Nova (1988/1989) e Lenita Penteado de A Gata Comeu (1985),[11] a ingênua Raquel de Hipertensão (1986),[12] a amarga Basília da minissérie A Muralha[13] e a neurótica Beatriz Vasconcelos Amorim de Celebridade (2003/2004), de Gilberto Braga.[14] Em 2006, representou Salomé na minissérie JK, todos na Rede Globo.[15]

Além da TV, também atua no teatro e no cinema, tendo participado dos filmes Mulheres do Brasil[7] e O Maior Amor do Mundo[16] e das peças O Banquete e Deus da Carnificina[17] (esta última em cartaz pelo Brasil).

Viveu a sua primeira antagonista em novelas como a perversa Judith de Caras & Bocas.[18] Em 2011 interpretou a alpinista social Eunice em Insensato Coração, novela das 9 de Gilberto Braga e Ricardo Linhares.[19][20] Em 2013 foi escalada para viver a misteriosa Irene Fiori na novela das sete Sangue Bom, de Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari.[21][22]

Em 2015 Evelyn foi escalada para viver Inês em Babilônia, mas a direção da TV Globo a deslocou para o elenco da novela seguinte, A Regra do Jogo, de João Emanuel Carneiro.[23][24] Na trama de Carneiro interpreta Kiki, filha de um milionário, que é sequestrada a mando do próprio pai e que se apaixona por seu sequestrador.[25][26] Em 2017, estreou como Alzira, na novela Tempo de Amar, da Rede Globo.[27]

Em 2019, retorna à parceira com o autor Walcyr Carrasco, com quem trabalhou e fez grande sucesso em Caras e Bocas, e aceita o convite para atuar na novela A Dona do Pedaço, interpretando a cômica ninfomaníaca Lyris, uma socialite paulista, que apaixonada pelo marido, não desconfia de sua homossexualidade, gerando divertidos conflitos.

Vida pessoalEditar

Em 1988 casou-se com o diretor de televisão Dennis Carvalho,[28] com quem teve sua única filha, Luiza, em 1993. Após 24 anos de união, eles se separaram em dezembro de 2012.[29]

Em 26 de abril de 2014, Deborah se casa com o arquiteto alemão Detlev Schneider.[30][31]

FilmografiaEditar

TelevisãoEditar

Ano Título Personagem Notas
1982 Caso Verdade Ela mesma Episódio: "Um Engano Mortal"
1983 Moinhos de Vento Tereza
1984 Meu Destino É Pecar Arlete Castro (Netinha)
1985 A Gata Comeu Helena Penteado (Lenita)
1986 Selva de Pedra Flávia Moreno
Hipertensão Raquel Dias
1987 Mandala Vera (jovem) Episódios: "12–13 de outubro"
1988 Bebê a Bordo Fânia Favale
Vida Nova Ruth
1990 Delegacia de Mulheres Fátima de Souza Episódio: "Um Dia a Casa Cai"
Desejo Alcmena
Mico Preto Marisa Menezes Garcia
1992 Você Decide Maria Helena Episódio: "O Golpe"
Anos Rebeldes Sandra[32]
1993 Fera Ferida Zigfrida Pestana Weber (Frida)
1994 Pátria Minha Bárbara
1995 Explode Coração Yone Sampaio
1996 Você Decide Dóris Episódio: "Em Nome do Padre"
Ana Episódio: "Bala Perdida"[33]
1997 Laura Episódio: "A Farsa"
A Justiceira Janice Episódio: "Viver por Viver"
1998 Mulher Téia Episódio: "A Fome e a Vontade de Comer"
Labirinto Cibele de Almeida Meireles
Você Decide Paula Episódio: "Laura"
1999 Nádia Episódio: "O Califa de Caruaru"
Terra Nostra Evangelina Episódio "20 de setembro"
2000 A Muralha Basília Olinto Góes
2001 Um Anjo Caiu do Céu Virgínia Medeiros
Sítio do Picapau Amarelo Astrônoma Episódio: "Viagem ao Céu"
2002 Desejos de Mulher Fernanda Monteiro Maia[34]
O Beijo do Vampiro Laura Episódio: "12 de dezembro"
2003 Celebridade Beatriz Vasconcellos Amorim
2004 Sob Nova Direção Vera Episódio: "Vida de Cachorro"
Começar de Novo Dora Episódios: "16–24 de novembro"
Histórias de Cama & Mesa Vânia Especial de fim de ano
2006 JK Salomé
Páginas da Vida Anna Maria Saraiva
2007 Desejo Proibido Madalena Borges Mendonça
2008 Casos e Acasos Glória Episódio: "O Ultimato, o Vândalo e a Pensão"
2009 Caras & Bocas Judith Silveira Lontra
2011 Insensato Coração Eunice Alencar Machado
2013 Sangue Bom Irene Fiori / Rita de Cássia
2015 A Regra do Jogo Cristiana Barroso Stewart (Kiki)
2017 TOC's de Dalila Solange Diniz Alcântara Episódio: "Cinderela do Chupa Chupa"[35]
Tempo de Amar Alzira Torres da Fontoura
2018 Dança dos Famosos Participante Temporada 15
2019 A Dona do Pedaço Lyris Mantovani
2021 Verdades Secretas II Betty Temporada 2

CinemaEditar

Ano Título Personagem
1988 Mistério no Colégio Brasil Ludmilla[36]
1994 Lamarca Marina[37]
1997 Amar Joana[38] (Curta-metragem)
2001 A Partilha Ela mesma[39]
2006 Mulheres do Brasil Rita
O Maior Amor do Mundo Carolina
2017 Diminuta Júlia[40]

TeatroEditar

Ano Título Personagem
1991 Phaedra[41]
1996 O Mercador de Veneza[42]
1998 Uiva e Vocifera[43]
1998–99 As Três Irmãs Macha[44]
2005–06 Baque Su[45]
2008 O Jardim das Cerejeiras Liubov Andreievna[46]
2011–13 Deus da Carnificina Verônica[47]
2015 Hora Amarela Ellen[48]
2017 Fluxorama Amanda[49]
2017 Estranhos.com Olivia

Prêmios e indicaçõesEditar

Ano Prêmio Categoria Trabalho Resultado
2004 Prêmio Contigo! de TV[50] Melhor atriz coadjuvante Celebridade Indicada
2005 Prêmio Shell[51] Melhor Atriz
Baque
Venceu
2007 Prêmio Contigo! de TV[52] Melhor Atriz Coadjuvante
Páginas da Vida / JK
Indicada
2009 Prêmio Qualidade Brasil[53] Melhor Atriz coadjuvante
Caras & Bocas
Indicada
2011 Prêmio Extra de Televisão[54] Melhor Atriz coadjuvante
Insensato Coração
Indicada
2017 Prêmio Nelson Rodrigues[55] Homenagem
Carreira
Venceu
2018 Prêmio Aplauso Brasil de Teatro[56] Melhor Elenco (com Johnny Massaro)
Estranhos.com
Venceu

Referências

  1. «Um passado de paixão e drama». Terra. Consultado em 2 de maio de 2005 
  2. a b «Perfil - Memória Globo». Memória Globo. Consultado em 9 de dezembro de 2017 
  3. a b c «Nilson Xavier - Deborah Evelyn está no ar em 4 novelas, mas nunca é demais vê-la atuando». tvefamosos.uol.com.br. Consultado em 11 de abril de 2022 
  4. André Romano. «Deborah Evelyn relembra cena trágica em Celebridade: "Foi muito forte para mim"». observatoriodatv.uol.com.br. Consultado em 11 de abril de 2022 
  5. «Débora Evelyn ganha prêmio de melhor atriz pela peça Baque». Música, diversão, lifestyle e vídeos legais para jovens de espírito. 12 de abril de 2006. Consultado em 11 de abril de 2022 
  6. «Religiões: conheça os famosos adeptos do judaísmo». iG. Consultado em 14 de julho de 2013 
  7. a b «DEBORAH EVELYN». Museudatv. Consultado em 22 de dezembro de 2011. Arquivado do original em 26 de abril de 2012 
  8. «Deborah Evelyn – Memória». Memoria Globo. Consultado em 17 de setembro de 2021 
  9. «Estudaram na EAD-USP». Folhas de Almanaque. 30 de novembro de 2019. Consultado em 17 de setembro de 2021 
  10. «Deborah Evelyn». Contigo!. Abril.com. Consultado em 22 de dezembro de 2011. Arquivado do original em 31 de dezembro de 2012 
  11. «José Mayer e Deborah Evelyn na trama A Gata Comeu (1985)». Contigo!. Abril.com. Consultado em 22 de dezembro de 2011 [ligação inativa]
  12. «Hipertensão». Globo.com. Consultado em 22 de dezembro de 2011. Arquivado do original em 22 de abril de 2012 
  13. «UOL Televisão: Em "A Muralha", Deborah Evelyn interpretou a personagem Basília». UOL. 1 de agosto de 2011. Consultado em 22 de dezembro de 2011 
  14. «Celebridade». Globo.com. Consultado em 22 de dezembro de 2011 
  15. «Salomé». Globo.com. Consultado em 22 de dezembro de 2011 
  16. «O MAIOR AMOR DO MUNDO». Cineclick. 22 de maio de 2009. Consultado em 22 de dezembro de 2011 
  17. «"Deus da Carnificina" tem Paulo Betti, Julia Lemmertz e Deborah Evelyn; veja». UOL. Consultado em 22 de dezembro de 2011 
  18. «Deborah Evelyn ri de sua vilã em "Caras e Bocas"». UOL. 23 de maio de 2009. Consultado em 22 de dezembro de 2011 
  19. Redação Rede Globo (14 de dezembro de 2010). «Insensato Coração: Deborah Evelyn interpreta a invejosa Eunice Alencar Machado na trama». Globo.com. Consultado em 28 de dezembro de 2010 
  20. «Eunice Alencar Machado». Globo.com. Consultado em 22 de dezembro de 2011 
  21. «Deborah Evelyn se pinta de azul e vira estátua viva em nova novela das 19h». Yahoo! TV. 15 de março de 2013. Consultado em 15 de abril de 2013 
  22. Carla Bittencourt (17 de abril de 2013). «'Sangue bom': Deborah Evelyn vai aparecer pintada de azul: 'Levo três horas para me pintarem'». Extra. Telinha. Consultado em 7 de outubro de 2014 
  23. Thaís Britto (11 de abril de 2014). «Camila Pitanga, Gloria Pires e Deborah Evelyn serão protagonistas da nova novela de Gilberto Braga». O Globo. Revista da TV. Consultado em 22 de janeiro de 2015 
  24. Guilherme Scarpa (28 de outubro de 2014). «Mudanças às 21h: Deborah Evelyn deixa produção de 'Rio Babilônia'». Consultado em 22 de janeiro de 2015 
  25. Zean Bravo (7 de fevereiro de 2016). «Deborah Evelyn: 'Foram poucas as coisas que não fiz com tesão'». O Globo. Revista da TV. Consultado em 8 de fevereiro de 2016 
  26. Bruno Dias Barbosa (14 de dezembro de 2015). «Deborah Evelyn, a Kiki de 'A regra do jogo', diz que já sabe quem é o pai da facção: 'Surpreenderá'». Extra. Consultado em 8 de fevereiro de 2016 
  27. «Conheça família de Nelson Freitas, Deborah Evellyn e Barbara França em 'Tempo de Amar'». Gshow. Tempo de Amar. 13 de agosto de 2017. Consultado em 30 de agosto de 2017 
  28. «Dennis Carvalho desmente separação de Deborah Evelyn». UOL. 5 de janeiro de 2011. Consultado em 22 de dezembro de 2011 
  29. «Deborah Evelyn e Dennis Carvalho estão separados, diz revista». Ego. Globo.com. 12 de dezembro de 2012. Consultado em 5 de maio de 2013 
  30. Ancelmo Gois (22 de abril de 2014). «Deborah Evelyn, ex de Dennis Carvalho, vai se casar com arquiteto na Alemanha». O Globo. PurePeople. Consultado em 8 de fevereiro de 2016 
  31. Ancelmo Gois (22 de abril de 2014). «Deborah Evelyn vai se casar na Alemanha e morar em país diferente do marido». F5 - televisão. O Globo. Consultado em 8 de fevereiro de 2016 
  32. Rede Globo, Memória Globo, Anos Rebeldes [em linha]
  33. «Bala perdida é tema de "Você Decide"». Folha de S.Paulo. UOL.com. 8 de dezembro de 1996. Consultado em 24 de janeiro de 2018 
  34. «Veja quem é quem na novela das sete "Desejos de Mulher"». Folha. Uol. 18 de janeiro de 2002. Consultado em 1 de janeiro de 2012 
  35. «Tocs De Dalila - Episódio 2». Globo Sat. 2 de novembro de 2017. Consultado em 2 de novembro de 2017 
  36. Cinemateca Brasileira, Mistério no Colégio Brasil [em linha]
  37. Cinemateca Brasileira, Lamarca [em linha]
  38. «Amar». Cinemateca Brasileira. Consultado em 28 de junho de 2021 
  39. Cinemateca Brasileira, A Partilha [em linha]
  40. «Gianecchini e elenco lançam filme 'Diminuta' em Gramado». G1. 30 de agosto de 2016. Consultado em 19 de fevereiro de 2017 
  41. «Phaedra de Antonio Abujamra». todo Teatro Carioca. 1991. Consultado em 19 de fevereiro de 2017 
  42. «"O Mercador de Veneza" em 1996 com direção de Amir Haddad». Enciclopedia Itau. 1998. Consultado em 19 de fevereiro de 2017 
  43. «UIVA E VOCIFERA. Teatro do Planetário da Gávea». todo Teatro Carioca. 1998. Consultado em 19 de fevereiro de 2017 
  44. «Folha de S.Paulo - "As Três irmãs" retrata cotidiano». Folha de S.Paulo. 9 de outubro de 1998. Consultado em 19 de fevereiro de 2017 
  45. «Deborah Evelyn apresenta Baque no Teatro da Caixa». Tribuna Paraná. 7 de fevereiro de 2006. Consultado em 19 de fevereiro de 2018 
  46. «peça O Jardim das Cerejeiras de Anton Tchekhov». Questão de Crítica. 10 de junho de 2008. Consultado em 19 de fevereiro de 2017 
  47. «'Deus da carnificina': comédia trágica que conquista público». Laura Machado. Sidney Resende. 17 de janeiro de 2011. Consultado em 19 de fevereiro de 2017 
  48. «Deborah Evelyn estreia 'Hora Amarela' em SP». G1. 21 de junho de 2015. Consultado em 19 de fevereiro de 2017 
  49. «Marjorie Estiano e Debora Evelyn estreiam o espetáculo 'Fluxorama'». Bau Urbano. 23 de janeiro de 2017. Consultado em 19 de fevereiro de 2017 
  50. «6º Prêmio Contigo! (2004) - Vencedores». Contigo!. 2004. Consultado em 19 de fevereiro de 2017. Arquivado do original em 22 de julho de 2011 
  51. «Débora Evelyn ganha prêmio de melhor atriz pela peça Baque». Virgula Uol. 12 de abril de 2006. Consultado em 19 de fevereiro de 2017 
  52. «9º Prêmio Contigo! - Indicados». Contigo. 22 de maio de 2007. Consultado em 30 de setembro de 2011 
  53. «Categoria Televisão - 2009 - Prêmio Arte Qualidade Brasil». Prêmio Arte Qualidade Brasil. 2009. Consultado em 19 de fevereiro de 2017 
  54. Redação Extra Online (29 de novembro de 2011). «Prêmio Extra de TV: vencedores». Extra Online. Consultado em 29 de novembro de 2011 
  55. «A ANCEC vai homenagear empresários e personalidades dia 7 de agosto no RJ». Select servicex. 12 de abril de 2017. Consultado em 19 de fevereiro de 2020 
  56. «Emoção marca 6º Prêmio Aplauso Brasil de Teatro: veja quem». Uol. Consultado em 31 de julho de 2018 

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Deborah Evelyn