Denise Fraga

Atriz e comediante brasileira

Denise Rodrigues Fraga (Rio de Janeiro, 15 de outubro de 1964) é uma atriz, produtora e cronista brasileira. Ela recebeu vários prêmios durante sua carreira, incluindo um Grande Otelo, dois Prêmios APCA, um Prêmio Guarani, e dois Prêmios Qualidade Brasil.[1] Nos anos recentes, Fraga também atua como palestrante em eventos por todo o país, destacando-se em temas que abordam o desenvolvimento de relações interpessoais e escreve crônicas sobre maternidade periodicamente para a Revista Crescer.

Denise Fraga
Fraga durante entrevista, em 2016.
Nome completo Denise Rodrigues Fraga
Nascimento 15 de outubro de 1964 (57 anos)
Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil
Nacionalidade brasileira
Etnia branca
Cônjuge Luiz Villaça
Ocupação
Período de atividade 1985–presente
Prêmios Lista

Fraga iniciou sua carreira como atriz no teatro na década de 1980 ao integrar o Grupo Tapa, onde participou de várias montagens teatrais. Em 1985 estreou no teatro profissional na peça Conto de Inverno. Seu primeiro trabalho no cinema foi em 1986 no filme Com Licença, Eu Vou à Luta e, no ano seguinte, estreou na televisão como Amália na telenovela Bambolê. No entanto, Denise alcançou maior sucesso pelo seu desempenho ao protagonizar a peça de comédia Trair e Coçar É só Começar, que ficou em cartaz entre 1989 e 1995, como a empregada Olímpia, que lhe rendeu aclamação da crítica e muitos prêmios.[2] Durante esse período, foi convidada para fazer diversos trabalhos na televisão, como a novela Barriga de Aluguel (1990), a minissérie A, E, I, O... Urca, (1990) e o humorístico TV Pirata (1990–92).[2]

Em 1999, teve papel em destaque no filme Por Trás do Pano, como a atriz insegura Helena. Sua performance dramática foi aclamada pela crítica, sendo premiada internacionalmente.[3] Por esse trabalho, ela foi eleita melhor atriz no Festival de Gramado e no Festival de Havana, além de ter recebido o Grande Otelo de Melhor Atriz e ter sido indicada ao Prêmio Guarani de Melhor Atriz. Na televisão, ela se popularizou por seus personagens cômicos, como na minissérie O Auto da Compadecida (2000) e nos seriados Retrato Falado e Fazendo História, exibidos no Fantástico entre 1999 e 2005.[4] Em 2008 voltou a ser elogiada por sua atuação dramática na série Queridos Amigos, da TV Globo, e na peça A Alma Boa de Setsuan, que lhe rendeu um Prêmio APCA e dois Prêmios Qualidade Brasil.[5]

Em 2011 ganhou o Prêmio Guarani de Melhor Atriz Coadjuvante por seu desempenho em As Melhores Coisas do Mundo. De 2013 a 2014, Fraga interpretou a vitrinista Teresa Maria na série Três Teresas, no GNT. No filme Hoje (2011), se destacou pelo desempenho dramático como Vera, ganhando o Prêmio APCA de melhor atriz de cinema e o Troféu Candango de melhor atriz pelo Festival de Brasília. Ela também foi premiada no teatro por suas performances nas peças Galileu Galilei, A Visita da Velha Senhora e Eu de Você. Em 2021 ela voltou a participar do elenco fixo de uma novela depois de 25 anos, em Um Lugar ao Sol, como a cantora fracassada Júlia.[6] Em 2021 foi indicada ao Grande Otelo de melhor atriz coadjuvante por sua atuação em Música para Morrer de Amor.[7]

BiografiaEditar

Denise nasceu no Rio de Janeiro, no bairro de Lins de Vasconcelos . Começou a carreira em 1985 no Grupo Tapa, sob direção de Eduardo Tolentino de Araújo. Ao final do curso [em 1985], ela atuou numa peça de Shakespeare, Conto de inverno. Depois de formada, atuou em O Alienista do mesmo diretor, Renato Icarahy.[8] E foi uma das fundadoras com Moacyr Chaves, em 1986, da companhia teatral, o Cite Teatro, com a qual percorreu escolas do Rio encenando autores como Martins Penna (As Desgraças de uma Criança), França Jr. (Defeito de Família) e Artur Azevedo.[9]

Carreira na televisãoEditar

 
Denise Fraga trabalhou com a atriz Eloísa Mafalda na minissérie A, E, I, O... Urca (1990).

Iniciou sua trajetória em 1987 na telenovela Bambolê como Amália.[10] No ano seguinte, deu vida a Natália na minissérie O Primo Basílio e esteve no especial Grupo Escolacho.[11][12] Em 1990, foi Sarinha em A, E, I, O... Urca e Rita Garcez em Barriga de Aluguel, além de viver vários papéis no humorístico TV Pirata.[13][14][15]

Em 1992, participou do seriado Mundo da Lua, da TV Cultura e, dois anos mais tarde, foi Olga no remake de Éramos Seis e Natália em Sangue do Meu Sangue, no SBT.[16][17][18] Finalizou o decênio no humorístico Vida ao Vivo Show, além de interpretar Dora na minissérie O Auto da Compadecida e participar do episódio "Amálias que Vêm Para o Bem", no programa O Belo e as Feras, e interpretou diversas personagens no quadro' retrato falado' no zorra total.[19][20][21][22]

Em 2000, foi Caroba em Brava Gente e Meg na telenovela Uga Uga.[23][24] Nos sete anos posteriores, interpretou vários personagens em quadros do Fantástico como "Retrato Falado" (premiada como Melhor Atriz Cômica pelo Prêmio Contigo! de TV de 2003)[25], "Dias de Glória", "Álbum de Casamento", "Fazendo História", "Te Quiero América" além de viver a jornalista Mel em "Copas de Mel".[26][27][28][29][30][31] Em 2008, foi Bia na minissérie Queridos Amigos e, no ano seguinte, deu vida a personagem homônima da série Norma.[32][33]

Em 2013, foi Teresa em Três Teresas, do canal fechado GNT; e de sua vida a Aurora Rangel em A Mulher do Prefeito, série da Rede Globo.[34][35] Três anos mais tarde, interpretou Cândida Martins em A Lei do Amor e, em 2020, foi Guiomar Araújo em Boca a Boca, da Netflix.[36][37]

Carreira no cinemaEditar

Estreou nas telonas em 1986 em Com Licença, Eu Vou à Luta.[38] Seis anos mais tarde, esteve em Um Casal Chamado Paixão e em 1994 foi Flávia Chip em O Efeito Ilha.[39][40] Nos dois anos posteriores, participou dos curtas Até a Eternidade e do longa Felicidade É... Sonho, esta última, lhe garantiu o prêmio Festival de Brasília como Melhor Atriz.[41][42] No mesmo período, também esteve na obra Lembranças do Futuro.[43] Em 1997, deu vida a Anita no longa O Cineasta da Selva; esteve no curta-metragem Lápide e, logo em seguida, foi Neidinha em Boleiros - Era uma Vez o Futebol....[44][45][46]

Seu primeiro destaque no cinema só viria em 1999, ao interpretar Helena no filme Por Trás do Pano, personagem consagrada com os prêmios Festival de Gramado, Festival de Havana, Festival Hispano Miami, Festival de Cinema e Vídeo de Cuiabá, Festival de Cinema de Natal, Grande Prêmio do Cinema Brasileiro e Festival SESC Melhores Filmes, todos estes na categoria de Melhor Atriz.[47]

 
Fraga no Festival de Brasília em 2011.

Em 2000, foi Dora em O Auto da Compadecida, mas três anos depois, dando vida a Cristina no filme Cristina Quer Casar, conquistou o prêmio Festival de Cinema Brasileiro de Miami como Melhor Atriz.[48][49] Em 2006, esteve em Boleiros 2 - Vencedores e Vencidos como Juíza Neidinha. No ano seguida, deu vida aos personagens Lydia e Magali em O Signo da Cidade e Os Porralokinhas, respectivamente. Concluiu o decênio como produtora do longa O Contador de Histórias.[50]

Em 2010, participou do filme As Melhores Coisas do Mundo como Camila, personagem que lhe garantiu a consagração no Prêmio Contigo! de Cinema Nacional como Melhor Atriz Coadjuvante.[51] Nos dois anos seguintes, deu vida a Vera em Hoje, papel consagrado como Melhor Atriz pelo Troféu APCA e Festival de Brasília, além de participar no Mundo Invisível.[52][53][54][55] Em 2013, esteve no documentário A Vida Não Basta como ela mesma e, três anos mais tarde, foi Ana Lúcia em De Onde Eu Te Vejo.[56][57] Entre 2017 e 2018, interpretou Clarice em Fala Comigo e foi dubladora em Tito e os Pássaros.[58][59] Encerrou o decênio como Berenice em Música Para Cortar os Pulsos e Lilian em 45 do Segundo Tempo.[60][61]

Carreira no teatroEditar

Entre 1989 a 1995, deu vida a empregada doméstica "Olímpia", da peça Trair e Coçar é Só Começar, seu maior sucesso no teatro.[62] Em 1991, apresentou o Prêmio APETESP junto com o ator Fúlvio Stefanini.[63] Em 2003, após sete anos de ausência no teatro, esteve em 3 Versões da Vida como Sônia, obra da autora francesa Yasmina Reza.[64] Cinco mais tarde, esteve na peça A Alma Boa de Setsuan como a prostituta Chen-Tê, papel que lhe garantiu o Prêmio Quem de Teatro, Troféu APCA e Prêmio Arte Qualidade Brasil.[65][3]

Em 2011, Denise voltou aos palcos na comédia dramática Sem Pensar.[66] Em 2015, a atriz interpretou o astrônomo italiano e matemático Galileu Galilei.[67]

Vida pessoalEditar

Possui formação teatral de atriz na Escola Técnica Estadual de Teatro Martins Penna com mais de trinta anos nos palcos.[68] Mora desde 1994 em São Paulo. É casada com o diretor Luiz Villaça e tem dois filhos. Em agosto de 2014, publicou em sua coluna no jornal Folha de S.Paulo um texto denominado “Química, para que te quero?”, onde questionava a essencialidade do estudo de química nas escolas e sugeria que a disciplina tivesse seu conteúdo reduzido e/ou trocado por atividades recreativas, como o jogo de xadrez.[69]

A Sociedade Brasileira de Química e Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência se pronunciaram, defendendo que o ensino de química é fundamental nas escolas, para formarem cidadãos que compreendam o mundo ao seu redor e para tornarem capazes de tomar decisões informadas e salientando os efeitos caso a disciplina fosse excluída do currículo fundamental.[70][71]

FilmografiaEditar

TelevisãoEditar

Ano Título Personagem Notas
1987 Bambolê Amália Alenar
1988 O Primo Basílio Natália
Grupo Escolacho Alice Especial de fim de ano
1990 A, E, I, O... Urca Sarinha
Barriga de Aluguel Rita Garcez (Ritinha)
1990–92 TV Pirata Vários personagens
1992 Mundo da Lua Juliana Silva (Juju) Episódio: "As Três Irmãs"
1994 Éramos Seis Olga Amaral Marcondes de Bueno
1995 Sangue do Meu Sangue Natália
1996 E Agora, Lulu? Lulu Especial de fim de ano
1997 Chiquititas ela mesma
1998 Mulher Madalena Episódio: "O Néctar da Vida"
1998–99 Vida ao Vivo Show Vários personagens
1999 O Belo e as Feras Amália Episódio: "Amálias que Vêm Para o Bem"
O Auto da Compadecida Dora
1999–05 Retrato Falado Vários personagens
2000 Brava Gente Caroba Episódio: "O Santo e a Porca"
Uga Uga Meg Karabastos Episódio: "8 de maio"
2002 Copas de Mel Mel
2003 Dias de Glória Vários personagens
2004 Álbum de Casamento Vários personagens
Fazendo História Vários personagens
2007 Te Quiero América Maria
2008 Queridos Amigos Beatriz Guimarães Moutinho (Bia)
2009 Norma Norma
2013 A Mulher do Prefeito Aurora Rangel
2013–14 Três Teresas Teresa Maria Rodrigues
2016 A Lei do Amor Cândida Martins [72] Episódios: "3–5 de outubro"
2020–presente Boca a Boca Guiomar Araújo[73]
2021 Um Lugar ao Sol Júlia Frateschi Soares[74]

CinemaEditar

Ano Título Papel Nota
1986 Com Licença, Eu Vou à Luta Amiga de Eliane
1992 Um Casal Chamado Paixão
1994 O Efeito Ilha Flávia Chip
1995 Até a Eternidade
Felicidade É...
1996 Lembrança do Futuro
1997 O Cineasta da Selva Anita Documentário
Lápide Esposa Curta-metragem
1998 Boleiros - Era uma Vez o Futebol... Mulher de Azul
1999 Por Trás do Pano Helena
2000 O Auto da Compadecida Dora
2003 Cristina Quer Casar Cristina
2004 Como Fazer um Filme de Amor Laura
2006 Boleiros 2 - Vencedores e Vencidos Juíza Neidinha
2007 O Signo da Cidade Lydia
Os Porralokinhas Magali
2009 O Contador de Histórias Como produtora[75]
2010 As Melhores Coisas do Mundo Camila
2011 Hoje Vera
2012 Mundo Invisível Nerita
2013 A Vida Não Basta[76] Ela mesma Documentário
2016 De Onde Eu Te Vejo Ana Lúcia [77]
2017 Fala Comigo Clarice[78]
2018 Tito e os Pássaros[79] Rosa Dublagem
2020 Música para Morrer de Amor Berenice
2022 45 do Segundo Tempo Lilian [80]

TeatroEditar

Ano Título Personagem
1985 Conto de Inverno
O Alienista
1986–94 Trair e Coçar é só Começar Olímpia
1987 As Desgraças de uma Criança
1988 O Primo da Califórnia
O Defeito de Família
1991 Esperando Godot Wladimir
1994 5X Comédia Várias personagens
1995 A Quarta Estação Catarina
2003–04 3 Versões da Vida Sônia
2006–07 Ricardo III Elizabeth
2008–10 A Alma Boa de Setsuan Chen Tê / Chui Ta
2011–13 Sem Pensar Vicky
2012 Elas Não Gostam de Apanhar Narradora
2012–14 Chorinho [81] Joana
2015–16 Galileu Galilei Galileu Galilei
2017–18 A Visita da Velha Senhora [82] Claire Zahanasian
2019–presente Eu de Você [83] Vários personagens
2020 Galileu e Eu Galileu Galilei
2021 Dez por Dez A Mulher de 50 anos

BibliografiaEditar

  • Retrato Falado – Histórias Fantásticas da Vida Real (2005)
  • Travessuras de Mãe (2010)

Prêmios e indicaçõesEditar

Ano Prêmio Categoria Nomeações Resultado Ref
1989 Prêmio APETESP Revelação do Teatro Nacional Venceu
1995 Prêmio APETESP Melhor Atriz
A Quarta Estação
Venceu [84]
Festival de Brasília Melhor Atriz
Felicidade É...
Venceu [42]
1999 Festival de Gramado Melhor Atriz Venceu [47]
Festival de Havana Melhor Atriz Venceu [47]
Festival Hispano Miami Melhor Atriz Venceu [47]
Festival de Cinema e Vídeo de Cuiabá Melhor Atriz Venceu [47]
Festival de Cinema de Natal Melhor Atriz Venceu [47]
2000 Grande Prêmio do Cinema Brasileiro Melhor Atriz Venceu [47]
Prêmio Guarani de Cinema Brasileiro[85] Melhor Atriz Indicado
Festival SESC Melhores Filmes Melhor Atriz Venceu [47]
Troféu Super Cap de Ouro Melhor Atriz Venceu [86]
2003 Prêmio Contigo! de TV Melhor Atriz Cômica Venceu [25]
Prêmio Qualidade Brasil Melhor Atriz Programa Humorístico Indicada [87]
Festival de Cinema Brasileiro de Miami Melhor Atriz
Cristina Quer Casar
Venceu [48]
2008 Prêmio Quem de Teatro Melhor Atriz
A Alma Boa de Setsuan
Venceu [3]
Troféu APCA Melhor Atriz Teatral Venceu [3]
Prêmio Arte Qualidade Brasil Melhor Atriz de Comédia Venceu [3]
2009 Prêmio Arte Qualidade Brasil Melhor Atriz de Comédia Venceu [3]
Prêmio Shell Melhor Atriz Indicada [88]
2010 Prêmio Contigo! de Cinema Nacional Melhor Atriz Coadjuvante Venceu [89]
2011 Grande Prêmio do Cinema Brasileiro Melhor Atriz Coadjuvante Indicada [90]
Festival de Brasília Melhor Atriz Venceu [91]
2013 Troféu APCA Melhor Atriz Venceu [92]
2014 Festival SESC Melhores Filmes Melhor Atriz do público
Melhor Atriz dos críticos
Venceu [93]
2016 Prêmio FITA - Festa Internacional de Teatro Melhor Atriz
Galileu Galilei
Venceu [94]
Prêmio Botequim Cultural Melhor Atriz de Drama/ Comédia Venceu [95]
2017 Prêmio Shell Melhor Atriz
A Visita da Velha Senhora
Indicada [96]
2018 Prêmio Aplauso Brasil Melhor Atriz do público Venceu [97]
Prêmio Botequim Cultural Melhor Atriz de Drama/ Comédia Venceu [98]
2019 Prêmio Guia Folha de S.Paulo Melhor Monólogo
Eu de Você
Venceu [99]
Prêmio Arcanjo de Cultura Categoria Teatro Venceu [100]
2020 Prêmio F5[101] Melhor Websérie
Horas em Casa
Indicado
Prêmio The Brazilian Critic[102] Melhor Atriz Coadjuvante em Série de Drama Indicada
2021 Festival SESC Melhores Filmes[103] Melhor Atriz Nacional Indicado
Grande Prêmio do Cinema Brasileiro[104] Melhor Atriz Coadjuvante Indicado

Referências

  1. «Denise Fraga – Papo de Cinema». Consultado em 9 de fevereiro de 2022 
  2. a b Foco, T. V. (30 de dezembro de 2021). «Denise Fraga comenta retorno às novelas após 26 anos». iG. Consultado em 8 de setembro de 2022 
  3. a b c d e f «Comédia premiada com Denise Fraga chega a Campo Grande». JD1 Noticias. 9 de setembro de 2016. Consultado em 20 de julho de 2017 
  4. «Denise Fraga estréia novo quadro hoje no Fantástico | Diario de Cuiabá». Denise Fraga estréia novo quadro hoje no Fantástico | Diario de Cuiabá. Consultado em 8 de setembro de 2022 
  5. «Folha de S.Paulo - APCA divulga sua lista dos melhores do ano em 2008 - 10/12/2008». www1.folha.uol.com.br. Consultado em 8 de setembro de 2022 
  6. «'Um Lugar ao Sol': Denise Fraga retorna às novelas, após 25 anos, como cantora fracassada; veja primeira imagem!». Gshow. Consultado em 8 de setembro de 2022 
  7. Redação - (3 de outubro de 2021). «Diretoras dominam categorias de curta do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro». Consultado em 8 de setembro de 2022 
  8. «Denise Fraga revisita 'velha senhora'». Teatro Jornal. Consultado em 18 de julho de 2018 
  9. «Denise Fraga vê nuanças de comédia e drama em peça». Folha Uol. Consultado em 18 de julho de 2018 
  10. Xavier, Nilson. «Bambolê». Teledramaturgia. Consultado em 27 de agosto de 2020 
  11. «Ficha Técnica - O Primo Basílio». Memória Globo. Consultado em 27 de agosto de 2020 
  12. «Ficha Técnica - Grupo Escolacho». Memória Globo. Consultado em 27 de agosto de 2020 
  13. Xavier, Nilson. «A, E, I, O... Urca». Teledramaturgia. Consultado em 27 de agosto de 2020 
  14. «Veja o antes e o depois do elenco de Barriga de Aluguel». MSN Entretenimento. 6 de janeiro de 2020. Consultado em 27 de agosto de 2020 
  15. Maia, Maria Carolina (6 de abril de 2018). «'TV Pirata' chega ao streaming 30 anos depois de fazer história». VEJA. Consultado em 27 de agosto de 2020 
  16. «Mundo da Lua completa 25 anos; veja cinco curiosidades da série». UOL TV e Famosos. 6 de outubro de 2016. Consultado em 27 de agosto de 2020 
  17. Jesus, Regiane (29 de setembro de 2019). «Conheça os atores que fizeram as quatro versões anteriores de 'Éramos seis'». Extra. Consultado em 27 de agosto de 2020 
  18. Xavier, Nilson. «Sangue do Meu Sangue». Teledramaturgia. Consultado em 27 de agosto de 2020 
  19. «Ficha Técnica - Vida ao Vivo Show». Memória Globo. Consultado em 27 de agosto de 2020 
  20. Matias, Karina (8 de dezembro de 2019). «O Auto da Compadecida será reprisada pela 1ª vez na Globo a partir do dia 7 de janeiro». Folha de S.Paulo. Comic On. Consultado em 27 de agosto de 2020 
  21. Xavier, Nilson. «O Belo e as Feras». Teledramaturgia. Consultado em 27 de agosto de 2020 
  22. «FICHA TÉCNICA – Zorra Total – Memória». Consultado em 30 de setembro de 2021 
  23. «"Brava Gente" reúne grande elenco global». O Estado de S.Paulo. 17 de dezembro de 2000. Consultado em 27 de agosto de 2020 
  24. «Ficha Técnica - Uga Uga». Memória Globo. Consultado em 27 de agosto de 2020 
  25. a b «Confira todos os vencedores do Prêmio Contigo!». Babado iG. 20 de maio de 2003. Consultado em 27 de agosto de 2020 
  26. «Retrato Falado - Fantástico». Memória Globo. Consultado em 27 de agosto de 2020 
  27. Sá, Xica (18 de março de 2003). «"Dias de Glória" exibe o excesso de Denise Fraga». Folha de S.Paulo. Consultado em 27 de agosto de 2020 
  28. «Fantástico - Quadros - ESPECIAIS - Álbum de Casamento». Fantástico. Consultado em 27 de agosto de 2020. Cópia arquivada em 18 de setembro de 2008 
  29. «Fazendo História - Fantástico». Memória Globo. Consultado em 27 de agosto de 2020 
  30. «Te Quiero América, no ar 15/07». Central Globo de Comunicação. 10 de julho de 2007. Consultado em 27 de agosto de 2020 
  31. «Copas de Mel - Fantástico». Memória Globo. Consultado em 27 de agosto de 2020 
  32. Xavier, Nilson. «Queridos Amigos». Teledramaturgia. Consultado em 27 de agosto de 2020 
  33. Albos, Márcia (29 de setembro de 2009). «Em 'Norma', Denise Fraga aposta na interação com o público». O Globo. Consultado em 27 de agosto de 2020 
  34. «Denise Fraga fala sobre seu novo trabalho no GNT, "3 Teresas"». NaTelinha. 1.º de maio de 2013. Consultado em 27 de agosto de 2020 
  35. Scire, Raphael (26 de novembro de 2013). «A Mulher do Prefeito traz registro crítico da vida pública brasileira». Notícias da TV. Consultado em 27 de agosto de 2020 
  36. «Isabelle Drummond e Chay Suede serão casal apaixonado na primeira fase de 'A Lei do Amor'». Gshow - TV. 2 de agosto de 2016. Consultado em 27 de agosto de 2020 
  37. «Boca a Boca: elenco da 1ª temporada». AdoroCinema. Consultado em 27 de agosto de 2020 
  38. «Filmografia - Com Licença, Eu Vou a Luta». Cinemateca brasileira. Consultado em 27 de agosto de 2020 
  39. «Um Casal Chamado Paixão». Curtaagora. Consultado em 27 de agosto de 2020 
  40. «Filmografia - Flávia Chip». Cinemateca brasileira. Consultado em 27 de agosto de 2020 
  41. «Até a Eternidade». Portal Curtas. Consultado em 27 de agosto de 2020 
  42. a b «Felicidade é ... sonho». TV Brasil. 31 de março de 2011. Consultado em 27 de agosto de 2020 
  43. Rocha, Daniela (2 de outubro de 1995). «Denise Fraga foge da imagem de gaiata». Folha de S.Paulo. Consultado em 27 de agosto de 2020 
  44. «Filmografia - O Cineasta da Selva». Cinemateca brasileira. Consultado em 27 de agosto de 2020 
  45. «Filmografia - Lápide». Cinemateca brasileira. Consultado em 27 de agosto de 2020 
  46. «Filmografia - Boleiros: Era Uma Vez O Futebol...». Cinemateca brasileira. Consultado em 27 de agosto de 2020 
  47. a b c d e f g h «Por Trás do Pano». TV brasil. 9 de setembro de 2016. Consultado em 27 de agosto de 2020 
  48. a b «Filmografia - Cristina Quer Casar». Cinemateca brasileira. Consultado em 27 de agosto de 2020 
  49. Merten, Luiz Carlos (9 de junho de 2003). «'O Homem do Ano' vence festival de Miami». Folha de Londrina. Consultado em 27 de agosto de 2020 
  50. «Filme "O contador de histórias", sobre ex-interno da Febem, deve estrear em agosto». O Tempo. 3 de junho de 2009. Consultado em 27 de agosto de 2020 
  51. Porto, Henrique (14 de setembro de 2010). «Prêmio Contigo! de Cinema consagra Gloria Pires e 'É proibido fumar'». G1. Consultado em 27 de agosto de 2020 
  52. Carlos, Cássio Starling (19 de abril de 2013). «Crítica: Filme "Hoje", com Denise Fraga, exuma o passado e incomoda». Folha de S.Paulo. Consultado em 27 de agosto de 2020 
  53. «APCA divulga os melhores de 2013». O Estado de S.Paulo. 10 de dezembro de 2013. Consultado em 27 de agosto de 2020 
  54. «Vencedores do Festival de Cinema de Brasília». Canal Brasil. 4 de outubro de 2011. Consultado em 27 de agosto de 2020 
  55. «O invisível e suas faces». Jornalismo Júnior. 5 de junho de 2013. Consultado em 27 de agosto de 2020 
  56. «Documentário A Vida Não Basta conta com depoimentos sobre a arte». Papo de Cinema. Vila Filmes. 22 de outubro de 2013. Consultado em 27 de agosto de 2020 
  57. «De Onde Eu te Vejo». Globo Filmes. Consultado em 27 de agosto de 2020. Cópia arquivada em 14 de fevereiro de 2016 
  58. Glioche, Reinaldo (13 de julho de 2017). «Fala Comigo aborda crises íntimas e de intimidade com delicadeza». iG. Consultado em 27 de agosto de 2020 
  59. Viana, Hugo (21 de outubro de 2018). «'Tito e os pássaros' é um dos destaques do Animage no São Luiz». Folha de Pernambuco. Consultado em 27 de agosto de 2020 
  60. Ferreira, Mauro (26 de agosto de 2020). «Filme 'Música para morrer de amor' segue a trilha apaixonante do melodrama pop». G1. Consultado em 27 de agosto de 2020 
  61. «Cineasta Luiz Villaça começou a filmar novo filme '45 do segundo tempo'». Correio Braziliense. 22 de maio de 2018. Consultado em 27 de agosto de 2020 
  62. «Trair e Coçar». Folha de S.Paulo. 7 de janeiro de 2001. Consultado em 27 de agosto de 2020 
  63. «Centro Brasileiro Teatro para a Infância e Juventude». CBTIJ. Consultado em 27 de agosto de 2020 
  64. «Peça "3 Versões da Vida" reestréia em SP». Terra. 5 de janeiro de 2004. Consultado em 27 de agosto de 2020. Cópia arquivada em 4 de agosto de 2017 
  65. de Menezes, Maria Eugênia (26 de julho de 2008). «Denise Fraga persegue humor de Brecht em "A Alma Boa de Setsuan"». Folha de S.Paulo. Guia da Folha. Consultado em 27 de agosto de 2020 
  66. Costa, Donizete (12 de maio de 2011). «Denise Fraga convence o marido cineasta a dirigir teatro com a peça 'Sem pensar'». O Globo. Consultado em 27 de agosto de 2020. Bloqueia o JavaScript para ter acesso ao conteúdo da página 
  67. Yamamoto, Thais (22 de fevereiro de 2016). «Denise Fraga fala sobre a peça "Galileu Galilei"». A Radio Rock - 89,1 FM - SP. Consultado em 27 de agosto de 2020 
  68. «Peças Teatro com Denise Fraga». Todo Teatro Carioca. Consultado em 18 de julho de 2017 
  69. Denise Fraga (3 de agosto de 2014). «Química para que te quero?». Folha de S.Paulo. Consultado em 16 de agosto de 2014 
  70. Adriano D. Andricopulo (13 de agosto de 2014). «Manifestação da Sociedade Brasileira de Química em resposta à coluna de Denise Fraga da Folha de S.Paulo de 3/8/2014». Consultado em 16 de agosto de 2014 
  71. Adriano D. Andricopulo (13 de agosto de 2014). «Sociedade Brasileira de Quimica comenta coluna sobre a disciplina». Consultado em 16 de agosto de 2014 
  72. «Isabelle Drummond e Chay Suede serão casal apaixonado na primeira fase de 'A Lei do Amor'». Consultado em 13 de agosto de 2016 
  73. «Boca a Boca: elenco 1ª temporada». Consultado em 20 de julho de 2020 
  74. Redação (14 de outubro de 2021). «'Um Lugar ao Sol': Denise Fraga retorna às novelas, após 25 anos, como cantora fracassada; veja primeira imagem!». Gshow. Consultado em 16 de outubro de 2021 
  75. «Jornal do Brasil - Cultura - "O contador de histórias" navega». Jornal do Brasil. Consultado em 3 de agosto de 2017 
  76. «A vida não basta :: Cinema :: Guia Rio Show :: O Globo». Rio Show. Consultado em 18 de julho de 2017 
  77. «De Onde eu te Vejo» 
  78. «Fala Comigo aborda crises íntimas e de intimidade com delicadeza». Consultado em 3 de agosto de 2017 
  79. «A aventura Tito e os Pássaros com as vozes de Mateus Nachtergaele e Denise Fraga». BFV Cultura Esporte. Consultado em 18 de janeiro de 2017 
  80. «Aos Nossos Filhos». Globo Filmes. Consultado em 14 de março de 2022 
  81. «Denise Fraga comemora 30 anos de carreira com a peça "Chorinho"» 
  82. «A Visita da Velha Senhora - Cultura». SESI SP. Consultado em 3 de agosto de 2017. Arquivado do original em 4 de agosto de 2017 
  83. «Eu de Você». Veja São Paulo. Consultado em 27 de agosto de 2020 
  84. «Apetesp divulga indicados a prêmio de 1995». Folha Uol. Consultado em 20 de julho de 2018 
  85. «5° Prêmio Guarani :: Premiados de 1999». Consultado em 9 de julho de 2021 
  86. «Troféu premia artistas e personalidades como os melhores de 99». Folha Uol. Consultado em 20 de julho de 2018 
  87. «Confira os GANHADORES Prêmio Qualidade Brasil da Edição Rio de Janeiro 2003». Premio qualidadebr. 20 de maio de 2003. Consultado em 2 de julho de 2018 
  88. «Denise Fraga e Marcelo Médici são indicados ao Prêmio Shell». Guia da semana. Consultado em 20 de julho de 2017 
  89. «G1 - Prêmio Contigo! de Cinema consagra Gloria Pires». G1. 9 de setembro de 2016. Consultado em 20 de julho de 2017 
  90. «Grande Prêmio do Cinema Brasileiro elege os melhores». Cultura. 9 de setembro de 2016. Consultado em 20 de julho de 2017 
  91. «Vencedores do Festival de Cinema de Brasília». Canal Brasil. 9 de setembro de 2016. Consultado em 20 de julho de 2017 
  92. «APCA divulga os melhores de 2013». Estadão. 9 de setembro de 2016. Consultado em 20 de julho de 2017 
  93. «Festival Sesc Melhores Filmes 2014». Cinemascope. Consultado em 20 de julho de 2017 
  94. «FITA 2016 comemora resultados e divulga indicados aos prêmios». O Globo. Consultado em 20 de julho de 2018 
  95. «5º Prêmio Botequim Cultural ­ Indicados 1º Semestre 2016». Botequim Cultural. Consultado em 20 de julho de 2018  soft hyphen character character in |titulo= at position 29 (ajuda)
  96. «'Grande Sertão' lidera indicação ao Prêmio Shell São Paulo - Grande». Bonde. Consultado em 20 de julho de 2017 
  97. «Conheça os vencedores do 6º Prêmio Aplauso Brasil de Teatro - Júri». Uol. Consultado em 20 de julho de 2017 
  98. «7º Prêmio Botequim Cultural - Indicados 1º Semestre 2018». Prêmio Botequim Cultural. Consultado em 20 de julho de 2018 
  99. Folha de S.Paulo, Guia Folha (2 de dezembro de 2019). «"Eu de Você" é o melhor monólogo de 2019». Folha de S.Paulo. Consultado em 15 de janeiro de 2020 
  100. «Prêmio Arcanjo de Cultura: conheça os indicados e homenageados da 1ª edição». 2 de dezembro de 2019 
  101. «Prêmio F5: Veja indicados e vote nos principais destaques do entretenimento em 2020». Folha Uol. 24 de novembro de 2020. Consultado em 24 de novembro de 2020 
  102. «The Brazilian Critic 2020: indicados anunciados». The Brazilian Critic. Consultado em 5 de dezembro de 2020 
  103. «Melhor Atriz Nacional». Festival Sesc. Consultado em 18 de fevereiro de 2021 
  104. «Grande Prêmio do Cinema Brasileiro 2021: Indicados». Cenas de Cinema. 28 de setembro de 2021. Consultado em 29 de setembro de 2021 

Ligações externasEditar

 
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Denise Fraga