Demosthenes Amos Chilingutila

político angolano

O General Demóstenes Amos Chilingutila serviu como Chefe do Estado-Maior das Forças Armadas de Libertação de Angola (FALA), braço armado da UNITA, de 1979 a janeiro de 1985 e novamente após outubro de 1986.[1]

Jonas Savimbi, o líder da UNITA, rebaixou Chilingutila pelos fracassos militares da UNITA na década de 1970 a Chefe de Operações em 1985. Alberto Joaquim Vinama sucedeu a Chilingutila até à sua morte num acidente de carro em outubro de 1986. Chilingutila então retomou o seu cargo.[1]

Referências

  1. a b Kukkuk, Leon (2005). Letters to Gabriella. [S.l.: s.n.] 160 páginas