Abrir menu principal
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde setembro de 2018). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Dei-te Quase Tudo
Informação geral
Formato Telenovela
Duração 60 minutos
Criador(es) Tozé Martinho
País de origem Portugal Portugal
Idioma original português
Produção
Produtor(es) NBP
Elenco Vera Kolodzig
Pedro Granger
António Capelo
Luís Esparteiro
Maria João Luís
Fernanda Serrano
João Reis
Maria Dulce
Estrela Novais
Tema de abertura Dei-te quase tudo - Paulo Gonzo
Exibição
Emissora de televisão original Portugal TVI
Transmissão original 4 de Dezembro de 2005 a 16 de Julho de 2006
N.º de temporadas 1
N.º de episódios 184
Cronologia
Ninguém Como Tu
Tempo de Viver (2006)

Dei-te Quase Tudo foi uma telenovela portuguesa transmitida na TVI entre 4 de Dezembro de 2005 e 16 de Julho de 2006. É da autoria de Tozé Martinho.

Foi reprisada nas madrugadas da TVI entre 5 de Maio de 2014 e 23 de Julho de 2014 em 76 episódios.

Foi novamente reprisada nas madrugadas da TVI entre 5 de dezembro de 2016 e 23 de fevereiro de 2017 em 77 capítulos substituindo Mistura Fina e sendo substituída por Fala-Me de Amor.

SinopseEditar

Joana Capelo (Vera Kolodzig) é uma jovem de 18 anos de idade. Inocente e inofensiva, é oriunda de uma família de classe média-alta, que vive num bairro onde todos se conhecem. É adepta de uma tarde bem passada no "Café das Águas", de Firmina Águas (Maria Dulce). O seu pai, Carlos Capelo (Luís Esparteiro) é um conceituado empresário, dono de um grande escritório. A sua mãe, Isabel Capelo (Margarida Marinho), sem nunca ter exercido qualquer actividade profissional, é apelidada de fútil e superficial. Carlos, de personalidade forte marcada pela dureza, tem um irmão chamado João Capelo (António Capelo), que não vê desde a juventude, porque se responsabilizam mutuamente da morte do pai, vítima de ataque cardíaco, em resultado de uma briga entre os dois irmãos.

Joana tem dois irmãos, Vera Capelo (Rita Pereira) e Afonso Capelo (Guilherme Peralta). Vera é o equilíbrio da família; Afonso tem apenas onze anos e é o mascote. Joana, Carlos, Isabel, Vera e Afonso contam ainda com Genoveva (Henriqueta Maia), a velha empregada de limpeza, ama, cozinheira, enfim, uma faz-tudo.

Do outro lado do país, na cidade do Porto, vivem João, um professor de português no liceu, Rodrigo Capelo (Pedro Granger), Sílvia Capelo (Maria João Luís) e Cila Capelo (Marta Melro). Rodrigo e Cila são irmãos. Tanto um como outro, são bondosos, generosos e bons companheiros. Sílvia e João são um casal.

Joana apaixona-se por Rodrigo, só que este é fruto de um caso que Sílvia teve com Carlos, ou seja, Joana e Rodrigo são irmãos. Para piorar a situação, Mariana (Sandra Santos) diz estar grávida de Rodrigo e este, ao ir para Lisboa atrás de Joana, apanha uma valente tareia do noivo de Joana, Gonçalo Mascarenhas (Hélio Pestana). Mas o amor parece não largar os dois, que enfrentam as contrariedades inerentes à sua condição. Separados em diferentes cidades, os dois jovens não desistem do seu amor.

ElencoEditar

Actriz Convidada
Elenco Infantil
Elenco 1974
Elenco adicional

Banda SonoraEditar

AudiênciaEditar

Dei-te Quase Tudo estreou a 4 de dezembro de 2005 com 17.2% de audiência média e 40.9% de share. Terminou em 16 de julho de 2006 com 19.3% de audiência média e 58.2% de share. Seu melhor episódio foi em 13 de janeiro de 2006 com 21.1% de audiência média e 53% de share. O total de 184 episódios registou uma audiência média de 16.6% e 43.6% de share, sendo considerada a telenovela de maior audiência da televisão portuguesa.[1]

ReferênciasEditar

  1. «Dei-te Quase Tudo chega ao fim». www.marktest.com. Consultado em 16 de dezembro de 2018