Desaer ATL-100

O DESAER ATL-100, sigla em português para "Avião de Transporte Leve", é um projeto de avião turboélice bimotor multipropósito, de asa alta e que se encontra em desenvolvimento pela DESAER, no Brasil.[1]

DESAER ATL-100
Descrição
Tipo / Missão Avião multimissão de transporte leve
País de origem  Brasil
Fabricante DESAER, com investimentos da CEIIA
Custo unitário USD 5 500 000
Primeiro voo em 2023
Tripulação 2
Passageiros 19
Número de classes 1 classe(s)
Carga útil 2 500 kg (5 510 lb)
Especificações
Dimensões
Comprimento 16 m (52,5 ft)
Envergadura 20 m (65,6 ft)
Altura m (19,7 ft)
Peso(s)
Peso máx. de decolagem 8 618 kg (19 000 lb)
Propulsão
Motor(es) 2 x turboélices
Performance
Velocidade máxima 428 km/h (231 kn)
Alcance (MTOW) 3 700 km (2 300 mi)
Teto máximo 7 620 m (25 000 ft)

DesenvolvimentoEditar

Em 25 de setembro de 2020 foi criada uma joint-venture entre a brasileira DESAER e a portuguesa CEIIA - Centro de Engenharia e Desenvolvimento, com a finalidade de produzir as aeronaves em Évora, naquele país.[2]

Em março de 2021, a DESAER anunciou a construção de uma unidade fabril em Araxá, estado de Minas Gerais, com o início das obras previstas para o segundo semestre. A fábrica terá 96.570 m2 de área construída, com investimento inicial de 80 milhões de reais, chegando a 120 milhões de reais em 2023. O terreno tem 277.870,00 m2 e está ligado ao Aeroporto Romeu Zema. Ali também será a nova sede e unidade administrativa da empresa.

A unidade terá capacidade de produzir quatro aeronaves por mês e gerará 1 250 empregos, entre diretos e indiretos.[3]

DesignEditar

O ATL-100 é um avião não-pressurizado, bimotor, asa alta e utilitário, com trem de pouso fixo triangular, com uma rampa de carga e peso máximo de decolagem de 19.000 lb (8.6 t). Poderá carregar 19 passageiros ou 3 LD3 contêineres, operando em pistas não pavimentadas e curtas, com pouco ou nenhum apoio de solo, devendo ser de fácil manutenção e baixos custos de operação. A ideia dos projetistas é que a aeronave, além de servir para o transporte de passageiros, possa ser rapidamente convertida em transporte aeromédico, transporte de tropas ou paraquedistas, patrulha e vigilância.[4]

Especificações

Descrições gerais
Motorização
Performance

Veja tambémEditar

ReferênciasEditar

  1. «DESAER vai produzir o ATL100 na sua unidade em Minas Gerais». Defesa Aérea & Naval. 11 de março de 2021. Consultado em 11 de março de 2021 
  2. Caiafa, Roberto (25 de maio de 2020). «DESAER ATL-100 "Investimento do CEiiA traz fábrica de aeronáutica para Alentejo"». Tecnodefesa 
  3. «DefesaNet - Base Industrial Defesa - DESAER – Anuncia acordo para Futura Planta Industrial». DefesaNet. Consultado em 11 de março de 2021 
  4. «Especificações». Desaer. Consultado em 29 de novembro de 2020 

Links ExternosEditar