Abrir menu principal

Deodoro (bairro do Rio de Janeiro)

bairro do Rio de Janeiro
Disambig grey.svg Nota: se procura o primeiro presidente do Brasil, veja Deodoro da Fonseca.

Deodoro é um bairro da Zona Oeste do município do Rio de Janeiro, no Brasil.

Deodoro
Bairro do Rio de Janeiro Bandeira do Município do Rio de Janeiro.png
Bairro Deodoro.JPG
Deodoro
Área 464,05 ha (em 2003)
Fundação 23 de julho de 1981
IDH 0,856[1](em 2000)
Habitantes 10 842 (em 2010)[2]
Domicílios 3 526 (em 2010)
Limites Vila Militar, Campo dos Afonsos,
Marechal Hermes, Guadalupe
e Ricardo de Albuquerque[3]
Distrito Realengo
Subprefeitura Grande Bangu
Região Administrativa Realengo

Faz limite com os bairros Vila Militar, Campo dos Afonsos, Marechal Hermes, Guadalupe e Ricardo de Albuquerque.[3]

O índice de desenvolvimento humano (IDH) do bairro, no ano 2000, era de 0,856: o 50º melhor do município do Rio de Janeiro.[1] Seus principais acessos são Estrada Marechal Alencastro, Estrada do Camboatá, Avenida Duque de Caxias, além da Avenida Brasil e a TransOlímpica.

HistóriaEditar

Em 1612, Gaspar da Costa fundou, na região, o engenho Sapopemba, que produzia açúcar e rapadura. A cana-de-açúcar necessária para a produção era fornecida pela fazenda Gericinó, que se localizava bem próximo.[4]

Cortado pela Estrada de Ferro Central do Brasil (em trecho operado pela Supervia), o bairro possui uma das maiores estações de trens do subúrbio, onde pode-se baldear tanto para a linha que segue para Santa Cruz quanto para a linha que segue para Japeri. A estação foi inaugurada em 1859 com o nome de Sapopemba, passando, após a proclamação da República do Brasil em 1889, a se chamar Deodoro em homenagem a Deodoro da Fonseca.[4]

No século XIX, as terras do bairro foram adquiridas pelo barão de Mauá. Em seguida, as terras foram passadas sucessivamente para o conde Sebastião do Pinho, o Banco do Brasil e, finalmente, para o Ministério da Guerra. A partir do início do século XX, o bairro passou a abrigar grande número de instalações militares.[4]

Na década de 1950, o prefeito Alim Pedro construiu o viaduto de Deodoro.[4] Em 2006, foi inaugurado o parque das vizinhanças Dias Gomes, popularmente conhecido como "piscinão de Deodoro".[4] O Governo do Estado do Rio de Janeiro inaugurou, no dia 23 de fevereiro de 2016, a Escola Técnica de Transportes Engenheiro Silva Freire, vinculada à Fundação de Apoio à Escola Técnica (FAETEC), na rua João Vicente,[5] n° 2.151. A unidade que deu origem a esta escola foi fundada originalmente, em 1897, no auge do crescimento do transporte ferroviário no Rio de Janeiro.

Ver tambémEditar

Referências

Ligações externasEditar