Abrir menu principal

Animação

Gênero cinematográfico
(Redirecionado de Desenho animado)
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde abril de 2017). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Animação refere-se ao processo segundo o qual cada fotograma de um filme é produzido individualmente, podendo ser gerado tanto por computação gráfica quanto fotografando uma imagem desenhada ou repetidamente fazendo-se pequenas mudanças a um modelo (ver claymation e stop motion), fotografando o resultado. Quando os fotogramas são ligados entre si e o filme resultante é visto a uma velocidade de 16 ou mais imagens por segundo, há uma ilusão de movimento contínuo (por causa do fenômeno phi). A construção de um filme torna-se assim um trabalho muito intensivo e por vezes entediante. O desenvolvimento da animação digital aumentou muito a velocidade do processo, eliminando tarefas mecânicas e repetitivas.

A produção da animação consome muito tempo e é quase sempre muito complexa. Animação limitada é uma forma de aumentar a produção e geração. Esse método foi usado de forma pioneira pela UPA e popularizada pela Hanna-Barbera.

HistóriaEditar

 Ver artigo principal: História da animação

A história do filme de animação começa com os primeiros momentos do cinema mudo e continua até os dias de hoje.
Contudo, a história das Imagens Animadas começa antes, com a produção de Brinquedos Ópticos tais como o Fenaquiscópio (ou também, fenaquistiscópio), inventado em 1832 pelo belga Joseph Plateau e pelo austríaco Simon von Stampfer, simultaneamente.

O primeiro desenho animado foi realizado pelo Francês Émile Reynaud, que criou o praxinoscópio, sistema de animação de 12 imagens, e filmes de aproximadamente 500 a 600 imagens, projetado no seu próprio théatre optique(thêatre óptico), sistema próximo do moderno projetor de filme, no Musée Grévin em Paris, França, em 28 de Outubro de 1892.

O primeiro desenho animado em um projetor de filmes moderno foi Fantasmagorie pelo diretor francês Émile Courtet (também chamado de Émile Cohl), projetado pela primeira vez em 17 de Agosto de 1908 no 'Théâtre du Gymnase', em Paris. Courtet foi para Fort Lee, próximo da cidade de Nova York em 1912, onde trabalhou para o estúdio francês Éclair e espalhou sua técnica pelos Estados Unidos.

O primeiro filme de longa-metragem animado foi El Apóstol (1917) do Argentino Quirino Cristiani, mostrado na Argentina.

Durante a década de 1910, os curtas-metragens de animação, são normalmente referido como "animated cartoons" ou "desenhos animados", devido o uso de técnicas de animação tradicional[1] O termo cartunista, usado para criadores de humor gráfico (caricaturas, cartoon e charges)[2] e tiras de jornal,[3] também é usado para artistas que trabalham com animação.[4] De fato, alguns dos precursores do cinema de animação trabalhavam com tiras de jornal, é o caso de Winsor McCay (1869-1934), autor da tira Little Nemo e criador da animação Gertie the Dinosaur 1914.[5][6]


CinemaEditar

 
Gato Félix no curta The Goose That Laid the Golden Egg (1936)
Steamboat Willie
 Ver artigo principal: Steamboat Willie

Mesmo que Ko-Ko Song Car-Tunes ou Song Car-Tunes do estúdios Fleischer foi a percusora da animação sonora a Steamboat Willie de Walt Disney foi a animação sonora com mais sucesso ao público na época. No desenho que celebrizou Mickey Mouse. O próprio Walt Disney regeu a orquestra responsável pela trilha sonora e fez a voz do camundongo, criado no mesmo ano em duas animações mudas que passaram quase despercebidas. A estreia sonorizada impulsionou o personagem ao estrelato: em apenas um ano, Mickey ganhou mais de 15 desenhos.

Gato Félix
 Ver artigo principal: Gato Félix

Lançado pelo americano Otto Messmer e pelo australiano Pat Sullivan, o risonho gato preto apareceu pela primeira vez na animação Feline Follies ("Folias Felinas"), em 1919. Félix foi o maior astro da era dos desenhos mudos, mas não conseguiu sobreviver ao cinema sonoro.

Flowers and Trees
 Ver artigo principal: Flowers and Trees

Em 1932, Walt Disney foi à Technicolor, empresa que tinha criado um sistema para usar cores em filmes, e pediu-lhes exclusivamente por dois anos. O primeiro resultado da parceria foi Flowers and Trees ("Flores e Árvores"), o pioneiro desenho colorido, que deu a Disney um Oscar no primeiro ano em que foi criado um troféu específico para celebrar a animação.

TelevisãoEditar

Em 1928, a W2XBS fez um teste de transmissão com um boneco do Gato Félix, dez anos depois, surge a primeira animação produzida para a televisão, Willie the Worm, criada por Chad Grothkopf, porém, devido aos custos de produção, a produção de animação exclusivamente para a televisão foi adiada, os canais preferiram exibir animação antes exibidas no cinema, muitas vezes adquiridas através de pirataria. Entre 1949 e 1950, surgem as primeira séries exclusivas para a televisão Tele-Comics e Crusader Rabbit, a primeira foi produzida pela Vallee Video e assim como antigos seriados cinematográficos usava cliffhangers ou "ganchos" no final dos episódios, a segunda foi desenvolvida por Jay Ward e Alex Anderson e produzida por Jerry Fairbank.[7]


Em 1958, Hanna-Barbera lançou Huckleberry Hound, o primeiro programa de meia hora de duração totalmente dedicado a animação. Terrytoons lançado Tom Terrific no mesmo ano.[8] Aos poucos, a televisão diminuiu significativamente a atenção pública para os curtas de animação produzidos para os cinemas. Devido ao custos, a animação do período era produzida com diversas técnicas de animação limitada,[7] prática que foi imitada mercado japonês.[9] A produtora Filmation ficou conhecida pelo uso da técnica da rotoscopia.[10]

Animação na webEditar

 
Animação em imagem GIF.

Junto com a popularização da Web, animações para a mesma também foram se popularizando. GIF, uma sigla para Graphics Interchange Format (Formato de Intercâmbio de Gráficos), é um tipo de arquivo de imagem que permite que animações sejam vistas num Web Browser. Ele era o formato mais popular para animações na Web até relativamente pouco tempo. Porém, é um formato limitado, permitindo apenas 256 cores simultâneas e muitas vezes gerando arquivos grandes para animações mais complexas. Com o surgimento de outros formatos, como o Flash, criado pela Macromedia e actualmente mantido pela Adobe, ele passou a ser utilizado apenas para pequenas animações. O Flash também tem a vantagem de permitir uso de efeitos sonoros e de criar animações interativas, dentre outras.

A nova versão do Flash já conta até com ferramentas para animação em 3D, que permite maiores possibilidades de efeitos nas animações.

Animações com maiores bilheterias mundiaisEditar

Os filmes de animação geralmente tem ótima recepção, principalmente aqueles produzidos digitalmente. Sete filmes animados em computação gráfica faturaram mais de um bilhão de dólares mundialmente, Frozen (da Walt Disney Pictures, nona maior bilheteria da história), Minions, Despicable Me 3 (únicos não sao da Disney, tendo sido realizados pela Illumination Entertainment, subsidiária da Universal Pictures), Incredibles 2, Finding Dory, Toy Story 3 (os três de outra propriedade da Disney, a Pixar) e Zootopia (da Disney, única do quarteto que não é continuação ou adaptação). A nona animação com maior bilheteria é também a animação feita à mão de maior sucesso da história, O Rei Leão, com US$968 milhões mundialmente.

No ranking dos 50 filmes animados de maior sucesso da história do cinema, a liderança é da Walt Disney Pictures, que tem 24 filmes presentes na lista. Em seguida vem DreamWorks Animation, com 13 animações, e a única independente, usando os grandes estúdios apenas para a distribuição. De resto são grandes estúdios com subsidiárias de animação ou contratos de distribuição para produtoras: Universal Pictures com 7 (todos da Illumination Entertainment), 20th Century Fox com 5 (fora The Simpsons Movie, todos da Blue Sky Studios), e 1 da Columbia Pictures (feito pela Sony Pictures Animation).

A listagem a seguir não está ajustada de acordo com a inflação. A cor de fundo       indica os filmes recentes que ainda estão em cartaz e a       indica os que estão arrecadando após relançamento.

# Ano Filme Distribuidor Bilheteria (US$) Ref.
1 2013 Frozen Walt Disney Pictures 1 274 219 009
[11]
2 2018 Os Incríveis 2 Walt Disney Pictures 1 242 803 037 [12]
3 2015 Minions Universal Pictures 1 157 275 017
[13]
4 2010 Toy Story 3 Walt Disney Pictures 1 063 171 911
[14]
5 2017 Meu Malvado Favorito 3 Universal Pictures 1 034 799 409
[15]
6 2016 Procurando Dory Walt Disney Pictures 1 028 570 889
[16]
7 2016 Zootopia Walt Disney Pictures 1 023 138 866
[17]
8 2013 Meu Malvado Favorito 2 Universal Pictures 970 761 885
[18]
9 1994 O Rei Leão Walt Disney Pictures 968 483 777
[19]
10 2003 Procurando Nemo Walt Disney Pictures 936 743 261
[20]
11 2019 Shrek 2 DreamWorks 919,838,758
[21]
12 2009 A Era do Gelo 3 20th Century Fox 886 686 817
[22]
13 2012 A Era do Gelo 4 20th Century Fox 877 244 782
[23]
14 2016 Pets - A Vida Secreta dos Bichos Universal Pictures 875 457 937
[24]
15 2015 Divertida Mente Walt Disney Pictures 856 130 132
[25]
16 2017 Viva - A Vida é Uma Festa Walt Disney Pictures 807 082 196
[26]
17 2007 Shrek Terceiro DreamWorks 798 958 162
[27]
18 2010 Shrek para Sempre DreamWorks 752 600 867
[28]
19 2012 Madagascar 3: Os Procurados DreamWorks 746 921 274
[29]
20 2013 Universidade Monstros Walt Disney Pictures 743 559 607
[30]
21 2009 Up - Altas Aventuras Walt Disney Pictures 731 342 744
[31]
22 2011 Kung Fu Panda 2 DreamWorks 665 692 281
[32]
23 2006 A Era do Gelo 2 20th Century Fox 660 940 780
[33]
24 2014 Operação Big Hero Walt Disney Pictures 652 127 828
[34]
25 2016 Moana Walt Disney Pictures 643 331 111
[35]
26 2016 Sing Universal Studios 634 151 679
[36]
27 2004 Os Incríveis Walt Disney Pictures 633 019 734
[37]
28 2008 Kung Fu Panda DreamWorks 631 744 560
[38]
29 2014 Como Treinar o Seu Dragão 2 DreamWorks 618 909 935
[39]
30 2007 Ratatouille Walt Disney Pictures 623 722 818
[40]
31 2008 Madagascar 2: A Grande Escapada DreamWorks 603 900 354
[41]
32 2010 Enrolados Walt Disney Pictures 591 794 936
[42]
33 2013 Os Croods DreamWorks 587 204 668
[43]
34 2001 Monstros S.A. Walt Disney Pictures 562 816 256
[44]
35 2011 Carros 2 Walt Disney Pictures 559 852 396
[45]
36 2011 Gato de Botas DreamWorks 554 987 477
[46]
37 2010 Meu Malvado Favorito Universal Pictures 543 113 985
[47]
38 2012 Valente Walt Disney Pictures 538 983 207
[48]
39 2008 WALL·E Walt Disney Pictures 521 311 860
[49]
40 2005 Madagascar DreamWorks 532 680 671
[50]
41 2017 O Poderoso Chefinho DreamWorks 527 965 936
[51]
42 2018 Hotel Transilvânia 3 Columbia Pictures 528 583 774
[52]
43 2007 Os Simpsons: o Filme 20th Century Fox 527 071 022
[53]
44 2016 Kung Fu Panda 3 DreamWorks 518 787 408
[54]
45 2018 Wi-Fi Ralph Walt Disney Pictures 520 330 203
[55]
46 2018 O Grinch Universal Pictures 510 552 221
[56]
47 1992 Aladdin Walt Disney Pictures 504 050 219
[57]
48 2019 Toy Story 4 (em cartaz julho de 2019) Walt Disney Pictures 501 677 652
[58]
49 2014 Rio 2 20th Century Fox 500 188 435
[59]
50 1999 Toy Story 2 Walt Disney Pictures 497 366 869
[60]

Franquias animadas de maior bilheteriaEditar

A listagem a seguir não está ajustada de acordo com a inflação. A cor de fundo       indica franquias que possuem filmes recentes ainda em cartaz.

# Série Bilheteria mundial (US$) Distribuidor
e\ou produtor
Número
de filmes
Filme da série com maior bilheteria
1 3 708 073 676 Universal/Illumination 4 Minions (US$ 1 159 398 397)
2 3 510 794 482 DreamWorks/Paramount Pictures 5 Shrek 2 (US$ 919 838 758)
3 3 217 251 681 20th Century Fox 5 A Era do Gelo 3 (US$ 886 686 817)
4 2 471 852 857 Walt Disney Pictures/Pixar 4 Toy Story 3 (US$ 1 063 171 911)
5 2 257 054 393 DreamWorks Animation 4 Madagascar 3: Os Procurados (US$ 746 921 274)
6 1 968 906 425 Walt Disney Pictures/Pixar 2 Procurando Nemo (US$ 936 743 261)
7 1 875 713 067 Walt Disney Pictures/Pixar 2 Os Incríveis 2 (US$ 1 242 693 333)
8 1 816 067 634 DreamWorks Animation 3 Kung Fu Panda 2 (US$ 665 692 281)
9 1 798 902 845 Walt Disney Pictures 4 Carros 2 (US$ 559 852 396)
10 1 358 871 942 Sony Pictures Animation 3 Hotel Transylvania 3: Summer Vacation (US$ 527 269 381)
11 1 306 375 863 Walt Disney Pictures/Pixar 2 Universidade Monstros (US$ 743 559 607)
12 1 315 192 304 DreamWorks Animation 3 Como Treinar o Seu Dragão 2 (US$ 618 909 935 )
13 1 060 797 858 Toho 39 Stand by Me Doraemon (US$ 170 000 000)
14 1 057 562 671 Warner Bros. 4 Uma Aventura Lego (US$ 469 160 692)
15 1 017 468 004 OLM, Inc.\Toho 21 Pokémon: O Filme (US$ 163 644 662)

ExemplosEditar

Animação Krazy Kat, de 1916.

Técnicas de animaçãoEditar

PrêmiosEditar

Ver tambémEditar

Referências

  1. “Bob Esponja Calça Quadrada, Que Bob? Que Calça?” O Desenho Animado como Problema Conceitual
  2. «Salão de Humor de Piracicaba inspira gerações e propõe 'riso com reflexão'». G1. 23 de agosto de 2014 
  3. Documentário faz retrato bem (mal) humorado sobre vida de cartunistas
  4. Morre o cartunista Joseph Barbera, criador de Fred Flintstone, Tom, Jerry e Scooby-Doo
  5. Winsor McCay, cartunista e animador, é tema de Doodle
  6. A época clássica do desenho animado americano
  7. a b Fernanda Furquim. «Uma Breve História da Animação na TV». Revista Veja 
  8. Solomon, Charles (1989). Enchanted Drawings: The History of Animation. New York: Random House, Inc. 239-240 p. ISBN 978-0-394-54684-1.
  9. Speed Racer e a semiótica do movimento no desenho animado
  10. David Perlmutter (2014). America Toons In: A History of Television Animation. [S.l.]: [McFarland & Company]]. 142 páginas. ISBN 9780786476503 
  11. «Frozen» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 2 de janeiro de 2016 
  12. «Incredibles 2» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 6 de março de 2019 
  13. «Minions» (em inglês). Box Office Mojo. Acessodata=12 de julho de 2015  Verifique data em: |data= (ajuda)
  14. «Toy Story 3 (2010)» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 26 de outubro de 2010 
  15. «Despicable Me 3 (2017)» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 26 de janeiro de 2014 
  16. «Finding Dory (2016)» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 5 de fevereiro de 2009 
  17. «Zootopia». Box Office Mojo. Consultado em 11 de junho de 2016 
  18. «Despicable Me 2 (2013)» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 26 de janeiro de 2014 
  19. «The Lion King (1994)» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 18 de janeiro de 2011 
  20. «Finding Nemo (2003)» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 5 de fevereiro de 2009 
  21. «Shrek 2 (2002)» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 5 de fevereiro de 2009 
  22. «Ice Age: Dawn of the Dinosaurs (2009)» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 1 de setembro de 2012 no  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  23. «The Avengers Age of Ultron» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 3 de maio de 2015 
  24. «The Secret Life of Pets (2016) - Box Office Mojo». www.boxofficemojo.com. Consultado em 21 de julho de 2016 
  25. «Inside Out (2015)» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 19 de dezembro de 2015 
  26. «Coco (2017) - Box Office Mojo». www.boxofficemojo.com. Consultado em 21 de julho de 2018 
  27. «Shrek the Third (2007) - Box Office Mojo». www.boxofficemojo.com. Consultado em 14 de dezembro de 2015 
  28. «Shrek Forever After» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 1 de setembro de 2012 
  29. «Madagascar 3: Europe's Most Wanted» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 7 de novembro de 2012 
  30. «Monsters University (2013)» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 19 de dezembro de 2013 
  31. «Up (2009)» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 1 de setembro de 2012 
  32. «Kung Fu Panda 2 (2011)» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 12 de setembro de 2011 
  33. «Ice Age: The Meltdown (2006)» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 3 de setembro de 2009 
  34. «Big Hero 6» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 12 março de 2015 
  35. «Moana» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 12 março de 2018 
  36. «Sing» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 12 março de 2018 
  37. «The Incredibles (2004)» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 9 de julho de 2009 
  38. «Kung Fu Panda (2008)» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 25 de fevereiro de 2009 
  39. «How to Train Your Dragon 2» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 13 de julho de 2014 
  40. Ratatouille (2007)
  41. «Madagascar: Escape 2 Africa (2008)». Box Office Mojo. Consultado em 12 de outubro de 2010 
  42. «Tangled» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 26 de maio de 2015 
  43. «The Croods.» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 9 de Março de 2015 
  44. «Monsters,Inc.» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 2 de agosto de 2014 
  45. «Cars 2» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 9 de junho de 2014 
  46. «Puss in Boots» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 7 de junho de 2014 
  47. «Despicable Me» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 7 de junho de 2014 
  48. «Brave» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 27 de dezembro de 2012 
  49. «WALL•E» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 21 de agosto de 2010 
  50. «Madagascar» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 21 de agosto de 2010 
  51. «The Boss Baby» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 21 de agosto de 2018 
  52. «Hotel Transylvania 3 (2018) - Box Office Mojo». www.boxofficemojo.com. Consultado em 21 de janeiro de 2016 
  53. «The Simpsons Movie» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 21 de agosto de 2010 
  54. «Kung Fu Panda 3 (2016)». Box Office Mojo. Consultado em 17 de maio de 2016 
  55. «Ralph Breaks the Internet» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 21 de fevereiro de 2019 
  56. «The Grinch (2018) - Box Office Mojo». www.boxofficemojo.com. Consultado em 21 de fevereiro de 2019 
  57. «Aladdin» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 21 de agosto de 2012 
  58. «How to Train Your Dragon)» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 21 de agosto de 2012 
  59. «Rio 2» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 6 de junho de 2014 
  60. «Toy Story 2» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 21 de agosto de 2012 

Ligações externasEditar