Definitely Maybe

Álbum de estreia de Oasis
Disambig grey.svg Nota: Para o filme de 2008 da Universal Pictures, veja Definitely, Maybe.

Definitely Maybe é o primeiro álbum de estúdio da banda de rock inglesa Oasis, lançado pela Creation Records em 29 de agosto de 1994. No final de 1993, o grupo reservou o Monnow Valley Studio, perto de Rockfield, para gravar o álbum e trabalhar com o produtor Dave Batchelor, a quem Noel Gallagher conhecia nos dias que trabalhou como roadie para os Inspiral Carpets, embora as sessões fossem insatisfatórias e Batchelor foi posteriormente demitido. Em janeiro de 1994, o grupo começou a regravar o álbum no Sawmills Studio em Cornualha, onde as sessões foram produzidas por Noel ao lado de Mark Coyle. Os resultados ainda foram considerados insatisfatórios; em desespero, Marcus Russell da Creation entrou em contato com o engenheiro e produtor Owen Morris, que eventualmente trabalhou na masterização do álbum no estúdio de Johnny Marr, em Manchester. Definitely Maybe é o único álbum do Oasis a apresentar o baterista Tony McCarroll, que foi expulso da banda em 1995 durante a gravação do próximo álbum, (What's the Story) Morning Glory? (1995).

Definitely Maybe
Álbum de estúdio de Oasis
Lançamento 29 de agosto de 1994
Gravação Dezembro de 1993–Abril de 1994
Gênero(s)
Duração 51:55
Gravadora(s) Creation Records
Produção Noel Gallagher, Mark Coyle, Owen Morris, Dave Batchelor
Cronologia de Oasis
(What's the Story) Morning Glory? (1995)
Singles de Definitely Maybe
  1. "Supersonic"
    Lançamento: 11 de abril de 1994
  2. "Shakermaker"
    Lançamento: 13 de junho de 1994
  3. "Live Forever"
    Lançamento: 8 de agosto de 1994
  4. "Cigarettes & Alcohol"
    Lançamento: 10 de outubro de 1994

Foi um sucesso comercial e crítico imediato no Reino Unido, tendo seguido os singles "Supersonic", "Shakermaker" e "Live Forever". O álbum vendeu mais de 8 milhões de cópias em todo o mundo e foi aclamado pela crítica.[4] Foi direto para o topo do ranking na UK Albums Chart, tornando-se o álbum de estreia mais vendido no Reino Unido naquela época; ganhou a certificação de 8x platina pelo British Phonographic Industry (BPI) — mais de 2,4 milhões de unidades vendidas. Também fez sucesso nos Estados Unidos, ganhando disco de platina. O álbum ajudou a estimular o retorno da música pop britânica na década de 1990 e foi recebido de forma favorável pelos críticos musicais por seus temas otimistas e rejeição da perspectiva negativa da música grunge da época. O álbum é considerado uma entrada seminal do britpop, aparecendo nas listas de muitas publicações dos maiores álbuns de todos os tempos. Em 2006, a NME realizou uma pesquisa na qual o o álbum foi eleito o melhor álbum de todos os tempos. Em 2015, a Spin incluiu o álbum em sua lista de "300 Melhores Álbuns de 1985–2014".[5] A Rolling Stone classificou o álbum no 217.º lugar em sua lista de 2020 de "500 Maiores Álbuns de Todos os Tempos".

FaixasEditar

Todas as músicas por Noel Gallagher.

  1. "Rock 'N' Roll Star" -5:22
  2. "Shakermaker" -5:08
  3. "Live Forever" -4:36
  4. "Up in the Sky" -4:28
  5. "Columbia" -6:17
  6. "Supersonic" -4:43
  7. "Bring It on Down" -4:17
  8. "Cigarettes & Alcohol" -4:49
  9. "Digsy's Dinner" -2:32
  10. "Slide Away" -6:32
  11. "Married With Children" -3:12
Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
Allmusic       [6]
BBC (favorável) [7]
Robert Christgau [8]
Rolling Stone (favorável) [9]

CréditosEditar

  • Oasis - Produção
  • David Batchelor - Produtor
  • Mark Coyle - Produtor, Engenheiro, Mixagem
  • Anjali Dutt - Engenheiro
  • Owen Morris - Produtor, Masterização, Mixagem, Conceito da produção
  • David Scott - Engenheiro
  • Paul Arthurs - Guitarra-Base
  • Liam Gallagher - Vocal, Percussão
  • Noel Gallagher - Guitarra-Solo, Vocal de apoio
  • Tony McCarroll - Bateria
  • Paul McGuigan - Baixo
  • Anthony Griffiths - Vocal, Backing Vocal
  • Roy Sping - Engenheiro
  • Roy Spong - Engenheiro
  • Dave Scott - Engenheiro
  • Brian Cannon - Direção de Arte, Design, Conceito, Design da capa
  • Michael Spencer Jones - Fotografia

Posições nas paradasEditar

País/Parada (1994–97) Melhor
posição
Austrália (ARIA)[10] 23
Áustria (Ö3 Austria Top 40)[11] 27
Bélgica (Ultratop Valônia)[12] 44
Países Baixos (MegaCharts)[13] 55
Europa (European Top 100 Albums)[14] 10
Finlândia (Suomen virallinen lista)[15] 18
França (SNEP)[16] 20
Alemanha (Offizielle Top 100)[17] 33
Islândia (Tónlist)[18] 15
Irlanda (IRMA)[19] 3
Japão (Oricon)[20] 34
Nova Zelândia (RMNZ)[21] 5
Noruega (VG-lista)[22] 34
Suécia (Sverigetopplistan)[23] 4
Suíça (Schweizer Hitparade)[24] 25
Reino Unido (UK Albums Chart)[25] 1
Estados Unidos (Billboard 200)[26] 58
Estados Unidos (Billboard Top Heatseekers)[27] 1
Estados Unidos (Cash Box Album Charts)[28] 61
País/Parada (2014–19) Melhor
posição
Alemanha (Offizielle Top 100)[17] 26
Itália (FIMI)[29] 18
Escócia (Scottish Albums)[30] 3
Espanha (PROMUSICAE)[31] 23

DVDEditar

Definitely Maybe DVD
Álbum de vídeo de Oasis
Lançamento 6 de setembro de 2004
Gravação Várias localidades entre 1994 e 2004.
Gênero(s) Rock
Formato(s) DVD
Cronologia de Oasis
 
Familiar to Millions (2000)
Lord Don't Slow Me Down (2007)
 

A versão em DVD do álbum "Definitely Maybe" foi lançada no ano de 2004 em comemoração ao décimo aniversário do seu lançamento e recebeu platina tripla no Reino Unido. Contém um documentário que conta a rotina da gravação do álbum. O DVD inclui a faixa "Sad Song", presente no lançamento original apenas na versão japonesa. Ainda estão inclusos os videoclipes das canções "Supersonic" (versões britânica e estadunidense), "Shakermaker", "Live Forever" (versões britânica e estadunidense), "Cigarettes & Alcohol" e "Rock n' Roll Star".

Referências

  1. Leas, Ryan (29 de agosto de 2014). «Definitely Maybe Turns 20». Stereogum. Consultado em 10 de março de 2021. Cópia arquivada em 2 de abril de 2017. Outside of all those particulars, though, and applying the narrative to Britain itself as well as how Britpop figured in here, is the fact that Definitely Maybe was the final shot in the first round of the genre's peak. 
  2. Partridge, Kenneth (29 de agosto de 2014). «Oasis' 'Definitely Maybe' at 20: Classic Track-by-Track Album Review». Billboard. Consultado em 10 de março de 2021. Cópia arquivada em 7 de novembro de 2016 
  3. Comaratta, Len (22 de maio de 2014). «Oasis – Definitely Maybe [Reissue]». Consequence of Sound. Consultado em 10 de março de 2021. Cópia arquivada em 6 de dezembro de 2016 
  4. Sarah Walters (18 de maio de 2014). «Definitely Maybe is Oasis' finest hour as remastered version is released». Manchester Evening News 
  5. «The 300 best albums of the past 30 years(1985-2014)». Spin. 11 de maio de 2015. Consultado em 30 de janeiro de 2022 
  6. Avaliação na AllMusic
  7. Avaliação na BBC
  8. link
  9. Avaliação na Rolling Stone
  10. «Oasis – Definitely Maybe» Australian-charts.com. Hung Medien. Consultado em 27 May 2014.
  11. «Oasis - Definitely Maybe» (em alemão). Austriancharts.at. Hung Medien.
  12. «Oasis – Definitely Maybe» (em francês). Ultratop.be. Hung Medien.
  13. «Oasis – Definitely Maybe» (em holandês). Dutchcharts.nl. Hung Medien.
  14. «Eurochart Top 100 Albums - September 17, 1994» (PDF). Music & Media. 11 (38). 17 de setembro de 1994. p. 14. Consultado em 13 de janeiro de 2022 
  15. Pennanen, Timo (2006). Sisältää hitin – levyt ja esittäjät Suomen musiikkilistoilla vuodesta 1972 (em finlandês) 1st ed. Helsinki: Kustannusosakeyhtiö Otava. p. 263. ISBN 978-951-1-21053-5 
  16. «Tous les Albums de l'Artiste choisi» (em francês). InfoDisc. Consultado em 13 de janeiro de 2022. Cópia arquivada em 5 de outubro de 2016 
  17. a b «Offiziellecharts.de – Oasis – Definitely Maybe» (em alemão). GfK Entertainment.
  18. «Tonlist Top 40». DV (em islandês). 6 de outubro de 1994. Consultado em 13 de janeiro de 2022 
  19. «Hits of the World». Billboard. 108 (11). 16 de março de 1996. p. 67. Consultado em 13 de janeiro de 2022. Cópia arquivada em 17 de junho de 2020 
  20. «オアシス» (em japonês). Oricon. Consultado em 13 de janeiro de 2022. Cópia arquivada em 28 de junho de 2011 
  21. «Oasis – Definitely Maybe» (em inglês). Charts.nz. Hung Medien.
  22. «Oasis – Definitely Maybe» (em norueguês) Norwegiancharts.com. Hung Medien.
  23. «Oasis – Definitely Maybe» (em inglês). Swedishcharts.com. Hung Medien.
  24. «Oasis – Definitely Maybe» (em inglês). Swisscharts.com. Hung Medien.
  25. «Official Albums Chart Top 100» (em inglês). Official Charts Company.
  26. «Oasis Chart History (Billboard 200)» (em inglês). Billboard.
  27. «Oasis Chart History (Heatseekers Albums)» (em inglês). Billboard.
  28. «Archived copy» (PDF). Consultado em 13 de janeiro de 2022. Cópia arquivada (PDF) em 12 de junho de 2020 
  29. «Oasis – Definitely Maybe» (em inglês). Italiancharts.com. Hung Medien.
  30. «Official Scottish Albums Chart Top 100» (em inglês). Official Charts Company.
  31. «Oasis – Definitely Maybe» (em inglês). Spanishcharts.com. Hung Medien.

Ligações externasEditar