Abrir menu principal

Desastre do Lago Nyos

Vaca morta após a erupção do Lago Nyos

O desastre do Lago Nyos, ocorrido em 21 de agosto de 1986 no noroeste dos Camarões, foi um fenômeno raro, conhecido como erupção límnica, que fez com que o Lago Nyos, de origem vulcância, explodisse.

Erupção límnicaEditar

Um estouro fez com que grande parte do volume de água do lago fosse lançada a quase 100 metros de altura e criasse um pequeno tsunami, com a imediata liberação de centenas de milhares de toneladas dos gases monóxido e dióxido de carbono contidos no interior do lago.[1]

Mais pesados que o ar comum, esses gases eliminaram temporariamente o oxigênio do ar nas localidades próximas ao Nyos, matando qualquer ser vivo de que dependesse dele para viver, por asfixia.[1]

Quase 2000 pessoas e mais de 3000 cabeças de gado morreram sufocados em consequência do fenômeno. Os fatores que levam lagos de origem vulcânica a "explodirem" e liberarem gases contidos neles ainda não estão bem explicados.[1]

Lago Nyos menos de um mês após a erupção límnica.

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b c A Redação (17 de abril de 2017). R7.com, ed. «Lago na África matou 1700 pessoas durante a noite, e pesquisadores não sabem como» (HTML). Consultado em 10 de novembro de 2018 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre Geologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.