Abrir menu principal
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde outubro de 2017). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Dedina Bernardelli
Nascimento 23 de abril de 1964 (55 anos)
Rio de Janeiro, RJ
Ocupação atriz
Cônjuge José Bechara
IMDb: (inglês)

Dedina Bernardelli (Rio de Janeiro, 23 de Abril de 1964), é uma atriz brasileira.

Índice

CarreiraEditar

Dedina Bernardelli nasceu no Rio de Janeiro em 1963, filha de pais italianos que mudaram para o Brasil, passou a infância correndo pelos jardins do Museu de Arte Moderna. Sua primeira atuação foi aos 19 anos quando fez sua estreia profissional no Teatro Planetário com o espetáculo “Capitães de Areia”, romance de Jorge Amado, adaptado e dirigido por Carlos Wilson; ano em que esteve também em cartaz com o espetáculo “Apareceu a Margarida”, de Clóvis Levi, dirigido Roberto Athayde. Em 35 anos de carreira, foram mais de 40 peças nos principais teatros do Rio de Janeiro e em turnês pelo Brasil. A atriz foi dirigida por grandes nomes do teatro brasileiro, como Domingos oliveira, José Wilker, Jackeline Laurence, Eduardo Wotzick, Camilla Amado, Cacá Mourthé, Oswaldo Montenegro, José Possi Neto, Ary Coslov, Tânia Bôscoli, Maria Mariana, Cristina Bethencurt e Emilio de Mello.

No cinema também estreou em 1982 no filme de um dos grupos mais queridos do Brasil. Dedina atuou em “Os Vagabundos Trapalhões”, dirigida por J.B.Tanko. São 17 filmes redendo-lhe

uma menção honrosa no premiado “Corpo em Delito” de Nuno César Abreu, no Festival de Natal, em 1989. Fez parte do elenco de “Aníbal Machado, o iniciado do vento”, filme premiado no Festival de Terezina em 1994. Atuou em “Adágio Sostenuto”, de Pompeu Aguiar, com o qual ganhou o prêmio de melhor atriz no Festival de Sergipe (2008). Recebeu também um Kikito de melhor atriz em curta metragem, no Festival de Gramado (2003) com o filme “Jonas”, de Allan Sieber. No cinema também foi dirigida por nomes importantes como, Daniel Filho, Domingos Oliveira, Pompeu Aguiar, Sérgio Fonta, Marcelo Taranto, Sergio Rezende e Joaquim Ferreira do Santos.

Esteve no elenco de grandes produções da Tv brasileira como Roque Santeiro, Carmem, Irmãos Coragem, Paraiso Tropical, Dupla identidade. Em 2017 esteve no elenco da novela "O Rico e Lázaro", da Tv Record. Interpretou Dinah, mãe do protagonista (Asher) vivido por Rafael Gevu e Dudu Azevedo, em fases diferentes da trama: uma mulher doce, carinhosa e de fé inabalável. Já em 2018, Dedina estará em "Jesus" trama também da emissora dourada.

FilmografiaEditar

CinemaEditar

Ano Título Papel
2016 Em Nome da Lei Lurdes
2013 Primeiro Dia de Um Ano Qualquer Raíra
2011 Disparos Silvana
2010 Ponto Final Helena
2009 No Meu Lugar Elisa
Adágio Sostenuto Ana Maria Morelli
2004 A Dona da História Mulher
Feminices Isabel
2003 Jonas [1]
2002 Separações Convidada da Festa
1990 Corpo em Delito Sílvia
1982 As Sete Vampiras Dora
Os Vagabundos Trapalhões Figurante

TelevisãoEditar

Ano Título Papel
2018 Jesus Edissa
2017 O Rico e Lázaro Dinah
2015 Além do Tempo Marina
2014 Dupla Identidade Celina
2013 O Crime e o Burguês Emma
2011 Os Anjos dos Sexos Helena
2009 Malhação Marília
2008 Malhação Marília
2007 Mandrake Doutora Carla Pimentel
2007 Paraíso Tropical Helena Cardoso
2002 Desejos de Mulher Pia
1997 Você Decide
1996 Quem É Você? Mara
1991 O Portador Marlene
Salomé Isolda
Ilha das Bruxas Selena
1988 Vida Nova Henriqueta
1987 Carmem Duda
1985 Antônio Maria Alzira
Roque Santeiro Ângela Flores
1984 Transas e Caretas Estela

TeatroEditar

  • Jukebox
  • Cartas de Amor
  • Mulheres de 40
  • Cabaré Filosófico 2002 - A Festa
  • Valsa Na Varanda
  • Pra Quem Gosta de Mim
  • Espetáculo Deslumbrante
  • Número Faz Favor
  • O Herói do Mundo Ocidental
  • Lábios que Beijei
  • Yerma
  • Confissões das Mulheres de 30
  • Ideias Íntimas - Alvares de Azevedo
  • Werther, o Limite da Paixão
  • M. Butterfly
  • O Protagonista
  • Guerreiras do Amor
  • Sábado, Domingo, Segunda
  • Os Menestréis
  • Os 12 Trabalhos de Hércules
  • O Guarani
  • Apareceu a Margarida
  • Maratona
  • Capitães da Areia

RádioEditar

PrêmiosEditar

Referências

  1. «Jonas». Porta Curtas. Consultado em 28 de novembro de 2017 

Ligações externasEditar